Perder para ganhar

Quando é preciso deixar o orgulho de lado para que o casamento ganhe em qualidade

  • Por Equipe Sempre Família
  • 23/11/2020 15:00
Renunciar a própria vontade em algumas situações faz parte da entrega mútua que é a vida conjugal.
Renunciar a própria vontade em algumas situações faz parte da entrega mútua que é a vida conjugal.| Foto: Unsplash/Hannah Olinger

Quando os noivos dizem “sim” um ao outro no altar, também estão dizendo “sim” para os sonhos do outro, afinal o casamento é uma união dessas duas vidas e, portanto, uma união também das vontades, dos sonhos e dos planos de ambos. Mas e quando a vontade de um começa a falar mais alto do que a do outro? Como entrar em um acordo?

Siga o Sempre Família no Instagram!

Bom, definitivamente, a vida a dois exige muitos sacrifícios. E renunciar a própria vontade em algumas situações faz parte dessa entrega mútua que é a vida conjugal. No casamento, podemos dizer que, às vezes, perder é ganhar. Você perde uma discussão sobre alguma decisão que precisam tomar, mas ganha a alegria e a gratidão de seu esposo ou esposa por ter aceitado a vontade dele ou dela dessa vez.

Tudo bem, você deve estar pensando que tem muitos momentos em que, simplesmente, você não pode renunciar. Quando for uma decisão extremamente importante para você, por exemplo. Mas, acredite, esses momentos são poucos diante de tantas situações que costumam acontecer no cotidiano de um casal. E aqui, estamos falando de qualquer decisão, desde a compra de uma casa ou algo importante relacionado aos filhos até a escolha da cor com a qual vocês irão pintar a parede da sala.

Sabemos que abrir mão da própria vontade é sempre muito difícil. E para ajudar você nessa tarefa, trouxemos uma lista, escrita pelo teólogo e professor norte-americano Timothy Diehl e publicada em seu blog no All Pro Dad, que mostra quais são as três situações em que devemos escolher “perder para ganhar” no casamento. Confira:

  1. Quando você está apenas protegendo seu ego

    Vamos falar a verdade. Em algumas situações, insistimos numa discussão apenas porque não queremos estar errados, não é? Pode ser que você nem se importe muito com a cor do carro que irão comprar ou então com o lugar onde pretendem passar as férias, mas o fato de “perder” te deixa incomodado. É claro que isso não é nem um pouco saudável para a sua relação. Quando você insiste em ganhar sobre algo que nem é tão importante, você perde um pouco da confiança que seu cônjuge tem em você. Afinal, ele ou ela sabe quando você está sendo orgulhoso.

    Então, quando você perceber que é somente o seu orgulho que está falando mais alto, mostre à pessoa que você ama que ela é mais importante para você do que sua própria arrogância. Perca para ganhar!
  2. Quando os resultados não importam tanto

    Sempre que perceber que os resultados da decisão em questão não são tão relevantes, não pense duas vezes: aproveite para fazer o exercício de abrir mão da sua vontade. Isso não quer dizer que você nunca deva conseguir aquilo que quer. Mas só o fato de não ser algo tão difícil para você, já mostra que essa é uma ótima oportunidade de exercitar a sua generosidade e, consequentemente, perder um pouco do egoísmo que existe em você. Acredite, isso vai ajudar muito até mesmo no seu desenvolvimento pessoal.

    Se você sempre insistir em fazer o que quer, tratará seu parceiro como se ele fosse um obstáculo à sua felicidade. E o casamento não é sobre construir a própria felicidade, mas sim sobre construí-la juntos, em família.  
  3. Quando não há uma resposta certa e clara

    Sabe quando você quer uma coisa, seu parceiro quer outra, mas a verdade é que os dois estão em dúvida sobre qual é realmente a melhor decisão? Você pode até ter bons argumentos, mas seu esposo ou esposa também tem. E agora? Bom, quando isso acontece, pode ser que seja uma boa hora de escolher perder.

    Como já falamos no início, o casamento exige muitos sacrifícios, mas todos eles são em prol de uma vida feliz e cheia de amor juntos. Às vezes você precisará renunciar sua vontade, em outros momentos será a vez de seu esposo ou de sua esposa. Casamento também é saber negociar! Já parou para pensar nisso? E entre uma negociação e outra, vocês demonstram o quanto se amam e o quanto são importantes um para o outro, mais do que qualquer outra coisa.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.