Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Defesa da Vida

Primeira-ministra da Nova Zelândia se torna a 2ª chefe de governo na história a dar à luz no cargo

Jacinda Ardern, de 37 anos, é a mulher mais jovem do mundo à frente do governo de um país.

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, deu à luz uma menina na última quinta-feira (21/06), tornando-se a segunda chefe de governo da história recente a ter um filho no cargo – precedida pela ex-primeira-ministra do Paquistão, Benazir Bhutto, que teve uma filha durante seu mandato, em 1990. Ardern anunciou o nascimento em seu perfil no Facebook, com uma foto em que aparecem a bebê e o seu parceiro, o apresentador de tevê Clarke Gayford.

Ardern, de 37 anos, é a mulher mais jovem do mundo à frente do governo de um país. Ela deve tirar seis semanas de licença-maternidade e então voltar ao trabalho, enquanto Gayford ficará em casa para cuidar da pequena. A primeira-ministra desempenhou a sua função até o último dia de gestação, quando finalmente o seu vice, Winston Peters, assumiu interinamente o governo do país.

Como sair do Brasil e se mudar para a Nova Zelândia com sua família

O parto, que aconteceu em um hospital de Auckland, a maior cidade do país, estava marcado para o dia 17, mas no dia 19 Gayford tuitou uma foto que mostrava Ardern trabalhando, com a hashtag #stillwaiting (“ainda à espera”). “Qualquer pessoa que queira ser primeira-ministra deve ter certeza que tem um apetite por ler e ler e ler e ler”, escreveu o parceiro da política, que apresenta um programa de pesca na televisão neozelandesa.

Ardern já havia dito em janeiro, quando anunciou a gravidez, que não é “primeira mulher a trabalhar e ter um bebê”, em resposta às críticas de parte da imprensa. Mesmo no ano passado, durante a sua campanha, um jornalista lhe disse que os neozelandeses precisavam saber se a primeira-ministra tiraria licença-maternidade durante o mandado. “É inaceitável que em 2017 as mulheres tenham que responder a essa pergunta em seu ambiente de trabalho”, disse ela, defendendo que a decisão de ter filhos cabe à mulher.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também