Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Twitter/Bailey Sellers
Twitter/Bailey Sellers
Pais e filhos

Essa jovem recebeu durante cinco anos flores e cartões de seu pai já falecido

Bailey perdeu o pai poucos meses antes de completar 17 anos, mas ele achou um jeito de estar presente nas próximas celebrações.

As fotos das flores e de um cartão recebidos pela americana Bailey Sellers, em novembro de 2017, comoveram as redes sociais. É que aquele era o último buquê de flores que seu pai lhe enviara, mesmo depois de seu falecimento por causa de um câncer no pâncreas, há quatro anos. Como esse plano se realizou?

Michael Sellers, o pai de Bailey, já estava lutando contra um câncer no pâncreas há anos e antes da sua morte fez um acordo com uma floricultura local, para mandar flores à filha nos seus próximos aniversários. Michael escreveu um cartão para cada um desses cinco aniversários e deixou-os aos cuidados da floricultura. Então, três meses após o falecimento de Sellers, a menina recebeu seu primeiro buquê, em comemoração pelos seus 17 anos, com um cartão: “Você receberá flores até completar 21 anos. Com amor, papai”.

Assim, no aniversário de 18 anos chegaram flores rosas, vermelhas aos 19, rosas e brancas aos 20, até que em novembro de 2017 chegou o último buquê, com diferentes tons de roxo, para celebrar a chegada dos 21 anos de Bailey. E foi este último que tornou a história de Bailey e e seu pai conhecida.

Antes de morrer, marido faz com que sua mulher receba flores para sempre

Bailey publicou em seu perfil no Twitter, no dia 24 de novembro, a foto das flores junto com o cartão final que dizia: “Esta é a minha última carta até que nos encontremos novamente. Não quero que você derrame mais nenhuma lágrima por mim, porque estou em um lugar melhor. Você é e sempre será a joia mais preciosa que ganhei. Este é o seu 21º aniversário e quero que você sempre respeite sua mãe e seja verdadeira consigo mesmo. Aproveite a vida! Estarei com você em cada etapa, somente olhe ao redor e estarei lá”. A publicação foi retuitada 374 mil vezes até esta quarta-feira, 3 de janeiro.

Michael teve outros dois filhos de seu primeiro casamento e ganhou um enteado ao se casar com Kristi, em 1994. Dois anos depois, o casal teve Bailey. Em entrevista ao The Washington Post, Kristi contou que Michael amava os filhos igualmente, mas que Bailey, por ser a caçula, estava sempre com ele em todas as atividades. “Eles simplesmente não podiam passar um dia sem o outro”, contou a viúva.

Após a morte do pai, em 2013, Bailey tatuou em seu pulso direito uma das últimas mensagens que seu pai a deixou: “Eu vou cuidar de você do céu”.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também