Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Curiosidades

Pais mais velhos tendem a ter filhos nerds e geeks, diz estudo

Quer ter um filho que curte ficção científica, tecnologia e games? A partir dos 35 anos a probabilidade aumenta.

Homens que se tornaram pais mais tarde têm maiores chances de ter filhos com traços típicos de nerds e geeks, segundo uma pesquisa feita no Reino Unido. Para chegar a essa conclusão, pesquisadores do King’s College, de Londres, acompanharam a infância e a adolescência de 12 mil gêmeos britânicos desde 1994 e os submeteram, quando completaram 12 anos de idade, a um teste chamado “Geek Index”, que avaliou sua habilidade de concentração e sua introspecção.

Entre os participantes do estudo, pais com idade igual ou inferior a 25 anos tiveram filhos que pontuaram menos no “Geek Index” do que pais com idades entre 35 e 40 ou mesmo com mais de 50 anos. A idade da mãe não teve impacto nos itens avaliados. Além disso, os resultados parecem ser relevantes apenas para filhos do sexo masculino.

“Nossa hipótese é de que QI alto, foco no assunto de interesse e algum grau de introspecção social provavelmente são benéficos em uma economia movida pelo conhecimento”, diz o artigo científico. “Ainda que esses traços estejam distribuídos pela população, a literatura etnográfica agrupa-os sob o guarda-chuva do termo ‘geek’”.

Seis características do cérebro que tornam homens e mulheres diferentes

Entre as possíveis explicações para isso, os cientistas apontam que pais nerds podem estar demorando mais para ter filhos e transmitir suas “nerdices” para os filhos. Outra hipótese é que homens mais velhos, graças a empregos melhores e mais estáveis que aumentam o acesso à educação e a experiências diversas, podem estar criando um ambiente familiar que encoraja traços “nerds”.

Pode haver, ainda, novas mutações no esperma, afetando o desenvolvimento dos filhos. É também por isso que os estudiosos desaconselham que se tomem decisões sobre quando ter filhos apenas com base na pesquisa. “Os perigos da paternidade tardia estão bastante descritos (na literatura médica), incluindo os riscos de infertilidade, aborto espontâneo ou distúrbios debilitantes ao nascer”, disse Allan Pacey, da Universidade de Sheffield.

“Dito isso, acho bastante intrigante a ideia do ‘gene geek’. E, diante da tendência de termos filhos cada vez mais tarde, talvez estejamos destinados a criar uma futura sociedade de gênios que nos ajudarão a resolver os problemas do mundo”, refletiu Pacey.

 

Com informações da BBC.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também