Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

6 comportamentos que parecem inofensivos, mas podem levar ao divórcio

Sem que o casal perceba, alguns hábitos podem prejudicar a convivência e até mesmo levar ao divórcio, por isso, é preciso estar atento e, principalmente, disposto a mudar

O relacionamento só entra em crise se o casal não estiver andando na mesma direção. Ainda que as dificuldades apareçam, é essencial que marido e mulher continuem comprometidos e não deixem que elas abalem a relação. Só que, na prática, isso não é tão simples. Alguns comportamentos que parecem inofensivos podem ir, aos poucos, prejudicando a convivência e fazendo com que o casal decida pelo divórcio. E o pior é que, normalmente, o casal nem percebe tudo isso acontecendo. Confira quais são os seis comportamentos que podem ser muito nocivos a um casamento:

1. Não conversar

A comunicação exige esforço, especialmente quando duas pessoas estão se movendo em ritmo acelerado. Diante de uma rotina cheia de compromissos, no final do dia, demonstre interesse pelo dia da pessoa que você ama, enfrente os problemas junto dela e procure ouvir o que está pesando em sua mente. Não há nada de errado em assistir TV, mas não falar pode se tornar um hábito ruim.

2. Criar expectativas demais

É natural ter certas expectativas a respeito de seu cônjuge, mas há expectativas que são injustas e, então, quando elas não são satisfeitas, surge o ressentimento. Se isso estiver acontecendo, avalie e procure conselhos sensatos para saber se você não está esperando demais.

3. Não ter iniciativa

Geralmente, durante o processo de namoro as pessoas fazem de tudo para conquistar o parceiro. Mas quando o casamento chega, muitos agem como se o jogo tivesse acabado. O casamento é um compromisso para a vida toda, por isso nunca pare de pensar em maneiras de conquistar a pessoa amada.

4. Sonhar acordado

Sonhar acordado sobre como seria a vida se você nunca tivesse se casado, se fosse casado com outra pessoa ou se fosse divorciado pode proporcionar uma fuga temporária de seus problemas. É uma ilusão acreditar na mentira de que esses cenários lhe trariam uma vida melhor, isso te desconecta cada vez mais da pessoa com quem você escolheu se casar.

5. Olhar somente o seu lado

Olhar as coisas apenas do seu próprio ponto de vista gera falta de empatia. Isso lhe tornará uma pessoa mais propensa a agir com má intenção e culpar os outros. Esteja aberto para o fato de que você pode, de fato, estar errado ou, no mínimo, não ter uma visão completa da situação. Um dos benefícios do casamento é ter um cônjuge para te ajudar a ver as coisas por um outro lado. Então, assuma a boa intenção e tente entender o ponto de vista de seu parceiro, especialmente quando ele é diferente do seu.

6. Ser inflexível

Não esquecer dos rancores só intensificará as feridas. A falta de perdão é um caminho doloroso para o isolamento e a solidão. O perdão pode ser um processo que leva um tempo, portanto, crie o hábito de iniciar esse processo rapidamente. Quanto mais cedo você iniciar o processo de perdão, mais cedo terá a cura.

Com informações de All Pro Dad      

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também