Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Pais e filhos

Viajando com os amigos pela primeira vez: como lidar com esse momento na vida dos filhos

Para especialista, essa é a hora de deixar as atitudes superprotetoras de lado e testar a educação que eles receberam em casa

Se você tem filhos adolescentes ou que já chegaram aos 18 anos precisa estar preparado para uma situação que, mais cedo ou mais tarde, vai acontecer. Com o tempo, os passeios em família vão perdendo a graça para eles e é normal que, em algum momento da vida, queiram viajar só com os amigos e sem adultos por perto.

Educar exige liberdade e autoridade, mas qual o limite e diferença entre eles?

Em entrevista ao Hacer Família, a psicóloga Ana Jiménez diz que muitos pais ficam preocupados com a segurança dos filhos longe deles e o que estarão fazendo sem um adulto por perto – isso é normal. Ela indica, no entanto, que os pais aproveitem essa oportunidade para testarem se o filho aprendeu, ou não, o que ensinaram a ele ao longo da vida.

“Nessa situação, é aconselhável deixar de lado as atitudes superprotetoras e optar por testar a educação que as crianças receberam em casa”, aponta. “Pela primeira vez eles serão responsáveis ​​por suas ações e é essa auto-responsabilidade que marca a transição da adolescência para a idade adulta, essencial para o jovem enfrentar, com certas garantias de sucesso, a mudança para a universidade ou o mercado de trabalho”.

7 sinais de que você é uma mãe exagerada e superprotetora

Ao permitirem que os filhos viajem sozinhos, os pais demonstram que confiam neles, em sua maturidade e comportamento como adultos. Ana descreve essa viagem como o “fechamento de uma parte importante da vida dos adolescentes e abertura de um futuro que, às vezes, gera grande incerteza”. Por isso, é importante que eles sintam apoio, apesar do fato de que a primeira reação familiar geralmente é a negação.

Além disso, a experiência de estar em uma viagem onde precisarão decidir uma diversidade de coisas sozinhos, poderá ajudar seu filho com outras questões para o desenvolvimento dele na vida adulta:

Aprender a concordar

A viagem será com amigos e isso implica em um grupo de pessoas que precisam concordar. Datas de voo, destinos, acomodações, passeios e rotas são as principais questões a serem discutidas. Com isso, seu filho aprenderá a respeitar as decisões dos outros, dando abertura a diálogo e tendo a oportunidade de expressar suas opiniões e preferências.

Educação financeira

Comprar passagens, cotar hotéis, calcular os custos com alimentação e administrar o dinheiro que levaram para gastar pode ser uma boa lição para eles. Dessa forma, vão descobrir o custo de vida e aprender a valorizar o que eles tinham desde então.

Planejamento

Outro ponto importante é ajudá-.los a se preparar para a viagem, inclusive financeiramente. Com antecedência, eles podem fazer trabalhos remunerados que ajudem a aumentar o orçamento para o passeio, por exemplo.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

 

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também