As 10 melhores cidades para se viver no Norte do Brasil

  • Por Jônatas Dias Lima
  • 14/10/2015 12:44
Crédito: Wikimedia.
Crédito: Wikimedia.| Foto:

Quando os habitantes de outras regiões pensam no Norte do país é provável que a primeira coisa que venha à mente seja a enorme floresta amazônica. As cidades da região, no entanto, têm muito mais a oferecer, inclusive um rico passado histórico.

Na lista a seguir estão as 10 cidades mais bem colocadas no ranking montado exclusivamente com os dados que compõem o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). Basicamente, são levados em conta três itens: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda). As informações estão disponíveis na última edição do Atlas do Desenvolvimento Humano.

A metodologia do índice foi adaptada do IDH Global pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Fundação João Pinheiro.

 

1.º Palmas (TO)

Crédito: Prefeitura de Palmas. Crédito: Prefeitura de Palmas.

A capital e maior cidade do estado de Tocantins consta no topo na lista quando o critério é desenvolvimento humano, com IDHM de 0,788. O município é jovem, foi fundado em 1989, logo após a criação do estado de Tocantins pela Constituição de 1988. Assim como Brasília, Palmas foi planejada por arquitetos antes de ser povoada e oficializada como a capital do estado. Hoje o município tem em torno de 266 mil habitantes.

 

2.º Paraíso de Tocantins (TO)

Crédito: Câmara Municipal de ParaÍso do Tocantins. Crédito: Câmara Municipal de ParaÍso do Tocantins.

Situada a 63 quilômetros de Palmas, o nome do município faz referência às belezas naturais da região, como as águas cristalinas dos rios Pernada e Buriti, a Serra do Estrondo e a exuberância da vegetação típica do cerrado. Trata-se de uma cidade pequena, com cerca de 46 mil habitantes. O IDHM da cidade é de 0,764.

 

2.º Porto Velho (RO)

Crédito: Wikimedia Commons. Crédito: Wikimedia Commons.

Com IDHM de 0,764, igual ao de Paraíso de Tocantins, Porto Velho detém o título de maior município do país em extensão territorial. Os 34 mil quilômetros que compõem sua área o tornam maior do que países como Bélgica e Israel, por exemplo. A cidade também é a única capital estadual a fazer fronteira com outro país, no caso, a Bolívia. Porto Velho foi fundada pela empresa norte-americana Madeira Mamoré Railway Company, em 4 de julho de 1907 e serviu de habitação para os operários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

 

3.º Gurupi (TO)

Câmara dos Vereadores de Gurupi Câmara dos Vereadores de Gurupi

Localizada no sul do estado do Tocantins, Gurupi tem economia baseada em pecuária e agricultura. A cidade tem 82 mil habitantes aproximadamente e abriga um campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT). A história de Gurupi está diretamente ligada à construção da BR-153, rodovia que liga Belém à Brasília, também chamada de Rodovia Transbrasiliana. O IDHM do município é de 0,759.

 

4.º Araguaína (TO)

Crédito: Divulgação. Crédito: Divulgação.

Foi a maior cidade do estado durante os primeiros anos de existência do Tocantins, sendo posteriormente ultrapassada por Palmas. Araguaína tem hoje em torno de 167 mil habitantes, IDHM de 0,752 e sua maior força econômica está na agropecuária, incluindo três frigoríficos considerados como referências nacionais: Bertin, Minerva e Boiforte. A cidade é rodeada por médias e grandes fazendas.

 

4.º Boa Vista (RR)

Crédito: Wikimedia. Crédito: Wikimedia Commons.

O município concentra cerca de dois terços dos habitantes do estado de Roraima, totalizando 320 mil habitantes. Boa Vista é a capital mais distante de Brasília e a única do país a estar totalmente acima da linha do Equador, pertencendo, portanto, ao Hemisfério Norte do planeta. O IDHM é de 0,752, o mesmo de Araguaína.

 

5.º Belém (PA)

Crédito: Wikimedia. Crédito: Wikimedia Commons.

No início do século 20, Belém viveu o auge de seu desenvolvimento graças ao ciclo da borracha, quando o município recebeu várias famílias europeias que influenciaram fortemente a arquitetura da cidade. Até hoje, Belém exibe em muitas de suas edificações, a elegância desse período. O IDHM da cidade é de 0,746 e sua população gira em torno de 1,4 milhões.

 

6.º Guaraí (TO)

Crédito: Prefeitura de Guaraí. Crédito: Prefeitura de Guaraí.

Fica a 178 quilômetros da capital, Palmas, e foi outro município impulsionado pela construção da rodovia BR-153. Desde 1991, Guaraí tem evoluído em todos os critérios considerados para o cálculo do IDHM, mas há especial destaque para os índices educacionais. Há 15 anos apenas 2% da população possuía curso superior. Agora, esse número foi elevado a 12,9%. A população é de 24 mil habitantes. O IDHM, de 0,741.

 

7.º Porto Nacional (TO)

Crédito: Prefeitura de Porto Nacional. Crédito: Prefeitura de Porto Nacional.

A cidade sempre esteve ligada ao Rio Tocantins. No século 19, a principal via de acesso ao antigo povoado era o rio, e por meio dele eram transportadas mercadorias de Porto Nacional para Belém, no Pará. Somente na década de 70, quando terminou a construção da rodovia BR-153, é que o fluxo de pessoas e cargas passou a se dar, principalmente, por via terrestre. A cidade tem aproximadamente 51 mil habitantes e seu IDHM é de 0,740.

 

8.º Manaus (AM)

Crédito: Governo Federal. Crédito: Governo Federal.

Localizada bem no meio da maior floresta tropical do mundo, a cidade fundada em 1669 tornou-se a maior do norte brasileiro e o mais importante centro econômico da região. Seu nome tem relação com a antiga tribo indígena que habitava o local, os manaós. Assim como Belém, o auge de seu desenvolvimento se deu durante o ciclo da borracha, quando a cidade atraiu diversos empresários estrangeiros interessados em investir no produto. Atualmente seu principal motor econômico é a Zona Franca de Manaus, polo industrial que concede isenções fiscais às empresas instaladas na região. A cidade tem pouco mais de 2 milhões de habitantes e seu IDHM é de 0,737.

 

Leia também

As 15 melhores cidades do Paraná para se viver

As 10 melhores cidades do Nordeste para se viver

As 10 melhores grandes cidades do Brasil para se criar os filhos

As 15 melhores cidades para se viver em Santa Catarina

As 15 melhores melhores cidades para se viver no Rio Grande do Sul

As 20 melhores cidades de São Paulo para se viver

As 11 melhores cidades do mundo para se viver

As 15 melhores cidades para se viver no estado do Rio de Janeiro

As 10 melhores pequenas cidades do Brasil para se viver

As 10 melhores cidades de Pernambuco para se viver

As 10 melhores cidades da Bahia para se viver

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.