Primeiro amor

Namorados na adolescência se reencontram quase 70 anos depois e se casam

  • Por Equipe Sempre Família
  • 12/01/2021 16:46
Florence Harvey e Fred Paul namoraram durante o tempo de escola e se reencontraram após ambos ficarem viúvos.
Florence Harvey e Fred Paul namoraram durante o tempo de escola e se reencontraram após ambos ficarem viúvos| Foto: Bobby Shmutz/Moss Imaging

A história de amor de Florence Harvey e Fred Paul começou há 68 anos quando eles se conheceram na adolescência, em uma escola de Wandsworth, no Canadá. "Ela foi meu primeiro amor. Minha primeira namorada e meu primeiro amor verdadeiro", contou Paul à CNN. Naquela época, para demonstrar o quanto queria bem sua amada, o jovem Fred acendia a luz da varanda antes de ir dormir, para que Florence visse de sua casa que ficava do outro lado da baía. Ele namoraram por dois anos.

Siga o Sempre Família no Instagram!

Só que ao completar 18 anos, Fred acabou se mudando para a capital, Toronto, para poder trabalhar. E Florence, que tinha apenas 15, ficou na cidade. Um ano mais tarde quando Fred retornou, ela é quem havia se mudado com a família. Assim, os dois acabaram se distanciando.

Seguindo suas vidas, cada um casou e formou sua família. Até que em 2017, após 57 anos casada e com cinco filhos, Florence ficou viúva. Seu marido Len morreu por causa de um câncer. Pouco mais de dois ano depois foi Fred quem ficou viúvo. Casado durante 60 anos com Helen e com dois filhos juntos, ele acabou ficando sem sua companheira de uma vida. Ela morreu após uma série de complicações de saúde, incluindo demência.

Ao saber da situação em que Fred se encontrava, Florence ligou para consolá-lo, afinal de contas, havia passado por uma perda como aquela recentemente. Naquele dia eles compartilharam a tristeza, contaram sobre que haviam vivido até então e contaram sobre suas famílias. Dali em diante as conversas passaram a ser semanais, depois diárias. "Realmente nos reconectamos, embora não nos víssemos durante todos aqueles anos", contou Florence.

Da primeira conversa ao telefone até o reencontro se passaram cinco meses. Fred faz aniversário em julho e Florence decidiu visitá-lo em Toronto. "Quando descobri que ela estava na cidade e vindo até mim, era tarde da noite. Me vesti e escrevi 'Bem-vinda, Florence' em giz na calçada", contou ele. "Quando ela chegou, fui até o carro, dei-lhe um abraço e um beijo na bochecha, e segurei sua mão. Ali soube imediatamente que ela havia tomado meu coração ", lembrou.

O casamento

E não havia mais o que esperar. Fred, com 84 anos e Florence com 81, estavam prontos para se casar apenas três dias após terem se reunido novamente. Claro que a família de ambos ficou preocupada, mas eles não tinham qualquer dúvida de que queriam passar os próximos anos juntos. Além disso, Fred começaria, dentro de um mês, a tratar um câncer no estômago e Florence queria estar ao seu lado naquele momento.

O casamento aconteceu em agosto de 2020, em Ontário. A cerimônia foi realizada com poucas pessoas, por conta da pandemia. "Você foi o primeiro rapaz a me acompanhar até em casa na minha adolescência", disse Florence a Fred durante seus votos. "E acho que você será o último homem a me acompanhar até em casa", completou.

O pastor Paul Ivany, da Norval United Church, onde aconteceu o casamento, contou que aquela havia sido a mais profunda cerimônia que já realizou. "Os dois realmente cumpriram seus votos aos primeiros cônjuges 'Na saúde e na doença. Na alegria e na tristeza. Para amar e cuidar'", disse ele. "Agora, com toda a sabedoria que acumularam na vida, eles estavam prontos para dizer aqueles votos novamente. Não, com o emocionalismo ingênuo do amor jovem, mas com a profundidades de experiência vivida. Eles estavam dispostos a dizer aqueles votos novamente", finalizou.

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.