Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Virtudes e Valores

7 sites para montar sua árvore genealógica

Já pensou em conhecer a origem de sua família e entender a história por trás de alguns costumes presentes em sua casa até hoje?

Descobrir a história de seus antepassados pode ser muito divertido. De onde vieram? Como chegaram ao Brasil? Que aparência tinham? Quais eram suas profissões? Todas essas respostas podem (ou não) ser encontradas com algumas horas de pesquisa – ou dias e meses, para aqueles que se apaixonarem pela emocionante busca genealógica. Foi o que aconteceu com o publicitário Adriano Quirino da Silva, de 24 anos, após iniciar uma pesquisa (apenas por curiosidade) em um desses sites com registros históricos. Ele encontrou uma infinidade de dados sobre sua família e até mesmo um livro no qual o seu nome estava registrado. “O livro foi escrito por um primo do meu avô, em 2003, e de alguma forma ele me registrou lá”, conta. “Fiquei em choque quando ‘folheei digitalmente’ o livro e encontrei todos meus primos, tios e pais lá” lembra o publicitário.

Ficou curioso? Então confira uma lista com os sites que podem te ajudar a montar sua árvore genealógica.

1. FamilySearch

Patrocinado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o FamilySearch se tornou um dos sites mais procurados por quem quer saber mais sobre a história de sua família. Com mais de 4 bilhões de registros históricos, o objetivo da organização é unir as famílias por gerações, pois acreditam que “conhecer os nossos antepassados nos ajuda a compreender melhor quem somos, cria um vínculo familiar, conecta o presente ao passado e constrói uma ponte para o futuro. ”
Por ser uma iniciativa sem fins lucrativos, a página oferece muitos serviços gratuitos, como captura de imagens para acrescentar nos registros, conversão digital (digitalização e armazenamento de imagens), cópias de arquivos e registros digitais de mais de 100 países, entre outros.
Com um sistema fácil de pesquisa, você consegue encontrar pessoas com sobrenome em comum, saber de qual região do mundo vieram (em que ano nasceram, etc), montar sua árvore com os dados que já possui, além de poder guardar – na aba “recordações” – fotos, histórias, documentos e áudios de sua família. Conheça mais sobre o site. 

 

2. MyHeritage

O MyHeritage também é um dos sites mais utilizados na busca de informações sobre familiares e antepassados. Apesar de não ter muitos recursos gratuitos, o site conta com mais de 9 bilhões de registros históricos. Logo ao abrir a página e fazer o cadastro, o próprio site lhe fará algumas perguntas que ajudarão a dar início à sua árvore. Digitando o sobrenome de sua família, você encontrará uma lista com registros de pessoas que têm o sobrenome em comum, mas somente na versão paga é possível acessar os registros completos.
O portal ainda oferece uma ferramenta especial, o Smart Matching, que permite localizar pessoas que têm uma árvore genealógica semelhante à sua. Para quem quer se aprofundar nas pesquisas, os planos custam a partir de R$23,18 por mês. Saiba mais no site. 

 

3. Ancestry

Segundo o próprio FamilySearch, dentre os sites comerciais de pesquisa de história da família, o Ancestry é o maior. É que ele conta com nada menos do que 20 bilhões de registros de 80 países e 80 milhões de árvores familiares com 8 bilhões de nomes. É quase impossível não encontrar nada sobre sua família lá. Criando uma conta no site, você terá acesso a registros históricos, censos, registros de imigração, de igrejas, registros militares, de nascimento, casamento e morte, bem como listas telefônicas municipais, inventários, naturalizações e inúmeros outros registros.
O site não está disponível em língua portuguesa, tem poucos recursos gratuitos, mas é parceiro do site FamilySearch, o que facilita o acesso aos dados. Conheça mais sobre o Ancestry. 

 

4.   Arquivo Nacional

O Arquivo Nacional é outra opção, principalmente para encontrar os registros de desembarque de navios no Brasil. “Dessa forma, consegui localizar o navio no qual meu antenato (o antepassado italiano) veio da Itália para o Brasil” conta Silva. Nas bases de dados do Arquivo Nacional, é possível acessar informações do Acervo Judiciário, da Entrada de Estrangeiros no Brasil, da Movimentação de Portugueses no Brasil (1808 – 1842), do Ofício de Notas da Cidade do Rio de Janeiro, do Processos do Supremo Tribunal Federal, do Supremo Tribunal da Justiça e da Casa da Suplicação, e da Biblioteca Maria Beatriz Nascimento (criada pelo regulamento do Arquivo do Império), entre outros. A pesquisa é gratuita. Acesse o site para mais informações. 

 

5. Geneanet

Assim como na maioria desses sites, o Geneanet permite fazer pesquisas sobre seus antepassados, comparar árvores genealógicas e também contribuir com o banco de dados. Ao preencher os dados de seus familiares mais próximos, o site já monta o início da sua árvore com um layout fácil de mexer, editar e pesquisar. Saiba mais no site. 

 

6. Genoom

O Genoom não é um site de pesquisa de dados, ele será útil somente para quem quer organizar de forma mais prática e bonita a sua árvore. Você pode inserir documentos, álbuns de fotos e até iniciar um bate-papo com seus familiares. Na versão gratuita, está disponível para o usuário um espaço de 5GB. Outras informações no site do Genoon.

 

7. Geni

Este site é muito parecido com uma rede social. Quando você insere os seus dados, ele cria um perfil, onde pode conferir suas atividades e pesquisas recentes, bem como receber mensagens e pedidos de alguém que talvez tenha familiares em comum. Ele oferece um banco de dados para pesquisa de informações e cria a sua árvore genealógica com um layout descomplicado. Conheça mais sobre o site.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também