Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

Linguagens do amor: porque os pequenos gestos de cuidado são essenciais para o casamento

Saiba qual é a sua linguagem e a do seu parceiro e passe a demonstrar cotidianamente o amor por ele, correspondendo à maneira como ele gostaria de ser cuidado

Maria Carolina Ferreira, especial para o Sempre Família

“Todo dia é dia de alimentar o fogo do amor, de ter um novo verso romântico e de lutar pela felicidade do outro”, diz Álvaro Bueno Filho, apaixonado por sua mulher, Karla Giovana Chemin Bueno, há 34 anos. Relacionamentos duradouros como deles exigem um renovo diário dos votos de amor, cuidado e respeito, além da compreensão da linguagem de amor de cada um.

6 comportamentos que parecem inofensivos, mas podem levar ao divórcio

O médico veterinário lembra com carinho que, no início do casamento, quando os dois iam ao supermercado juntos, ele colocava no carrinho de compras o achocolatado favorito dela escondido, porque era diferente do seu. Mas ao chegar em casa, percebia que Karla havia feito o mesmo e assim ambos eram surpreendidos. Esse ato de gentileza mútua contribuiu para a manutenção do relacionamento desde aqueles primeiros anos de vida a dois.

Mas as demonstrações de amor por meio de gestos simples, como este entre Álvaro e Karla, infelizmente, tendem a acontecer com menos frequência ao longo dos anos. É algo natural, mas que pode ser evitado se os parceiros compreenderem a linguagem do amor um do outro e se propuserem a diariamente cultivar o relacionamento por meio dos detalhes.

Mas porque os gestos de carinho entre o casal diminuem com o tempo?

A psicóloga e doutoranda em ciências de Psicologia Clínica, Patrícia Santiago Gomes, conta que após os três primeiros anos de relacionamento, os chamados “hormônios da paixão” vão se diluindo e a pessoa passa a ver o parceiro de maneira mais realista. “Situações que eram apaixonantes no início vão causando atrito e diminui-se o diálogo e a atenção devido as brigas constantes”, explica.

Pixabay
Pixabay

Isso acontece porque, afinal de contas, homens e mulheres têm maneiras diferentes de se comunicar e, se não houver a busca constante pelo entendimento do parceiro, o outro tenderá a pensar que não é amado e compreendido dentro de sua casa. Por isso, é imprescindível conhecer a maneira como o parceiro recebe e entrega seu amor.

É que a convivência faz com que o casal construa um mapa mental de seu parceiro, e com isso, ambos começam a entender o padrão de comportamento do outro. É possível perceber, desta maneira, ainda que nas atitudes simples, quando o outro está estressado ou quando fará algo que não lhe agradará. O casamento é um constante aprendizado.

O que fazer para conquistar o marido ou a mulher todos os dias

Karla diz que até hoje, apesar da correria diária, ela procura conhecer um pouco mais sobre quem é seu marido. Mesmo estando juntos há 34 anos.  “Quando nos comprometemos a amar sem restrições, tudo vai ficando melhor. Você vai entendendo que o segredo está no cuidado diário, na atenção às pequenas coisas”, comenta a instrumentador cirúrgica, reforçando que a busca por fazer quem se ama feliz, também tem reflexo na sua própria saúde emocional.

Solange Ramos de Oliveira Santos, coordenadora dos setores de Criança e Adolescente da União Sul Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), explica que o sucesso de um casamento passa pelo exercício de compreensão de como foram os relacionamentos afetivos do parceiro durante a vida. “É essencial que o casal entenda as experiências emocionais vividas pelo marido ou pela mulher, tanto na infância quanto na adolescência”, diz.

Não se acomode! Como sair do piloto automático no casamento

E ela reitera a importância de que ambos identifiquem a maneira como a outra pessoa dá e recebe amor, mantendo o diálogo aberto sobre a linguagem de amor de cada para facilitar o processo de constante conquista dentro do casamento. “Assim os dois trabalharão com um único objetivo: fazer o outro feliz da maneira que ele entenda e sinta-se amado”, completa.

Para te ajudar a entender um pouco sobre o significado de cada uma das linguagens do amor, Solange faz um breve resumo de cada uma delas, retiradas do livro As 5 Linguagens do Amor, do conselheiro de relacionamentos Gary Chapman. Aprofunde-se em cada uma delas, descubra a do seu parceiro e passe a demonstrar cotidianamente seu amor por ele, correspondendo à maneira como ele deseja ser cuidado:

1. Palavras de afirmação: para a pessoa que possui essa linguagem é fundamental receber elogios e afirmação sobre seu valor por meio de palavras.

2. Qualidade de tempo: dedicar tempo de qualidade para passar diariamente com os que prezam pela companhia um do outro.

3. Presentes: é essencial que a pessoa seja presenteada com pequenas ou grandes coisas, pois o mais importante é o valor simbólico da lembrança.

4. Gestos de serviço: o fazer é mais essencial do que o falar. Para essa característica, o ideal é surpreender com a realização de uma atividade que era a responsabilidade do outro.

5. Toque físico: a pessoa sente a necessidade de sentir fisicamente esse afeto, seja por meio de beijos, abraços e carinhos.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
2 Comentários
Leia também