Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Religião

Escola tenta tirar “Jesus” de canção natalina, mas menina de 10 anos faz professores voltarem atrás

A aluna movimentou um abaixo-assinado e contou com o apoio até de alunos muçulmanos

Uma menina de 10 anos fez um abaixo-assinado entre seus colegas depois que as suas professoras decidiram retirar o nome de Jesus de uma canção de Natal a ser apresentada pelos alunos. O caso aconteceu no início de dezembro em Riviera del Brenta, na região metropolitana de Veneza, na Itália.

“Vamos, brindemos! Festejemos! Esse é o dia de Jesus!” é o verso da canção “Buon Natale in alegria” que preocupou as professoras, que levaram em conta a presença de alunos não-cristãos e suas famílias no espetáculo de Natal da escola. A sugestão delas era simplesmente omitir a última parte, terminando a estrofe em “Festejemos!”

“Noite Feliz” completa 200 anos: conheça a origem da canção

“São muitas as crianças não-católicas tanto na sala da minha filha quanto na escola toda”, contou a mãe da menina ao jornal Il Messaggero. A menina fez tudo sem o conhecimento dela, mas mesmo assim a mãe ficou satisfeita com a atitude da criança. Depois do abaixo-assinado – firmado também por alguns alunos muçulmanos – as professoras recuaram e decidiram manter a menção a Jesus na música.

No Twitter, um dos conselheiros regionais do Vêneto, Alberto Semenzato, do partido Liga, elogiou a garota, cujo nome se manteve em sigilo. “É graças à Angela [nome fictício] e aos seus colegas que as crianças poderão cantar neste ano a sua canção que fala de Jesus”, escreveu ele. “Parabéns, Angela! Que você possa ser a primeira gota de um grande mar”.

Matteo Salvini, ministro das Relações Exteriores, também da Liga, cumprimentou a garota pelas redes sociais. “Como se pode chegar a pensar que a palavra ‘Jesus’ em uma canção natalina na escola possa ofender alguém?”, tuitou. “Excepcional a criança, inqualificáveis as professoras. De mãos dadas com nossas tradições”.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também