Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Atualidades

Menina de 4 anos agredida pela mãe diz que seu nome é “idiota” ao ser resgatada

A mãe e o seu namorado maltrataram tanto a criança que a deixaram cheia de feridas e cicatrizes.

Uma menina de quatro anos foi tão maltratada por sua família que tinha um olho roxo, sangue seco em sua boca e hematomas por todo o corpo – e pior: quando lhe perguntavam seu nome, ela dizia que era “idiota”.

Segundo a CNN, a garotinha vivia com a mãe, Jennifer Denen, e o seu namorado, Clarence Reed, em Hot Springs, no estado de Arkansas, Estados Unidos. Segundo a polícia, ela foi tão repetidamente chamada de idiota que foi a primeira palavra que veio à sua cabeça quando uma assistente social perguntou seu nome.

A mãe e seu namorado foram presos na semana passada, assim que o abuso foi reportado pelas assistentes sociais. Segundo elas, a mãe, de 30 anos, sabia que Reed batia na menina frequentemente, mas nunca fez nada quanto a isso.

Entre as feridas da criança, estão hematomas no seu bumbum, costas e pernas, diz a polícia. Tinha um olho roxo, uma bochecha inchada e uma contusão na testa. Também tinha cicatrizes nas costas, o que mostra que o abuso já ocorria há tempos. Além disso, ela estava severamente desnutrida.

Denen disse à polícia que o namorado batia na menina com um bastão de plástico. Já ele dizia que foi com uma vara de madeira. Reed, de 47 anos, admitiu ainda que a amarrou na sua cama quando a viu subindo em um armário da cozinha. Ele também reconheceu que a chamava de “idiota”, mas “de brincadeira”.

O casal foi acusado de agressão doméstica, por permitir abuso de um menor e por pôr em perigo o bem-estar de um menor. Ambos estão detidos na prisão do condado de Garland e devem comparecer ao tribunal em 27 de setembro. A menina está sob a guarda do Estado e está sendo tratada de suas feridas.

 

160818154123-arkansas-child-abusers-split-exlarge-169

 

Com informações de CNN Español

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

Leia também