Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Comportamento

Quer dormir melhor? Passe mais tempo com seus amigos e sua família

Pesquisadores têm investigado como nossas relações com amigos e familiares podem afetar o sono durante a noite

Royette Tavernier, The Conversation

Pesquisas mostram que a qualidade das nossas relações pode influenciar em nossa saúde, em nossa recuperação de alguma doença ou no tempo que vivemos. No entanto, pouco é sabido sobre como essa qualidade afeta o nosso sono. E isso acontece especialmente com jovens solteiros.

O que faz do jantar um momento especial para a família

Adolescentes ou jovens adultos geralmente não dormem a quantidade de tempo necessária e elencam diversos problemas, como cansaço durante o dia. Os pesquisadores começaram agora a investigar como nossas relações com amigos e familiares podem afetar o sono noturno.

O sono e as relações amorosas

A maioria dos estudos iniciais focou apenas em casais e adultos. Em um estudo pesquisadores pediram que 29 casais fizessem diários sobre a rotina do seu relacionamento e de seu sono.

Quando as mulheres tinham interações positivas ao longo do dia com seus maridos, elas dormiram melhor.  Curiosamente, homens também tiveram maior qualidade de sono quando suas mulheres diziam isso.

Dentre os estudantes nos Estados Unidos, um sentimento geral de segurança em suas relações com outras pessoas está ligado a um sono mais tranquilo – não importando que o estudante desempenhe qualquer responsabilidade nessa relação.

Interações sociais na faculdade

Em nossa pesquisa, também focamos em como uma relação platônica pode afetar o sono do jovem. Então perguntamos a cerca de 900 estudantes canadenses sobre a sua vida social durante o primeiro ano na faculdade. Um ano depois, os estudantes que afirmaram participar mais da vida social tinham menos problemas para dormir. Eles apresentavam menor dificuldade em adormecer e dormiam durante o tempo necessário.

Ter uma vida social mais positiva e ativa durante o primeiro ano da faculdade ajuda a diminuir o estresse. O padrão de sono desses estudantes ainda era o mesmo durante o terceiro ano do curso, ou seja, ser mais engajado na vida social ajuda a ter um sono melhor, e vice e versa.

O sono das crianças e dos adolescentes

Diversos estudos pedem aos participantes que informem sobre o seu próprio sono. Mas essa informação é relevante quando nós medimos objetivamente a qualidade do sonoEm pesquisa recente, analisamos os hábitos diários de 71 adolescentes norte-americanos por três dias. Os estudantes usaram um tipo de relógio para monitorar o sono. Esse aparelho usa a técnica da actigrafia, que marca a atividade durante a noite.

Nós medimos o total de horas de sono, o tempo que demoraram para adormecer e o tempo de sono em relação ao tempo deitados na cama. Também pedimos aos participantes que falassem sobre as interações que tiveram com amigos e familiares. Os jovens dormem mais facilmente nos dias que passam mais tempo interagindo com amigos. No entanto, eles demoram mais para dormir em dias que passam mais tempo com a família.

“Adolescentes em torno dos 16 anos, que passaram mais tempo com a família, tiveram 4% mais eficiência do que aqueles que passaram menos tempo com a família”

O tempo passado com a família, especialmente à noite, pode incluir conflitos ou discussões sobre algo que tenha ocorrido durante o dia. Essas questões podem atrasar o início do sono. Ficamos particularmente intrigados com as diferenças de idade nesses casos, pois participantes mais jovens não tiveram as mesmas experiências que os mais velhos na efetividade do sono.

Adolescentes em torno dos 16 anos, que passaram mais tempo com a família, tiveram 4% mais eficiência do que aqueles que passaram menos tempo com a família. No entanto, para crianças em torno dos 12 anos, a atividade familiar não afeta o sono.

Talvez adolescentes mais velhos sejam beneficiados por mais tempo com a família por causa de problemas sociais e escolares, o que requer suporte familiar. Enquanto isso, crianças que passaram mais tempo com os amigos tiveram um sono 6% mais eficiente do que aqueles que passaram menos tempo. Isso pode ocorrer porque essa idade é a de uma transição crucial na vida, quando amigos oferecem suporte emocional e facilitam o desenvolvimento identitário.

Melhore o seu sono

Os jovens devem enxergar nas amizades um veículo para o bem-estar. Para pré-adolescentes e adolescentes, amigos ajudam a regular sentimentos negativos de uma forma que consequentemente influencia o sono.Problemas para dormir têm sido ligados a questões mentais e físicas, incluindo depressão e doenças cardiovasculares.

A família e os professores devem encorajar um ambiente que propicie amizades durante a juventude. E os médicos também podem compreender melhor a saúde de adolescentes ao acessar problemas nas relações com amigos e familiares.

* Professora assistente de Psicologia na Universidade Wesleyan

Tradução de André Luiz Costa.

©2019 The Conversation. Publicado com permissão. Original em inglês.

***

Recomendamos também:

***

Acompanhe-nos nas redes sociais: Facebook Twitter | YouTube

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também