Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube
Atualidades

Casal que submetia filhos a constrangimentos no YouTube perde a guarda de dois deles

O canal DaddyOFive chegava a faturar 1 milhão de reais por ano com publicidade mostrando "pegadinhas" nas quais as crianças caíam

Um casal que postava vídeos no YouTube nos quais fazia pegadinhas com seus filhos se deu mal e perdeu a guarda de duas das cinco crianças. Mike e Heather Martin, de Maryland, nos Estados Unidos, mantinham o canal DaddyOFive (“pai de cinco”). Foi a mãe biológica das crianças, Rose Hall, quem recuperou a guarda de dois deles.

Num dos vídeos, o pai e a madrasta filmam a reação do caçula, Cody, de 9 anos, ao lhe contarem que ele seria adotado por outra família. Em outro, o casal destrói o Xbox do garoto com um martelo. Há ainda um vídeo em que o casal espalha tinta pelo chão do quarto do caçula e o xingam, responsabilizando-o pela bagunça.

Enfermeira joga recém-nascido junto com lençóis em cesto de roupa suja

Mike e Heather, no entanto, negaram que os vídeos sejam abusivos. Eles alegam que a maioria deles é falsa e que as pegadinhas seriam, na verdade, encenadas.

“Fiquei com o coração partido e perturbada ao ver meus filhos serem abusados”, disse Rose. Ela ficou com Cody e com Emma, de 12 anos. A investigação de abuso está em andamento.

Os vídeos postados pelo casal já foram apagados. Apenas um, um pedido de desculpas postado em 22 de abril, está disponível para acesso. O canal tem mais de 760 mil assinantes. Segundo a imprensa norte-americana, estima-se que o casal ganhava entre 200 mil e 350 mil dólares por ano – o equivalente a uma faixa entre 650 mil e 1,1 milhão de reais – com publicidade veiculada no DaddyOFive.

 

Com informações  de BBC.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também