Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

6 erros a serem evitados na criação de meninos

Quando você é pai ou mãe de meninos, isso traz algumas particularidades que devem ser consideradas na hora de educa-los

Apesar do esforço máximo dos pais para criar bem os filhos, uma hora ou outra eles vão cometer alguns erros e isso é completamente natural, afinal ninguém é perfeito. Com o passar do tempo e o crescimento das crianças, os pais vão percebendo o que poderiam ter feito diferente e muitos até se culpam por isso, mas esse não é o caminho. Muitos desses erros nascem, na verdade, de boas intenções – em outras palavras, os pais passam um pouco dos limites para superproteger os filhos e, simplesmente, acabam exagerando. E quando você é pai ou mãe de meninos, isso traz algumas particularidades que devem ser consideradas na hora de educa-los. Aqui estão alguns erros a serem evitados durante essa criação:

1. Esperar que ele pense como você

Você pode até querer que seu filho pense como você, mas, provavelmente, ele não vai. Os meninos enxergam e encaram os problemas de um ângulo totalmente diferente das meninas, por exemplo. E quando eles chegam no início da adolescência, é comum que fiquem mais reservados quanto a compartilhar seus sentimentos. Então, permita que ele tenha liberdade de encontrar a melhor maneira de compreender sua própria vida, mas mostre que estará próximo para guiá-lo quando necessário.

2. Colocar limites demais

Meninos realmente precisam de limites. Mas lembre-se que eles também têm um grande desejo de conhecer e desbravar o mundo ao seu redor, por isso é importante deixá-los livres para isso – dentro da razão, é claro. Então, enquanto eles ainda são jovens, deixem-nos explorar o mundo ao redor e à medida em que forem envelhecendo, permita que eles aprendam habilidades específicas para se relacionarem com aqueles que o cercam. Os limites devem ser impostos de maneira que eles possam refletir de forma sábia sobre os riscos a que estão expostos em cada situação.

3. Deixar que ele fique entediado

Meninos precisam de atividade. Se eles ficarem entediados, provavelmente vão recorrer aos eletrônicos e mesmo à televisão. Ou então, podem ficar ansiosos demais e acabar despejando toda sua energia reprimida brigando com seus irmãos, por exemplo. Você não precisa ser um gênio do entretenimento, mas tente dar a ele a oportunidade de desabafar e extravasar quando necessário – brincar com os amigos e fazer algum esporte pode ajudar muito.

4. Afirmar que “meninos são assim mesmo”

Sim, todos já sabem que algumas características diferenciam meninos de meninas. Porém, isso não é uma licença para que eles ajam de forma grosseira ou irresponsável. Bebidas alcoólicas, brigas e outros comportamentos inadequados para menores de idade não mostram “um menino sendo menino”, mas sim um menino agindo de forma muito imprudente. Portanto, mantenha suas exigências firmes em relação ao seu comportamento e deixe-o saber que você espera que ele aja como um homem e um cavalheiro. Lembre-se também que a ideia de que “meninos são assim mesmo” vem de uma percepção equivocada daquilo que é a verdadeira masculinidade. Encontre exemplos de verdadeira masculinidade e mostre a ele.

5. Evitar oferecer a ele atividades diferente daquelas com as quais ele tem afinidade 

Só porque seu filho prefere jogar futebol a visitar um museu, você não precisa evitar qualquer programa que possa tirar ele um pouco do seu próprio mundo. Apreciar uma boa música, ter contato com outros tipos de arte e ler livros interessantes são atividades fáceis e que podem também fazer parte da vida de seu filho. Todos os pais querem que seus filhos sejam bem desenvolvidos, então é essencial que você os exponha a um mundo além do futebol e dos videogames. Claro, não dá para garantir que eles vão gostar de todas essas atividades, mas a experiência irá ajudá-los a se relacionar melhor com os outros, a ter uma conversa mais agradável e um repertório vasto.

6. Fazer tudo por ele

É quase unânime: os pais acabam fazendo as coisas por seus filhos. Comida, lavar as roupas – e, antes disso, sair recolhendo-as pela casa –, tudo isso é normal até um certo ponto. O problema é que eles terão que aprender a se cuidar um dia, então é melhor que isso aconteça enquanto eles ainda estiverem em casa, para que os pais possam orientá-los. É muito importante que os meninos assumam mais responsabilidades.  Quando você faz coisas demais por seus filhos, acaba removendo uma via muito importante para o seu desenvolvimento.

Com informações de Susan Me

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também