Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Facebook
Facebook
Religião

Ele se tornou padre e seus quatro filhos seguiram o mesmo caminho

Nesta terça-feira (4), padre Probo celebra seus 100 anos de vida, juntamente com os filhos e a comunidade em que é sacerdote há 31 anos

O italiano Probo Vaccarini, que completa nesta terça-feira (4) exatos 100 anos de vida, não poderia imaginar um dia que celebraria essa data como sacerdote católico e mais, cercado por seus sete filhos: três mulheres e quatro homens – e destes quatro, todos também são padres.

É uma vida realmente cheia de acontecimentos. Nascido na Itália em 4 de junho de 1919, Probo experimentou o horror da guerra, como muitos de seus amigos, e mudou-se para a Rússia, onde trabalhou no campo por um tempo. Anos depois, voltou à Itália e começou a trabalhar como inspetor ferroviário. Foi nessa época que ele conheceu sua amada Anna Maria, com quem casou-se e começou uma família. Os sete filhos vieram, mas aos 51 anos, o italiano se viu cuidando das crianças sozinho após a morte de sua esposa.

Um novo chamado

Enquanto cuidava de sua família, ele decidiu também voltar com os serviços na Igreja Católica, que já havia ajudado por muitos anos. Pertencente à paróquia de São Mateus na cidade litorânea de Rimini durante toda sua vida, Vaccarini se tornou diácono. Por muito tempo, o pai de família também acompanhou os fiéis de sua comunidade em peregrinações a San Giovanni Rotondo, cidade onde o conhecido santo católico, Padre Pio, morou por muitos anos.

Por que os padres não podem se casar?

O italiano sempre foi profundamente devoto de Padre Pio. Eles chegaram a se conhecer e o santo atendia Vaccarini nas vezes em que ele ia até a cidade. Segundo ele, Padre Pio permeou as decisões mais importantes de sua vida. Foi ele quem disse a Vaccarini: “Forme uma família santa e numerosa”. Anos depois, durante uma missa em San Giovanni Rotondo, já depois da morte de Anna Maria, Vaccarini sentiu o chamado para o sacerdócio e seguiu os caminhos necessários para realizar sua segunda vocação. A ordenação aconteceu em 1988, aos 69 anos de idade, mas só depois de receber a autorização do Vaticano e, principalmente, a aprovação de todos os filhos.

Vocação em família

Os filhos não só aprovaram e incentivaram essa escolha, como seguiram o pai na decisão. Os quatro filhos homens de Vaccarini também foram ordenados sacerdotes católicos: Francesco é padre na diocese de Terni, Giovanni é pároco na cidade de Miramare, Gioacchino em Montetauro, e Giuseppe em Borghi.

“Ele sempre foi um homem muito religioso e quando se tornou diácono, já esperávamos por isso. Mas quando ele disse que queria se tornar padre, ficamos surpresos. Nós dissemos a ele: ‘Papai, agora o senhor está aposentado’, e ele respondeu que queria ser padre pelo resto de sua vida”, conta Giuseppe em entrevista ao site La Stampa.

Pai e filho serão ordenados padres nos Estados Unidos

Atualmente, padre Probo mora com uma de suas filhas na antiga casa da família, onde passa seu tempo livre lendo e escrevendo. Até hoje, ele publicou mais de 15 livros e também uma autobiografia intitulada “Cônjuge, viúvo e sacerdote”. Nos últimos 31 anos, o padre gastou sua vida confessando os fiéis e celebrando missas, casamentos, batismos e funerais – sem falhar com seu dever nem mesmo por um dia. Apesar de sua idade, todos os dias ele vai à paróquia para rezar a missa. “Ele vive a fé com uma paixão incrível”, diz o filho Giuseppe.

Neste 4 de junho de 2019, todos os filhos, juntamente com o bispo da cidade, Francesco Lambiasi, e toda a sua comunidade estão celebrando na catedral de Rimini o século de vida de padre Probo, o pai de família e sacerdote que, segundo os filhos, ainda hoje não se cansa de repetir: “Sinto-me como um padre recém ordenado”.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também