Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Fachada do Santuário já com o novo campanario-_divulgação
Religião

Devoção a Aparecida completa 300 anos e santuário apresenta novidades

Inauguração do campanário e show com Andrea Bocelli estão na programação do jubileu

A festa da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, se reveste de um caráter especial neste ano e no próximo. Em 12 de outubro de 2017, comemoram-se os trezentos anos desde que a imagem de barro de Nossa Senhora da Conceição foi encontrada no rio Paraíba do Sul pelos pescadores João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia. Os festejos, porém, começam neste ano.

Por causa da data, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) anunciou que a Igreja Católica comemorará no país todo um Ano Nacional Mariano, de 12 de outubro deste ano até 11 de outubro de 2017. Desde 2014, réplicas oficiais da imagem visitam as dioceses brasileiras, em preparação ao jubileu. A grande celebração, em 2017, talvez conte com a presença do papa. Em visita a Aparecida em 2013, Francisco disse que gostaria de voltar ao Brasil para a comemoração, contudo, no mês passado o pontífice confessou não ter certeza se isso será possível.

concepcao_-_campanario-esboço_oscar niemayerUm dos momentos mais esperados pelos fiéis será um show gratuito do tenor italiano Andrea Bocelli, que acontecerá na área externa do santuário, no próximo dia 15 de outubro. Bocelli cantará com convidados especiais, como a violinista norte-americana Caroline Campbell e o cantor sertanejo Daniel.

Estrutura

Alguns elementos até hoje não terminados no prédio da basílica do Santuário Nacional também devem ser inaugurados durante o ano jubilar. É o caso do revestimento interno da cúpula e o campanário, torre onde se toca um sino antes do início de cada missa.

O mosaico da cúpula, concebido pelo artista sacro Cláudio Pastro e aplicado por uma equipe italiana, tem 2 mil m² e retrata a “árvore da vida” rodeada de pássaros da fauna brasileira. Faz conjunto com o revestimento de azulejo aplicado nas quatro colunas centrais da basílica.

O campanário foi projetado por Oscar Niemeyer e conta com treze sinos de bronze fabricados na Holanda. Além disso, no jardim ao redor do templo, será inaugurado um monumento a Nossa Senhora Aparecida idêntico ao que foi introduzido nos jardins vaticanos no mês passado.

Os Correios e a Casa da Moeda lançarão, respectivamente, um selo e uma medalha comemorativos do jubileu. Ademais, está sendo preparada uma coroa comemorativa para a imagem, que terá, em seu interior, terra de todas as capitais brasileiras, coletada durante a peregrinação da réplica pelo país.

Assista a uma reportagem da TV Aparecida sobre as novidades na estrutura do Santuário Nacional:

 

O Santuário Nacional em números

Projetada pelo arquiteto Benedito Calixto Neto, a Basílica de Aparecida é a segunda maior igreja do mundo, atrás apenas da Basílica de São Pedro.

  • São 72 mil m² de área construída.
  • A capacidade é para 30 mil pessoas dentro do templo e 300 mil em celebrações externas.
  • A torre tem 109 metros de altura e o edifício, até a cúpula, 70 metros.
  • A imagem, porém, tem apenas 36 centímetros.
  • Em todo o complexo, trabalham 2 mil colaboradores.
  • Em 2015, passaram pelo santuário mais de 12 milhões de pessoas.

 

Novo revestimento interno da cúpula e parte da nova pintura no baldaquino (foto: divulgação).
Novo revestimento interno da cúpula e parte da nova pintura no baldaquino (foto: divulgação).

Momentos marcantes

De um oratório à beira da estrada a uma basílica imensa visitada por três papas: a história do Santuário Nacional

  • 1717 – Três pescadores encontram a imagem no Rio Paraíba, primeiro o corpo, depois a cabeça. Conta-se que a pesca, que não tinha dado resultado até então, foi abundante logo depois da descoberta.
  • 1745 – É inaugurada a primeira igreja dedicada a Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A imagem, que até então tinha sido custodiada na casa de Felipe Pedroso, um dos pescadores, e, depois, em um oratório à beira da estrada, é levada para a capela.
  • 1888 – É inaugurado o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, hoje conhecido como Basílica Velha ou Matriz Basílica, cuja construção tinha sido iniciada em 1844.
  • 1894 – As atividades do santuário são confiadas a missionários redentoristas vindos da Alemanha.
  • 1904 – Os bispos do Brasil coroam solenemente a imagem, com a coroa oferecida pela princesa Isabel décadas antes, na presença do núncio apostólico e do presidente Rodrigues Alves.
  • 1930 – O papa Pio XI proclama Nossa Senhora Aparecida padroeira do Brasil. Para festejar o título, no ano seguinte, a imagem é levada de trem ao Rio de Janeiro, capital do país, e é aclamada diante de mais de um milhão de devotos e do presidente Getúlio Vargas. Escolhe-se o dia 7 de setembro para a sua festa. Antes disso, festejava-se a devoção no dia de Nossa Senhora da Conceição, 8 de dezembro. Somente em 1953 a data será fixada em 12 de outubro.
  • 1946 – É lançada a pedra fundamental do novo santuário, mas a construção só teria início em 1955.
  • 1978 – A imagem é retirada do nicho por um rapaz com distúrbios psicológicos que, ao ser pego, a derruba, quebrando-a em mais de duzentos pedaços. Reconstituída, a imagem só voltou à igreja no ano seguinte.
  • 1980 – O papa João Paulo II visita Aparecida e inaugura o novo santuário. Uma lei declara 12 de outubro feriado nacional.
  • 1982 – A imagem é trasladada definitivamente para o novo santuário.
  • 1984 – A CNBB dá ao templo o título de Santuário Nacional.
  • 1999 – O artista sacro Cláudio Pastro assume a responsabilidade pela concepção artística do santuário e têm início o acabamento interno do templo.
  • 2007 – O santuário recebe a visita do papa Bento XVI e sedia a 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano.
  • 2013 – O papa Francisco visita o santuário.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também