Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/YouTube/TV Aparecida
Reprodução/YouTube/TV Aparecida
Personalidades

Veja 14 obras de Cláudio Pastro, maior artista sacro brasileiro das últimas décadas

Responsável pela concepção interna do Santuário de Aparecida, ele assinou mais de 300 obras no Brasil e no exterior.

O artista sacro Cláudio Pastro morreu na madrugada desta quarta-feira (19/10), aos 68 anos. Autor de mais de trezentas obras no Brasil e no exterior, Pastro trabalhava desde 1999 à frente da concepção interna do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Retrato de Cláudio Pastro na PUCPR, onde recebeu o doutorado Honoris Causa
Quadro de Cláudio Pastro, no hall de homenageados com título de doutor honoris causa, na PUCPR.

Ele morreu no Hospital Oswaldo Cruz, na capital paulista, onde estava internado há alguns dias. Seu corpo foi velado no Mosteiro de Nossa Senhora da Paz, em Itapecerica da Serra (SP), umas das igrejas de sua autoria. Ele foi sepultado às 16 horas no cemitério do mosteiro.

Em nota, o cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida, disse que a “sua obra no Santuário Nacional de Aparecida, admirada por milhares de peregrinos que acorrem a este templo, permanecerá como uma perene recordação de sua fé e de seu talento”.

Paulistano, Cláudio Pastro formou-se em Ciências Sociais pela PUC-SP, em 1972. Desde 1975, Pastro se dedicava à arte sacra, tendo cursado teoria e técnicas de arte na Abbaye Notre Dame de Tournay (França), no Museu de Arte Sacra da Catalunha (Espanha), na Academia de Belas Artes Lorenzo de Viterbo (Itália), na Abadia Beneditina de Tepeyac (México) e no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo.

Sua obra no Santuário Nacional de Aparecida, com a criação de painéis e vitrais e a concepção do espaço litúrgico, é o trabalho de maior destaque de sua trajetória. No mês passado, o papa Francisco inaugurou nos jardins do Vaticano uma obra de sua autoria, que retrata o encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Próximo da espiritualidade beneditina, Pastro nunca se casou e vivia dedicado à oração e ao seu trabalho artístico. Confira algumas de suas obras:

01) Cristo Evangelizador para o Terceiro Milênio, Vaticano.

1

 

02) Santuário de Santa Teresinha, Taboão da Serra (SP).

2

 

03) Capela do Seminário Santo Agostinho, Maringá (PR).

3

 

04) Mosteiro de Nossa Senhora da Paz, Itapecerica da Serra (SP).

4

 

05) Mosteiro do Encontro, Mandirituba (PR).

5

 

06) Igreja do Espírito Santo, Santiago, Chile.

6

 

07) Igreja de S. José de Anchieta, São Paulo (SP).

7

 

 

08) Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, Florianópolis (SC).

8

 

09) Jesus e Santa Gertrudes, painel no Mosteiro de Helfta, Alemanha.

9

 

10) Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, Aparecida (SP). Toda a concepção interna da Basílica é de Cláudio Pastro. A foto mostra o trabalho nas colunas em torno do altar e na cúpula, ainda em fase de finalização.

10

 

11) Paróquia Universitária Jesus Mestre, PUCPR, Curitiba (PR).

11

 

12) Abadia Trapista de Nossa Senhora do Novo Mundo, Campo do Tenente (PR).

12

 

13) Capela da Residência Episcopal de Florianópolis (SC).

13

 

14) Mural na Casa de Oração do Povo de Rua, São Paulo (SP).

14

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

1 Comentário
Leia também