Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Virtudes e Valores

3 maneiras de guardar a história de sua família

Guardar com carinho a história de sua família é uma forma de eternizá-la também no coração daqueles que encontrarão esse tesouro no futuro

Qual a importância de conhecer e guardar a história da nossa família? Para muitos, pode ser a oportunidade de compreender sua própria história de vida, suas características, seus sonhos e até seus traumas. Ter contato com o que nossos pais, avós e antepassados viveram é uma forma também de cultivar o perdão, a compaixão, a gratidão e a esperança de um futuro que vamos deixar para nossos descendentes.

Separamos três maneiras que podem te inspirar a guardar a história de sua família:

1 – Livros

Foto: Blog Serendipity
Foto: Blog Serendipity

Já pensou em ter um livro que reúna toda a história de sua mãe? Ou então de sua avó? A Editora Sextante lançou no Brasil em novembro do ano passado a série Tesouros de Família que apresenta aos leitores dois livros: “Mãe, me conta sua história” e “Vó, me conta sua história”. A ideia do primeiro livro surgiu quando a autora, a holandesa Elma Van Vliet, viu sua mãe adoecer e percebeu que ainda não havia feito a ela todas as perguntas que queria. Com a mensagem “Conecte. Compartilhe. Relembre”, os livros mostram a importância de se preservar a história daqueles que mais amamos, fazendo com que, de alguma forma, suas histórias se eternizem. O objetivo não é somente guardar essas histórias, mas fazer desse processo de escrita e diálogo, um momento especial que revela o tesouro que é ser família.

No livro “Mãe, me conta sua história?”, sua mãe irá se deparar com várias perguntas e tópicos que foram divididos em quatro partes: me fale sobre sua infância e sobre como você cresceu; me fale sobre o amor e sobre ser mãe; me fale sobre seus hobbies e me fale sobre quem você se tornou. Já no livro das avós, elas terão que responder perguntas que incentivam a reflexão sobre cinco situações: me fale sobre sua infância e sobre como você cresceu; me fale sobre o amor e sobre ser avó; me fale sobre seus hobbies; me fale sobre quem você se tornou e agora fale sobre nós dois.

A sugestão é que você dê esses livros de presente para sua mãe ou avó e, depois de preenchidos, peça-os de volta para poder ler, admirar, agradecer e, claro, guardar com carinho para que os futuros filhos e netos possam também conhecer um pouco da história de sua família. A série Tesouros de Família já alcançou mais de três milhões de pessoas em todo o mundo.

Claro, se você estiver realmente disposto a escrever a história de sua família, você também pode começar a fazer isso por conta própria, preparando suas próprias perguntas e entrevistando as pessoas de sua família. O ideal é que você prepare tudo com muita calma e carinho, pois uma história não pode ser contada e muito menos escrita às pressas. Faça pesquisas, pense nas entrevistas e programe-as, escolha o estilo de escrita, reúna todo o material que conseguir, escreva, revise e publique. Com toda certeza é o melhor presente que você poderia dar à sua família.

2 – Álbum de fotos

Ver fotos antigas de família é sempre um momento muito divertido e nostálgico. Mas, além disso, também é uma ótima maneira de preservar um pouco da história de uma família. Guardar fotos já é um costume bem comum em muitas casas – ou pelo menos era antes do advento das câmeras digitais e, hoje, dos smartphones –, mas se o seu objetivo for conservar lembranças de momentos vividos por sua família, você pode fazer dos álbuns de fotos um verdadeiro tesouro para o futuro.

25 retratos de família inspiradores que você vai querer copiar

Não basta simplesmente fazer uma seleção de fotos e guardá-las em uma caixa, dessa forma suas lembranças não aguentarão muito tempo. Invista na ideia de fazer disso uma herança familiar e siga algumas dicas importantes:

– Visite os familiares que possam ter fotos guardadas, principalmente os parentes de mais idade, e peça para ver as fotos enquanto escuta as histórias;

– Explique sua ideia e pergunte se você pode ficar com algumas fotos;

– Reúna desde as fotos mais antigas até as mais recentes e faça anotações simples no verso das fotos com o nome de quem está na foto, o local, ano e, se achar necessário, a ocasião (por exemplo: Vó Adélia e Vô Clemente, Campo Mourão, 1952, casamento da prima Esther). Use uma caneta apropriada e tome cuidado para não manchar as fotos;

– Compre um álbum (ou quantos forem necessários) de boa qualidade – de preferência que seja poliéster para não danificar as fotos – e personalize a capa com o sobrenome da família ou da forma que quiser;

– Organize as fotos no álbum em formato de uma linha do tempo (você pode escrever os anos e os acontecimentos nos espaços entre as fotos) ou então por temas (por exemplo: casamentos dos filhos, nascimentos dos netos, festas de aniversário, etc.). Seja criativo e deixe tudo com a cara de sua família;

– Guarde os álbuns em uma caixa, mas certifique-se de deixá-la sempre em um local arejado e protegido da luz. A umidade pode gerar fungos e danificar tanto a caixa quanto suas fotos, enquanto a luz do sol pode apagar e deformar as imagens;

Daqui alguns anos, seus descendentes podem viver uma bela experiência ao encontrar essa caixa!

3 – Árvore genealógica

Para quem quer ir mais a fundo na história de seus antepassados, montar a sua árvore genealógica é uma ótima opção. Aqui no Sempre Família, já demos dicas de 7 sites onde você pode montar a árvore de sua família. Através dessas plataformas, é possível encontrar informações como a região do mundo de onde surgiu sua família, quem foram os antepassados que vieram para o Brasil – e até mesmo em qual navio chegaram –, documentos de familiares, fotos, etc. Alguns sites oferecem também a opção de entrar em contato com pessoas que tem membros em comum com a sua árvore genealógica. É uma verdadeira viagem no tempo que você também pode guardar com carinho e mostrar aos seus filhos e netos no futuro.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também