Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Pais e filhos

Em busca de serem melhores pais, homens cada vez mais buscam ajuda uns dos outros na internet

Com isso, eles encontram apoio social e buscam conselhos, especialmente de outros pais que têm a mesma experiência

Tawfiq Ammari*, The Conversation

Um advogado das Bermudas ficou famoso na internet por dançar balé junto com sua filha de dois anos, ajudando-a a superar o medo do palco e copiando seus movimentos. Ele sabia o que fazer porque já tinha dançado balé com suas filhas antes – e disse que isso é normal quando se é pai de meninas.

Esse não é um sentimento comum sobre a paternidade, mesmo atualmente. Mas as normas sociais mudaram nos últimos 40 anos,  porque mais mulheres – e mães – entraram no mercado de trabalho. Enquanto mães ainda realizam a maior parte do trabalho doméstico, as tarefas estão se tornando mais igualitárias.

7 coisas que um filho precisa de seu pai

No entanto, o conceito do homem provedor continua sendo mais forte que o ideal de pai educador. Assim, os pais com frequência ficam deslocados em parques, supermercados e outras áreas frequentadas por mães e crianças. O mesmo problema ocorre quando eles visitam um fórum online sobre paternidade.

A minha pesquisa está focada em compreender como os pais modernos descobrem e utilizam esses fóruns de homens em situações similares às deles enquanto tentam lidar com sua própria identidade. Através de entrevistas e análise de dados, eu e meu coautor descobrimos que pais buscam informação e apoio online. Eles utilizam redes sociais anônimas como Reddit para discutir assuntos sensíveis como divórcio e guarda dos filhos e escrevem em blogs sobre projetos autônomos como forma de legitimar a vida doméstica.

Pais que buscam apoio online

Analisando 102 entrevistas, vimos que pais são ativos em redes sociais, incluindo postagens de fotos sobre as conquistas de seus filhos e atividades como dança e futebol. Ainda assim, eles são menos envolvidos do que as mães no compartilhamento de conteúdo infantil. Nós descobrimos, por exemplo, que são as mães que decidem se os avós podem compartilhar uma foto do neto em seu Facebook ou se amigos podem compartilhar fotos da festa de aniversário de seus filhos.

“Em grupos privados os pais discutem suas experiências – ainda que seja em pequenos grupos locais, chats privados ou grupos com milhares de membros”

Além de mim, outros também descobriram que pais são mais relutantes em compartilhar conteúdo familiar nas redes sociais em que seus colegas e chefes também estejam. Já as mães se sentem menos constrangidas, mesmo que suas redes sociais incluam contatos profissionais.

Todavia, em grupos privados do Facebook os pais discutem suas experiências – ainda que seja em pequenos grupos locais, chats privados ou grupos com milhares de membros. Assim, eles ganham apoio social e buscam conselhos, especialmente de outros pais que têm a mesma experiência. Alguns me disseram que as discussões em grupos de Facebook vão desde assuntos como a troca de fralda a assuntos mais sérios, como problemas no casamento.

Reddit como refúgio

No entanto, alguns pais se mostraram relutantes em conversar sobre questões mais pessoais – como divórcio ou guarda dos filhos – no Facebook, onde os posts estão designados com seus nomes. Ao contrário, eles se sentiram mais seguros usando outros nomes no Reddit, onde é mais difícil para que pessoas associem os posts a suas identidades.

A importância do pai na vida dos filhos

Eu e meus colaboradores analisamos como pais usam Reddit estudando cerca de 2 milhões de comentários sobre paternidade. Focamos em três fóruns sobre o assunto, incluindo o r/Daddit, o subreddit para “Pais. Pais solteiros, pais novatos, padrastos, pais altos, pais baixos, e todos os tipos de pais”.

Quando os pais discutem divórcios e problemas de guarda no Reddit, eles geralmente comentam as questões legais relacionadas a seus casos. Os pais também costumam discutir questões controversas como vacinação e circuncisão. Um dos pais mencionou em entrevista que o Reddit é “um lugar pacífico para postar uma opinião” porque você não precisa lidar com as reações de amigos, colegas de trabalho ou familiares.

O pai autônomo

Quando comecei a conversar com pais sobre o seu uso das mídias sociais, não questionei sobre projetos autônomos, mas o assunto surgiu durante as entrevistas. Em um projeto, eu complementei as entrevistas com análises visuais e retóricas dos blogs, descobrindo que pais escrevem sobre seus projetos específicos e alinham esse trabalho às experiências paternais e a seus papéis domésticos.

Pixabay
Pixabay

Eles incluíram seus filhos em projetos como a reforma do banheiro, ensinando a eles novas habilidades e criando um tempo de qualidade em sua relação. Escrever sobre esses projetos foi importante para que os pais descrevessem como eles poderiam tomar conta de seus filhos ao mesmo tempo em que são provedores da família.

Atualmente, os pais encaram junto com as mães os desafios da pressão doméstica em famílias que são providas por ambos e deixam para trás a postura de serem meros auxiliares. Através da minha pesquisa, estou mostrando as formas como os pais encontram suporte nas mídias sociais e espero promover envolvimento e inclusão entre homens em seus papéis e responsabilidades de pais.

* Candidato a Ph.D. em Informação na Universidade de Michigan.

Tradução de André Luiz Costa.

©2019 The Conversation. Publicado com permissão. Original em inglês.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também