Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: Divulgação/Facebook Georgia Furlan
Foto: Divulgação/Facebook Georgia Furlan
Virtudes e Valores

Modelo brasileira com síndrome de Down é capa de revista australiana

Com apenas 15 anos, Georgia Furlan viu sua fama chegar no exterior depois de ter ganhado espaço na internet e agora sonha em ser atriz profissional

A mais nova conquista da modelo catarinense Georgia Furlan, de 15 anos, foi a capa da revista australiana Katwalk Kids Fashion Magazine, estampada, orgulhosamente, por ela neste mês de julho. Influenciadora digital, a adolescente com síndrome de Down já tem mais de 132 mil seguidores em suas redes sociais e, além de se tornar uma grande revelação na indústria da moda infantil, este ano ela ainda ficou entre os finalistas do prêmio Global Social Awards – conhecido como o maior evento do mundo de mídias sociais –, que aconteceu no mês de maio, em Praga, na República Tcheca.

Cafeteria que contrata pessoas com síndrome de Down faz sucesso nos EUA

Questionada sobre seus próximos objetivos, a resposta é direta: ser capa de alguma revista brasileira e gravar uma novela infantil. “Quero ser atriz profissional”, contou a modelo em entrevista ao G1. Com apenas 15 anos e um vasto currículo, esse sonho não parece estar tão distante assim. “Só estou esperando o convite”, afirmou. Desenvolta e falante, Georgia foi incentivada pelos pais a estudar teatro, dança e patinação artística e, agora, a garota está rodeada de pessoas que apostam em seu talento.

Foto: Facebook/Georgia Furlan
Foto: Facebook/Georgia Furlan

Desde pequena, a modelo sempre gostou de se vestir bem, de se maquiar e, claro, de ser fotografada. Sua carreira começou, por acaso, em 2012, depois que sua mãe, Rubia Furlan Traebert, começou a postar algumas fotos suas no Instagram e no Facebook. Já o talento veio de berço: a mãe de Georgia chegou a ser finalista do concurso Miss Mundo Santa Catarina. Então, o universo da moda e dos concursos já é bem comum para a família.

Fama internacional

Georgia trabalha para cinco agências e viu sua fama chegar ao exterior depois que ganhou espaço na internet. Tudo começou depois que ela desfilou pela primeira vez no Projeto Passarela, em 2015, um evento que revela novos talentos do Brasil para o mundo. Segundo a mãe de Georgia, que não poupa tempo e nem disposição para levar a menina aos concursos, a revista australiana viu na história da modelo uma inspiração para outras pessoas e, então, fez o convite.

Modelo com síndrome de Down é nova estrela de marca de cosméticos

“Sentia que ela ficava muito bem na frente das câmeras. Até, então, via várias pessoas com síndrome de Down em subempregos e me perguntava: ‘Por que não uma modelo com Down?’”, disse a mãe de Georgia, que nunca se conformou com a realidade do mercado de trabalho para pessoas com deficiências intelectuais ou de desenvolvimento.

Depois de ter saído na capa da Katwalk Kids Fashion Magazine, a adolescente, que está no nono ano do colégio, se tornou a maior inspiração de seus colegas de classe. “Fiquei feliz e muito honrada com esse convite para ser capa da revista. Adorei o resultado final. Fez muito sucesso na escola”, comemorou Georgia.

***

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também