Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
6 coisas que todo pai deve saber
Bigstock
Pais e filhos

6 coisas que sua filha não dirá, mas quer que você saiba

Nem sempre as meninas conseguem expressar o que precisam de seu pai, mas querem ajuda dele para superar dificuldades, construir sua autoestima e se sentir amadas

Toda filha deseja ter um pai que a ouça, valorize, a ajude nos momentos difíceis e que demonstre o quanto a ama. No entanto, nem sempre as meninas conseguem expressar isso em palavras. “Pode ter momentos em que ela verbalize essas necessidades, mas certamente haverá temporadas em que não saberá como”, afirma o escritor norte-americano Mark Merrill.

Menina se emociona ao ganhar pedaço de bolo do pai 

Para esses momentos em que faltam as expressões corretas, o autor sugere seis frases que podem estar passando pela mente da filha e que o pai deve conhecer antecipadamente. Com isso, será mais fácil oferecer à garota o que ela precisa, ajudá-la a superar cada fase que enfrentar e ainda fortalecer sua autoestima. “Como pai de uma filha adolescente, estou aprendendo essas coisas constantemente”, afirmou em um artigo publicado no site All Pro Dad. Aqui estão as seis coisas que sua filha não dirá a você, mas deseja que você saiba:

1. “Preciso de um homem na minha vida que nem sempre deixe eu fazer as coisas do meu jeito”

De acordo com o autor, as crianças sentem necessidade da liderança masculina e isso é ainda mais forte em relação às meninas. Portanto, o pai deve estar preparado para segurar a filha quando estiver prestes a fazer algo equivocado e também para orientá-la na tomada de decisões. “É aqui que a sua liderança deve intervir para salvar o dia, mesmo quando você pode ser acusado de arruiná-lo”, afirma Merrill.

Bigstock
Elogie diariamente sua filha. Foto: Bigstock

2. “Eu anseio por sua afeição física mesmo quando não demonstro”

As meninas se sentem muito bem quando recebem demonstrações de afeto de seus pais. Além disso, de acordo com o livro “Pais fortes, filhas fortes”, da pediatra norte-americana Meg Meeker, a autoestima das filhas é fortemente influenciada pela qualidade da afeição física que a garota recebe do pai. “Nossas filhas precisam de muitos abraços e de outras manifestações de nosso afeto. Vamos dar isso a elas”, convida Merrill.

3. “Às vezes não preciso que você resolva meus problemas, só quero que você me escute”

Outra necessidade das meninas é serem ouvidas. Por isso, ainda que o pai tenha inúmeros conselhos para oferecer e já tenha respostas para a maioria dos anseios da filha, é necessário aguardar o momento certo para falar e dedicar mais tempo para ouvir. “Pais, vamos admitir que estamos cheios de respostas. Mas essa é a última coisa que nossa filha precisa, não a primeira”, garante o autor. Segundo ele, as filhas precisam contar seus problemas ao pai e, depois que forem ouvidas, estarão mais preparadas para receber orientações e segui-las.

“Nossas filhas precisam de muitos abraços e de outras manifestações de nosso afeto. Vamos dar isso a elas”.

4. “Mesmo quando eu desrespeito você, eu ainda te respeito mais do que você imagina”

No relacionamento entre pai e filha também existem momentos em que a garota falará coisas que magoam. Afinal, nem sempre ela entende os motivos por trás de uma decisão paterna ou conseguirá visualizar o que é melhor para ela. Para superar esses momentos, Merrill orienta os pais a estarem preparados para ter o coração quebrado. “Saiba que, independentemente do que ela diz ou faz, há poucas pessoas no mundo sobre quem ela pense tão bem quanto você, mesmo quando você duvidar disso”.

5. “Eu sei que você me acha bonita, mas eu gostaria que você falasse isso com frequência”

As meninas também precisam acreditar que são bonitas por dentro e por fora, e necessitam que isso seja dito frequentemente. Portanto, o autor orienta os pais a lembrarem de elogiar suas filhas todos os dias a fim de construir nelas uma forte autoestima. Saiba que “ninguém é melhor para dizer isso a elas do que você”.

20 sugestões de livros para dar de presente no Dia dos Pais

6. “Desejo ouvir as palavras ‘eu te amo’ de você mais do que de qualquer outra pessoa”

Por fim, todas as demonstrações de carinho são essenciais, mas é importante que sejam acompanhadas pelas palavras “eu te amo”. De acordo com o escritor norte-americano, as filhas desejam ouvir essas palavras do pai e sentem falta quando elas não soam dentro de casa. “Não deve existir ninguém que diga essas palavras a ela mais do que você. Pai, faça disso uma prática diária”, aconselha.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também