Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Wikimedia.
Crédito: Wikimedia.
Ranking

As 10 melhores cidades para se viver no Norte do Brasil

Cidades importantes na história do país se desenvolveram junto da maior floresta tropical do mundo

Quando os habitantes de outras regiões pensam no Norte do país é provável que a primeira coisa que venha à mente seja a enorme floresta amazônica. As cidades da região, no entanto, têm muito mais a oferecer, inclusive um rico passado histórico.

Na lista a seguir estão as 10 cidades mais bem colocadas no ranking montado exclusivamente com os dados que compõem o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). Basicamente, são levados em conta três itens: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda). As informações estão disponíveis na última edição do Atlas do Desenvolvimento Humano.

A metodologia do índice foi adaptada do IDH Global pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Fundação João Pinheiro.

 

1.º Palmas (TO)

Crédito: Prefeitura de Palmas.
Crédito: Prefeitura de Palmas.

A capital e maior cidade do estado de Tocantins consta no topo na lista quando o critério é desenvolvimento humano, com IDHM de 0,788. O município é jovem, foi fundado em 1989, logo após a criação do estado de Tocantins pela Constituição de 1988. Assim como Brasília, Palmas foi planejada por arquitetos antes de ser povoada e oficializada como a capital do estado. Hoje o município tem em torno de 266 mil habitantes.

 

2.º Paraíso de Tocantins (TO)

Crédito: Câmara Municipal de ParaÍso do Tocantins.
Crédito: Câmara Municipal de ParaÍso do Tocantins.

Situada a 63 quilômetros de Palmas, o nome do município faz referência às belezas naturais da região, como as águas cristalinas dos rios Pernada e Buriti, a Serra do Estrondo e a exuberância da vegetação típica do cerrado. Trata-se de uma cidade pequena, com cerca de 46 mil habitantes. O IDHM da cidade é de 0,764.

 

2.º Porto Velho (RO)

Crédito: Wikimedia Commons.
Crédito: Wikimedia Commons.

Com IDHM de 0,764, igual ao de Paraíso de Tocantins, Porto Velho detém o título de maior município do país em extensão territorial. Os 34 mil quilômetros que compõem sua área o tornam maior do que países como Bélgica e Israel, por exemplo. A cidade também é a única capital estadual a fazer fronteira com outro país, no caso, a Bolívia. Porto Velho foi fundada pela empresa norte-americana Madeira Mamoré Railway Company, em 4 de julho de 1907 e serviu de habitação para os operários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

 

3.º Gurupi (TO)

Câmara dos Vereadores de Gurupi
Câmara dos Vereadores de Gurupi

Localizada no sul do estado do Tocantins, Gurupi tem economia baseada em pecuária e agricultura. A cidade tem 82 mil habitantes aproximadamente e abriga um campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT). A história de Gurupi está diretamente ligada à construção da BR-153, rodovia que liga Belém à Brasília, também chamada de Rodovia Transbrasiliana. O IDHM do município é de 0,759.

 

4.º Araguaína (TO)

Crédito: Divulgação.
Crédito: Divulgação.

Foi a maior cidade do estado durante os primeiros anos de existência do Tocantins, sendo posteriormente ultrapassada por Palmas. Araguaína tem hoje em torno de 167 mil habitantes, IDHM de 0,752 e sua maior força econômica está na agropecuária, incluindo três frigoríficos considerados como referências nacionais: Bertin, Minerva e Boiforte. A cidade é rodeada por médias e grandes fazendas.

 

4.º Boa Vista (RR)

Crédito: Wikimedia.
Crédito: Wikimedia Commons.

O município concentra cerca de dois terços dos habitantes do estado de Roraima, totalizando 320 mil habitantes. Boa Vista é a capital mais distante de Brasília e a única do país a estar totalmente acima da linha do Equador, pertencendo, portanto, ao Hemisfério Norte do planeta. O IDHM é de 0,752, o mesmo de Araguaína.

 

5.º Belém (PA)

Crédito: Wikimedia.
Crédito: Wikimedia Commons.

No início do século 20, Belém viveu o auge de seu desenvolvimento graças ao ciclo da borracha, quando o município recebeu várias famílias europeias que influenciaram fortemente a arquitetura da cidade. Até hoje, Belém exibe em muitas de suas edificações, a elegância desse período. O IDHM da cidade é de 0,746 e sua população gira em torno de 1,4 milhões.

 

6.º Guaraí (TO)

Crédito: Prefeitura de Guaraí.
Crédito: Prefeitura de Guaraí.

Fica a 178 quilômetros da capital, Palmas, e foi outro município impulsionado pela construção da rodovia BR-153. Desde 1991, Guaraí tem evoluído em todos os critérios considerados para o cálculo do IDHM, mas há especial destaque para os índices educacionais. Há 15 anos apenas 2% da população possuía curso superior. Agora, esse número foi elevado a 12,9%. A população é de 24 mil habitantes. O IDHM, de 0,741.

 

7.º Porto Nacional (TO)

Crédito: Prefeitura de Porto Nacional.
Crédito: Prefeitura de Porto Nacional.

A cidade sempre esteve ligada ao Rio Tocantins. No século 19, a principal via de acesso ao antigo povoado era o rio, e por meio dele eram transportadas mercadorias de Porto Nacional para Belém, no Pará. Somente na década de 70, quando terminou a construção da rodovia BR-153, é que o fluxo de pessoas e cargas passou a se dar, principalmente, por via terrestre. A cidade tem aproximadamente 51 mil habitantes e seu IDHM é de 0,740.

 

8.º Manaus (AM)

Crédito: Governo Federal.
Crédito: Governo Federal.

Localizada bem no meio da maior floresta tropical do mundo, a cidade fundada em 1669 tornou-se a maior do norte brasileiro e o mais importante centro econômico da região. Seu nome tem relação com a antiga tribo indígena que habitava o local, os manaós. Assim como Belém, o auge de seu desenvolvimento se deu durante o ciclo da borracha, quando a cidade atraiu diversos empresários estrangeiros interessados em investir no produto. Atualmente seu principal motor econômico é a Zona Franca de Manaus, polo industrial que concede isenções fiscais às empresas instaladas na região. A cidade tem pouco mais de 2 milhões de habitantes e seu IDHM é de 0,737.

 

Leia também

As 15 melhores cidades do Paraná para se viver

As 10 melhores cidades do Nordeste para se viver

As 10 melhores grandes cidades do Brasil para se criar os filhos

As 15 melhores cidades para se viver em Santa Catarina

As 15 melhores melhores cidades para se viver no Rio Grande do Sul

As 20 melhores cidades de São Paulo para se viver

As 11 melhores cidades do mundo para se viver

As 15 melhores cidades para se viver no estado do Rio de Janeiro

As 10 melhores pequenas cidades do Brasil para se viver

As 10 melhores cidades de Pernambuco para se viver

As 10 melhores cidades da Bahia para se viver

63 Comentários
  1. Para quem gosta de torrar de tanto calor e pagar caro por produtos e serviços de péssima qualidade, certamente Palmas é uma excelente pedida.
    Me arrependo amargamente de quando larguei Brasília para vim morar em Palmas.
    Clima horroroso, não tem um dia que os termômetros marquem menos que 27 graus, em setembro ultrapassa os 40 graus (na sombra).
    Fim de semana a cidade morre. Meio dia o comércio fecha.
    Um dos maiores custos de vida do Brasil. Tudo vem de fora, nada é produzido aqui. E o pior, você paga caro por serviços e produtos ruins.

  2. Vi que o negócio tá pegando fogo por aqui. Sou de Belém e posso dizer algo sobre a cidade e outros assuntos levantados aqui (só um pouquinho, pois não sou profundo conhecedor.. rsrs) Belém tem seus pontos positivos e negativos como qualquer cidade do Brasil. Sua infraestrutura está melhorando a passos lentos, mas está. Portal da Amazônia, Mangal das Garças, BRT, Estádio do Mangueirinho, Estádio Mangueirão, Grandes empreendimentos como Shoppings estão vindo para cá, grandes atacados (por que será?!), etc.. Quando pensam em fazer algum projeto para melhoria da vida da vida da população, o que acontece é aquela velha briga entre partidos e seus interesses pessoais. A orla, chamada de Portal da Amazônia, levou muito tempo e dinheiro pra ser construída, e olha que ainda não terminaram o projeto todo. Isso inclui a macrodrenagem e duplicação da Estrada Nova (Av. Bernardo Sayão), que vai da cidade velha, passa pelos bairros do jurunas, condor, cremação e vai até o portão de entrada da UFPA, no Guamá. Um projeto enorme, caro e que acho que vou morrer antes de terminarem. Vi o projeto e se ficar do jeito que vi, valorizará toda essa região. O Portal da Amazônia fica próximo ao Mangal das Garças, outra atração turística de Belém, que emenda no bairro da cidade velha, bairro pelo qual Belém foi fundada. Passa pelo Forte do Castelo e chega até o Ver-o-peso, e logo em seguida, a Estação das Docas.. Belém tem muitos outros lugares bonitos para se visitar e sua riqueza histórica e cultural é belíssima. Não é uma cidade ruim de morar. Nesse período ocorrem chuvas nos finais de tarde, o que deixa o clima mais frio e da uma vontade ficar em casa junto com a família. Sei que existe o problema da violência, assaltos (como em outros estados e grandes cidades do Brasil), mas a maior frequência são nos bairros periféricos, como terra firme (lugar realmente feio e desorganizado), Guamá (lugar que tem gente endinheirada que mora lá, não sei por que? Tem mesmo porque conheço uns grandes que moram lá e não saíram até hoje. É tão bom para o comércio varejista de alimentos como é o jurunas. Mas é periferia), Jurunas (tem os dois lados da mesma moeda, a parte de periferia e outra nobre, com casas de “Barão”, como chamamos as pessoas ricas ou bem de vida, que emenda no bairro de Batista Campos – bairro nobre). Os melhores bairros por aqui são Nazaré, Batista Campos e Umarizal, bairros nobres, com mangueiras para todos os lados – a nata mora por ali. Para quem não sabe, em 2015 passou uma reportagem no Profissão Repórter, com Cacco Barcellos, que mostrava os bairros brasileiros que estavam em pleno crescimento econômico em meio a crise do país. A cidade do norte escolhida foi Belém e olha qual bairro apareceu? Jurunas, bairro de periferia. Em segundo lugar apareceu o bairro do Guamá, outro bairro de periferia. Sou vendedor da Nestlé em Belém, o que foi entrevistado no jurunas é meu cliente, Dalmiro. Nesse mesmo ano saiu o resultado dos estados que estavam com aumento na arrecadação.. e advinhem qual foi o único estado do norte com crescimento? O Pará, com 1,5%, superando grandes cidades brasileiras que não vou citar pra não dizerem que estou falando mal da cidade deles. Foi por isso que grandes atacados e outras empresas vieram pra cá por verem o potencial econômico do estado em meio a crise que o país atravessa, viram uma grande oportunidade. Perguntem para algum deles se querem ir embora daqui? E estão abrindo mais pela cidade, gerando mais emprego e renda. Há um tempo atrás se falou em montar outra zona franca. Mas Belém não foi escolhida sabem por que? Porque acabaria com a zona franca de Manaus. Por serem próximas. Para se chegar em Manaus, só de barco ou avião. Ao contrário de Belém, que tem meio terrestre também, para se chegar e escoar os produtos que seriam produzidos por aqui. Mas pensaram em Manaus, por isso não ficou aqui. E estão certos. O país tem que crescer, e gerar emprego e renda e não melhorar um lugar em detrimento de outro. Sei que a cidade precisa muito de melhorias, mas isso se deve aos governantes. Infelizmente, nossa realidade política não é das melhores. Não temos um nome forte que nos represente de verdade em Brasília ou por aqui. Eu gosto da minha cidade, mas não digo que nunca pensei em ir morar em outro lugar, pois já pensei. Não porque a cidade não presta, mas para ampliar os horizontes, e quem sabe, voltar para cá e tentar ajudar a minha cidade de alguma forma. É triste saber que existem pessoas tão superficiais que não percebem que o Brasil tem a maior miscigenação do mundo. Isso quer dizer que o povo é misto. Não vou ou deixo de ir para algum lugar porque alguém acha que o povo é “feio” ou bonito. Isso chega a ser revoltante. A pessoa que disse isso não deve conhecer sobre a história da sua própria família. Seus ascendentes. Assisti um vídeo onde pessoas de várias classes sociais, raças, crenças e pensamentos são entrevistadas por pesquisadores. Perguntam de onde elas acham que vieram? Se sabem quem são seus antepassados? Fizeram exames e pesquisas na árvore genealógica e descobriram que muitos deles (brancos) são descendentes, também, de negros e vieram de lugares que nem eles imaginavam ter vindo e visse versa.. Isso fez com que eles mudassem seus conceitos sobre sua raça, crença, sobre a diferença que achavam que tinham para com os outros. Brancos que tem negros na família e negros com antepassados brancos. Isso mostra que no fim das coisas, somos todos filhos de Deus. Foi emocionante para todos, choraram e pediram desculpas por verem que o que determina se você é ou não uma pessoa boa, não é a sua cor, raça, religião etc… são suas atitudes diante das pessoas e do mundo. Não quero passar a imagem de “politicamente correto”, mas respeitem mais os diferentes se querem ser respeitados. O Brasil é um pais rico e é triste saber que, historicamente, o norte e nordeste sofrem preconceitos de todos os tipos. Pessoas que acham que vindo pra cá verão índios e animais silvestres andando pelas ruas. Que aqui só tem mato e índio. Não esqueçam que sem todo esse “mato”, chamado de floresta Amazônica, como ficaria a qualidade do ar no Brasil e no mundo? Muitos pesquisadores e ambientalistas dizem que a Amazônia é o pulmão do mundo, até concordo com isso. Mesmo sabendo que tem pessoas inescrupulosas que se aproveitam dela, desmatando. Mas isso é outra história. Não esqueçam também que a maior biodiversidade do planeta está aqui. Lembram também que a Amazônia foi avaliada em quase 5 trilhões de dólares e que despertou o interesse de muitos? Ou seja, tem gente que menospreza tanto a região e não sabe que ela vale mais do que muitos estados pelo Brasil a fora. Pra fechar, tem regiões desenvolvidas e outras menos, mas diante de toda a riqueza dessa terra, é triste saber que a maior parte não fica aqui para beneficiar o seu próprio povo. Aqui temos alagamentos, mas não tem enchente. Tem assaltos, como em muitos outros estados e cidades mais desenvolvidas, mas ninguém anda com fuzil pelas ruas. Temos 1/3 da água doce do mundo. Não sofremos com racionamento de água. E fornecemos a maior parte da energia elétrica gerada por hidrelétricas para o Brasil. Temos o poderoso “Treme-terra” (aparelhagem que toca em festas na periferia), mas não temos terremotos. Temos muitas riquezas minerais e uma biodiversidade incrível, que o mundo está de olho. Aqui carece de mais atenção pelo poder público, mas não percebem o valor que o norte e nordeste têm para o Brasil. Todos os anos, gente de todos os lugares do Brasil e do mundo, vão para o norte e nordeste porque tem as mais belas praias do mundo. Eu pergunto, será que o “Brasil” vive sem o norte e nordeste? Respondam vocês.. acredito que muitos dirão que sim, mas a resposta fica com vocês.

  3. Viver no norte do país?
    Para quem gosta de mato é um prato cheio.
    Fui piloto de jato executivo e helicóptero durante 20 anos e conheço o Brasil de ponta a ponta e jamais moraria na região norte ou nordeste.
    Viver no mato é bom para índio.

    • Nossa! Quanto preconceito e desinformação em um único comentário! Se for pra arrotar currículo, sou médica com 2 especialidades e mestrado. Gostaria de lhe informar que é extremamente ridículo você querer se colocar em um pedestal com o intuito de subjugar algo ou alguém! Este é o tipo de argumento mais desprovido de conteúdo que existe! Passo muito tempo dentro de universidades. Consumo informação de qualidade. Conheço praticamente todas as capitais do país e muitas de suas cidades médias. Diante disto, afirmo com certeza que o Norte não é composto apenas de mato e não possui apenas índios vivendo em suas cidades. Acho que você precisa ler um pouquinho mais sobre geopolítica, aspectos sociais e culturais de uma região antes de vir falar abobrinhas por aqui…

  4. sou paulistano de são jose do rio preto e acho estranho essa pesquisa sem credibilidade. qualquer tosco nascido no brasil sabe que 65 por cento do icms produzido no norte do brasil vem de manaus. ou seja sustenta o norte todo e ainda a metade do nordeste, e isto e fato. agora vou falar das melhores cidade do mundo para se morar; brasilia, são paulo, Rio de janeiro e manaus. e so colocarem no google. eu disse do mundo e não so do brasil.

  5. Nasci em Belém e me criei lá (estou a 12 anos morando no interior do estado). Amo minha cidade. Realmente tem um enorme potencial. Muitos aqui se ofenderam com as criticas feitas à Belém. Mas vamos ser justos e claro – ela tem muitos lugares bons de passear. Porém, para se viver é bem diferente. Algo que me incomoda muito é que em muitas regiões da cidade há carece de uma boa rede de saneamento (odeio ver meio fios de rua tão sujos, como é fácil de ser ver na principal avenida do centro econômico de Belém). Os pontos turísticos de Belém são belos. Uma cidade que está se enchendo de shoppings e tal. Porém, a cidade precisa ser muitos mais limpa. Morri de vergonha quando levei amigos pra conhecer Belém. Claro que tem bairros arrumados. Mais uma cidade boa não é feita só de uns bairros bons. Belém uma das capitais mais contraditórias que já vi, vai do luxo ao miserável. Mas fora os problemas explícitos, Belém é uma cidade com natureza, arquitetura, história, cultura, gastronomia unica, sol e alegria.

  6. Eu sou de Pernambuco, mas eu ouço falar muito bem do Tocantins, detalhe aqui que o estudo não está preocupado com o paisagismo e a limpeza da cidade, que de certo modo influência na qualidade de vida, infelizmente esses estudos não podemos achar que são 100% confiáveis, mas também não são 100% mentiras.

  7. JoRi Fonseca Jr, você mora onde? A muitos anos moro em Palmas e conheço várias cidades do Tocantins. Concordo com a pesquisa e nem gosto de me envolver diretamente com a política. Acho que vc deve ser de um estado bem distante! Mas Viva o livre arbítrio!

  8. “Na lista a seguir estão as 10 cidades mais bem colocadas no ranking montado exclusivamente com os dados que compõem o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).” Me constrange saber que inclusive os que comentam tem dificuldades básicas de interpretação de texto.
    Talvez por isso nossos representantes sejam quem são.

    • Vou te responder a mesma coisa que respondi pra outro ali. Cara, eu me atrevo a dizer que tu é de Manaus, ou quem sabe de Santarém, pois qualquer pessoa de outras regiões, sabem da importância de Belém. Belém tá no cenário mundial e nacional de muitas coisas boas. Não é a toa que sempre que TV’s do Sul/Sudeste vem fazer matéria sobre algo do Norte, 90% das vezes eles escolhem Belém como sede das gravações. Belém foi escolhida capital mundial da gastronomia, ano que vem vão fazer um centro gastronômico que foi notícia nos noticiários nacional e internacional, aquela série da Globo, Justiça, estava prevista pra ser produzida aqui, mas por questões alheias, foi feita em Recife, Belém tem o único laboratório do Brasil referência mundial em detecção de doenças tropicais, grandes bandas do cenário mundial já vieram se apresentar aqui, Como Iron Maiden e Scorpions, o maior shopping do Norte foi construido aqui, seria o maior da América Latina, mas por causa de questões sobre área de reserva ambiental, diminuíram o tamanho do projeto final. Se fizeram o maior shopping do Norte aqui, é porque os empresários sabem do potencial dessa cidade, sem citar outros exemplos. Me atrevo a dizer que tu é morador da própria Região Norte, com uma pontinha de inveja, de ver vez ou outra Belém sendo citada no cenário nacional por coisas boas. 😉

      • KKKKKkk. Você é bem de Belém e nunca deve ter saído dessa cidade meu chapa. Eu pisei fora do aeroporto de Belém e já presenciei um assalto! Gastronomia? Pode até ser uma das melhores em variedades,mas vai lá naquela feira,acho que é ” Ver o Peso” o nome ,nunca ví lugar com tanta falta de higiene!
        Me desculpe, queria poder falar bem de todas as cidades,mas é difícil. Exijam mais dos seus governantes. Um abraço!

    • Eu tenho conhecidos que foram lá e realmente eles relataram que é uma capital muito feia, mau cuidada e muito mais limpa. Os adm da cidade não cuidam bem dela, aquele porto parece um porto do sec. XIX. Uma cidade parada no tempo, além de uma amiga me relatar que o povo é muito feio, cruzes kkkkk

    • Cara, eu me atrevo a dizer que tu é de Manaus, ou quem sabe de Santarém, pois qualquer pessoa de outras regiões, sabem da importância de Belém. Belém tá no cenário mundial e nacional de muitas coisas boas. Não é a toa que sempre que TV’s do Sul/Sudeste vem fazer matéria sobre algo do Norte, 90% das vezes eles escolhem Belém como sede das gravações. Belém foi escolhida capital mundial da gastronomia, ano que vem vão fazer um centro gastronômico que foi notícia nos noticiários nacional e internacional, aquela série da Globo, Justiça, estava prevista pra ser produzida aqui, mas por questões alheias, foi feita em Recife, Belém tem o único laboratório do Brasil referência mundial em detecção de doenças tropicais, grandes bandas do cenário mundial já vieram se apresentar aqui, Como Iron Maiden e Scorpions, o maior shopping do Norte foi construido aqui, seria o maior da América Latina, mas por causa de questões sobre área de reserva ambiental, diminuíram o tamanho do projeto final. Se fizeram o maior shopping do Norte aqui, é porque os empresários sabem do potencial dessa cidade, sem citar outros exemplos. Me atrevo a dizer que tu é morador da própria Região Norte, com uma pontinha de inveja, de ver vez ou outra Belém sendo citada no cenário nacional por coisas boas. 😉

      • Hoje moro no DF mas nasci e me criei em Belém, pois isso posso afirmar que existem duas Belém. A Belém do bairro de Nazaré com todas aquelas lindas mangueiras enchendo de sombra aquela área da cidade, que também é a mesma Belém do bairro do Marco e o bosque (hoje jardim botânico) Rodrigues Alves….E a segunda Belém, a do bairro terra firme, Guamá e cremação com suas baixadas cheias de vielas, becos e as HORRIVEIS PALAFITAS, lugares dominados por miséria e violência, moradores dividindo espaço com urubus. Essa Belém realmente fede, e fede muito.
        Das cidades que eu já visitei no norte Palmas realmente é de longe a cidade mais organizada e com futuro promissor, até porque as concorrentes estão num nível muito abaixo de uma cidade planejada.

  9. Das melhores cidades do norte do Brasil, não pode faltar na lista, Marabá – Pará e Parauapebas – Pará, duas das cidades que mais crescem no Brasil. Além destas, há Altamira – Pará, Tucuruí – Pará, Macapá – Amapá, Laranjal do Jarí – Amapá, cidades do Acre, cidades de Rondonia (Cacoal, por exemplo), e algumas do Amazonas como Princesa do Solimões, etc…

      • Só podem ter usado dados do governo. A pesquisa foi de uma irresponsabilidade absurda, se não foi tendenciosa foi irresponsável. Venha a Palmas, e ande por toda a cidade, não apenas no centro que é tudo muito lindo pra quem chega, e não em dados publicados pelo governo, diretamente ou indiretamente. Passe pelo menos algum tempo antes de sair publicado fatos forjados. Vá a campo e verá.

  10. Ô piada!
    Palmas? kkkkk…
    Tão de brincadeira!
    Só é bom morar aqui se você curte viver dentro de um forno ou de uma sauna!!!
    Araguaína??? Versão menor de uma Imperatriz do Maranhão!!!
    Porto Velho também não fica atrás na falta de infra-estrutura e violência!
    Melhor cidade da região Norte que conheci até hoje foi Rio Branco, no Acre, tanto pelo povo, quanto pela região!

    • Bom amigo, caso não saiba, os dados usados para o ranking tem como base o IDHM. são levados em conta três itens- longevidade, educação e renda, e não o calor que faz na cidade. Por que caso contrário meu amigo com certeza Palmas não estaria ai pois faz muito calor mesmo. Acho justo que ela esteja em uma posição como esta, pois como qualquer outra cidade ela tem seus pontos positivos e negativos, mais e uma cidade muito boa, senão nao estaria em primeiro lugar no ranking. Além de ser uma cidade em desenvolvimento.

  11. Pessoal, com todo respeito a quem fez a pesquisa…
    Analisar papel é uma coisa… Outra é ir lá ver a realidade!
    Como é q Guarai é melhor q Porto Nacional se lá não tem um aeroporto… Paraiso é melhor q Porto onde, se não existe lazer, faculdade de medicina, a rodoviária é um lixo, o acesso aos setores periféricos é desumano.Quem conhece realmente sabe o q estou Falando.
    Porto nacional está para o TO assim como Rio Verde está para GO.

Leia também