Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: divulgação
Foto: divulgação
Comportamento

Conheça a prisão em que detentos e animais abandonados cuidam uns dos outros

O contato com os mais de 150 animais nesse presídio da Flórida faz toda a diferença na reabilitação dos detentos.

21 anos atrás, chegaram ao Centro de Detenção de Monroe, na Flórida, nos Estados Unidos, alguns patos que haviam sofrido maus tratos. A ideia era dar uma ocupação para os detentos, de maneira a ajudá-los na sua reabilitação, proporcionando o contato com os bichinhos. A ideia deu tão certo que hoje o local abriga mais de 150 animais de diversas espécies, todos vítimas de maus tratos e abandono.

Eles ficam em um espaço ao lado do presídio e quem os traz é uma instituição de rede de resgate de animais. Com a supervisão de especialistas, os detentos cuidam dos bichinhos – cavalos, alpacas, perus, papagaios, preguiças, tartarugas, pavões, bodes e até cobras, lagartos e aranhas.

“Achei que seriam apenas alguns porcos”, diz Mike Smith, um dos detentos, em reportagem do site Narratively. “Eu não sabia que iam ter cobras, lagartos, jacarés e tudo mais.” O local chega a receber 200 visitantes por dia nas datas em que é aberto ao público.

“Eles me mantiveram concentrado”, explica Smith. “Espiritualmente, eles me ajudaram muito. Eu definitivamente não vou esquecê-los, isso é certo. Fazer alguma coisa boa quando eu realmente estava em uma situação muito ruim me deu paz”.

Veja algumas fotos do local:

 

tw522e53S6a04FK2IsmA_header-1
Fotos: divulgação.

 

sUF7gkWtQG2dh9pA2VoO_7

 

2SsuClt6S9aP5VJ9cLPj_4

 

tVjcSLeCSkW2SqykR3Zl_1

 

Z6zkm1lWQAWxbydOr0zb_5

 

 

Com informações de Narratively.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

Leia também