Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Imigração

Como sair do Brasil e se mudar para a Nova Zelândia com sua família

Paisagens incríveis e altos índices de qualidade de vida. Se você quer viver com sua família num lugar assim, fique atento a essas dicas

Com uma considerável demanda por mão de obra qualificada, ou mesmo por aquela que ainda deseja se qualificar, a Nova Zelândia recebe muito bem estrangeiros, porque há a compreensão do governo local de que os imigrantes são uma parte fundamental na construção do país. Além disso, para os brasileiros, há a facilidade trazida por um acordo entre os dois países, que permite que o turista com passaporte do Brasil possa permanecer no país por até três meses, e às vezes até nove, sem ter visto de visitante.

O fato do país aparecer com frequência em listas dos países com maior qualidade de vida têm despertado interesse de muita gente, especialmente de quem já se apaixonou pelas paisagens incríveis daquela terra, mostrada ao mundo em filmes como O Senhor dos Anéis e O Hobbit.

Se as belezas da Nova Zelândia o atraem a ponto de você querer mudar-se para lá com a família, as informações a seguir lhe serão muito úteis.

 

Visto

Por conta de um acordo, os brasileiros podem ficar na Nova Zelândia por até três meses, que podem ser renovados até nove meses, sem que haja a necessidade de um visto de visitante. Para ter acesso a essa facilidade basta apresentar o passaporte brasileiro, a comprovação das passagens compradas para retorno ao Brasil e alguns outros documentos. O site da imigração é bem interessante para você saber mais sobre os tipos de visto, pois há uma grande diversidade de opções para que você fique no país. “Existem mais de 70 tipos de visto disponíveis e o perfil do candidato vai direcionar a aplicação para a opção mais indicada”, explica Leonardo Tofono, diretor e fundador da Next Education, consultoria educacional sediada em Auckland e especializada em projetos de longo prazo para casais e famílias. Por causa dessas varáveis, listamos aqui só alguns exemplos:

 

  •  Visto de visitante: é possível permanecer no país com esse documento entre nove e 12 meses. É importante que se tenha dinheiro suficiente para se sustentar e também para sustentar aqueles que tenham sido incluídos na sua aplicação por exemplo. Caso você vá de férias, mas queira aproveitar esse tempo para trabalhar ou estuda, você pode tentar esse visto caso tenha entre 18 e 30 anos e seja brasileiro. Neste link há mais especificações sobre esse visto.

 

  • Visto de estudante: o documento pode chegar a ter quatro anos de duração. Um exemplo de requisito para que você consiga esse visto é ter a oferta de lugar, ou a confirmação de matrícula, vinda de uma instituição de ensino local.  Você vai precisar de dinheiro suficiente para pagar suas taxas e para viver enquanto estiver  no país.  Mas isso pode variar de acordo com a idade do aplicante, tempo que deseja permanecer no país estudando. Faça uma análise das suas condições pelo site da imigração

 

  •  Visto de trabalho: pode durar de seis meses até três anos. Caso você tenha algum conhecimento que possa beneficiar o país, como ser um empresário, treinador profissional ou preste algum serviço especializado e esteja indo à Nova Zelândia com um propósito específico, pode aplicar nesse tipo de visto. Outro exemplo é se você tiver planos de ir para o país à trabalho, e seu marido ou esposa já esteja lá trabalhando, é importante que o visto dele tenha mais de seis meses para que você possa aplicar. Clique aqui para outras informações sobre esse visto.

 

  • Visto de residência: uma das opções é que você tenha um filho que estuda no país. Ele deve ter um visto de estudante, ter 17 anos ou menos e estar matriculado nos anos 1 a 13 do sistema educacional neo-zelandês. Ter dinheiro suficiente para viver enquanto estiver no país ou ter um patrocinador, por exemplo. Nessa situação você pode viver no país pelo tempo em que seu filho estiver estudando. Clique aqui e aqui para encontrar a opção que possa se encaixar no seu perfil e no de sua família. O caminho mais comum entre os brasileiros que desejam ter um visto de residência permanente é: qualificação, visto de trabalho e só então a residência.

 

Renovação de vistos

Há a possibilidade de renovar qualquer um dos vistos listados acima, mas assim como há várias possibilidades de se manter legalmente no país, o aumento desse tempo de estada também tem variáveis. O prazo do próximo visto sempre será baseado no objetivo dele. Se é de estudante, ele será vinculado ao tempo de curso; se for de trabalho, o vínculo nasce a partir da duração do novo contrato. Caso o contrato não tenha prazo de conclusão, o tempo de permanência pode ser de um, dois ou até três anos.

 

Tempo de espera e custo

De acordo com Leonardo, a imigração neozelandesa raramente atrasa os processos de aplicação. Por isso, o tempo de espera deve ser de 20 dias úteis e o custo dos vistos mais comuns gira em torno de R$ 500.

 

Documentação

Não é possível listar exatamente quais os principais documentos para a obtenção de um visto na Nova Zelândia. Isso se deve, mais uma vez, à grande quantidade de possibilidades oferecidas pelo país para que o visitante se mantenha legal. A recomendação, mais uma vez, é de acessar o site da imigração  e por ali começar a buscar o que melhor se aplica a você e sua família.

 

Trabalho

Para conseguir um trabalho na Nova Zelândia é preciso aplicar para a oferta, e isso pode ser feito tanto de fora do país, quanto depois de já estar instalado por lá. O visto específico para trabalho, claro, aumenta muito as suas chances de conseguir algo. Chegar ao país com algo já certo, nem sempre garante que você irá ficar de fato. “Conheci gente que veio do Brasil já com a oportunidade e que não conseguiu se firmar. Por outro lado, sei de pessoas que chegaram aqui com pouca fluência no inglês, com pouco dinheiro e foram conquistando seu espaço e hoje são residentes”, conta Fernando Silva, que imigrou para o país há cerca de dois anos. Das áreas que mais empregam atualmente, segundo ele, estão a construção civil e TI. Ele conta que a hora trabalhada custa NZ$16,25 (dólar neozelandês).

Links úteis para busca por trabalho:

 

Estudo para crianças

Se os pais têm um visto válido no país, as crianças conseguem usufruir do ensino público local. Além disso, se um dos pais estiver fazendo uma pós-graduação de pelo menos um ano, o ingresso da criança em excelentes escolas públicas é facilitado.

 

Estudo para adultos

Como dito acima, estar cursando uma pós-graduação traz facilidades para sua família. Assim como estar no país para cursar uma graduação, abre portas. Para encontrar o curso que melhor se encaixa em seu perfil e até mesmo obter outras informações sobre a educação no país, há um site do próprio governo que pode ajudar, o Study in New Zealand.

 

Links úteis:

Imigração Nova Zelândia;

Trade me (maior portal de compra e venda na Nova Zelândia. Você encontra trabalho, imóveis, carros, negócios, etc);

Next Education (consultoria educacional especializada em projetos para famílias e casais).

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

1 Comentário
  1. Visto

    Por conta de um acordo, os brasileiros podem ficar na Nova Zelândia por até três meses, que podem ser renovados até nove meses.

    No entanto para renovar o visto de entrada por mais 6 meses , nao e muito simples , principalmente para uma familia com criancas , porque voce devera explicar a imigracao o porque voce quer ficar mais 6 meses, uma vez que existe um custo alto na Nova Zelandia com hotel , aluguel e alimentacao .E os pais
    ou a pessoa nao poderao trabalhar neste periodo..Nao e tao simples quanto parece , para uma pessoa solteira ou um casal sem filhos pode ser mais facil . Porem os requisitos sao os mesmos , Tera de comprovar que tem o dinheiro suficiente para pagar suas despesas basicas ,( Hotel,alimentacao,transporte) para 06 meses de extensao e passagem de volta.

Leia também