Com a pandemia, a família de João Pedro não podia comprar os equipamentos para o videogame, então o menino criou sozinho
Com a pandemia, a família de João Pedro não podia comprar os equipamentos para o videogame, então ele criou sozinho.| Foto: Arquivo pessoal

Era pra ser só mais uma engenhoca. Pelo menos foi isso que o João Pedro Bernardine de Oliveira pensou. O menino, de 10 anos, começou a usar o computador da família para um jogo de simulador de caminhões, que ele baixou de graça na internet. A mãe, Francyelle de Oliveira, de 37 anos, que costumava dirigir vans escolares, viu a renda da casa sumir durante a pandemia, por isso não tinha como comprar equipamentos para o filho que tornariam as manobras mais interessantes. Ele usava apenas o mouse e o teclado.

Siga o Sempre Família no Instagram!

Só que comodismo não é uma palavra que costuma se encaixar muito entre as caraterísticas do João Pedro. “Ele sempre foi de inventar”, diz a mãe. Pois ele mesmo criou um volante e pedais com coisas que ele tinha em casa. Madeira, papelão, cabo de vassoura, uma caixa de sapato e alguns pregos viraram o volante e os pedais dos caminhões e alçaram o jogador mirim ao status de celebridade na internet.

Francyelle, quando viu a criação do filho, fez um vídeo para enviar para a família, que mora longe, e acabou postando, também, nas redes sociais. A gravação, publicada no YouTube, foi vista por mais de 30 mil pessoas em menos de 24 horas! A invenção deu tão certo que agora João Pedro tem seu próprio canal, porque tem gente pedindo dicas de como criar os próprios acessórios para o game.

“A gente não conseguiu nem responder as mensagens. Gente dos Estados Unidos, França, Itália, Portugal entrou em contato”, conta Francyelle. João Pedro diz que ficou até com vergonha de saber que tanta gente visualizou o vídeo, mas a mãe entrega que ele ficou faceiro com a repercussão. A gamer e apresentadora Nyvi Estephan presenteou o menino, de Almirante Tamandaré, com um kit completo com volante e pedais. Outro admirador fez uma vaquinha na internet para comprar um computador novinho para os jogos.

Em nenhum momento João Pedro e a mãe pensaram em ganhar alguma coisa com o vídeo. “A gente só queria mostrar o que eu tinha feito”, garante João. Francyelle revela que a paixão pelo joguinho é só uma das várias atividades que ele gosta de fazer. Ela conta que faz questão que ele tenha com o que brincar, também, fora de casa. Segundo a mãe ele anda a cavalo, faz trilha de moto, anda de bicicleta, brinca com os cachorros. Mas fica a lição que a Francyelle ensina com gosto: “Eu sempre falo pra ele nunca desistir dos sonhos. Se tiver uma meta, não desista”.

semprefamilia

Deixe sua opinião