Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

Não se acomode! Como sair do piloto automático no casamento

A indiferença e a acomodação podem ser extremamente prejudiciais ao casamento, mas pequenas atitudes de mudança podem trazer benefícios imensuráveis ​​para o relacionamento

Ninguém gosta de ser taxado como acomodado. Mas se você estiver agindo com indiferença em relação as suas responsabilidades dentro do casamento ou costuma ficar sempre em cima do muro quando sua opinião é solicitada pelo seu parceiro, provavelmente a passividade seja uma de suas características comportamentais.

Essa falta de atitude pode ser extremamente prejudicial ao seu casamento, porque em um relacionamento sempre se espera que o outro seja proativo e se importe com a pessoa amada. Portanto, saber se posicionar e tomar iniciativas são fatores essenciais para manter um relacionamento duradouro. E isso vale tanto para homens quanto para mulheres.

5 frases proibidas no casamento

Para saber se você tem sido passivo em relação ao seu casamento pense no seu comportamento em relação a esse simples exemplo: há em casa uma tarefa que é de sua responsabilidade, mas seu parceiro precisa cobrar para que você a realize. Isso caracteriza um comportamento passivo.

Em muitos casos a ajuda psicológica é necessária, já que para algumas pessoas esse comportamento pode ser involuntário por conta de uma insegurança afetiva de longa data.  O comportamento passivo é definitivamente algo para se trabalhar.

Mas você pode começar desde já tomando pequenas medidas que trarão benefícios imensuráveis ​​para o seu casamento:

1. Tire um momento para si para descobrir o que te motiva a se silenciar diante da necessidade de expor sua opinião: 

Pode haver dezenas de motivos. Talvez você esteja somente cansado ou talvez haja algo em sua história que faça você se sentir assim. Pode ainda ser uma forma de negligência e preguiça em tomar partido em determinada questão dentro do relacionamento. Descubra o que te faz não ter uma posição clara e tenha uma conversa tranquila com seu parceiro para que ele te ajude a compreender essas questões. Conversas com um amigo também pode ser útil.

2. Procure oportunidades para compartilhar com seu parceiro aquilo que você está pensando 

Comece uma conversa com sua mulher ou seu marido sobre algo que você acha importante em seu casamento. Não precisa ser algo profundo ou o que esteja incomodando. Pense em coisas simples. Assim, você criará um hábito dentro do relacionamento de dividir suas ideias. Mas lembre que, se você tem um comportamento passivo, deve procurar maneiras de saber como iniciar uma conversa, para que não fique nervoso e se entregue ao medo.

3. Ultrapasse o medo de rejeição e encare uma conversa ainda que ela leve a um conflito de opiniões 

Se você é um marido com comportamento passivo e que tem uma mulher que costuma atropelar suas opiniões ou se você é uma mulher que não tem voz dentro do relacionamento acatando a toda e qualquer imposição, isso será especialmente desafiador. Lembre-se, ninguém gosta de conflitos. Mas é um ingrediente necessário para um relacionamento saudável. Vocês têm de ser capazes de lidar com diferenças de opinião e temperamento. Antes de iniciar uma conversa deste tipo, conheça suas regras básicas para lutar. Você também pode começar a conversa dizendo: “Olha, isso vai ficar complicado, mas o amor quando buscamos juntos soluções. Podemos conversar?”

4.Observe se esse comportamento indiferente não tem relação com o seu medo de se entregar por completo ao casamento

Você tem que procurar maneiras de se doar diariamente dentro de um casamento. Talvez você não seja a pessoa mais criativa, nem tenha as mais belas palavras na ponta da língua para expressar seus sentimentos. Mas isso não te dá o aval para ser um parceiro indiferente, que não contribui para o crescimento do casal e que não demonstra afeto. Cada pessoa tem uma maneira de diferente de dar e receber amor. Veja qual é a sua linguagem de amor e a de seu parceiro e juntos façam o possível para suprir as necessidades um do outro. Há quem se sinta realizado com palavras de amor, há quem se sinta feliz no serviço, há quem precise ganhar pequenos presentes e quem apenas precise estar perto encher seu tanque de amor. O casamento é um constante aprender e ensinar, uma doação continua para a construção de um futuro promissor.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também