Mão amiga

Para ajudar funcionários durante home office, empresa cria ambiente virtual para crianças

  • Por Lucian Haro
  • 27/07/2020 16:00
A ideia nasceu depois que uma pesquisa de clima organizacional sobre home office na pandemia
A ideia nasceu depois que uma pesquisa de clima organizacional sobre home office na pandemia| Foto: Divulgação/Tecnobank

Recém-contratada em uma empresa de logística, a gerente de compras Andrea Michalski passou por um “perrengue” até achar quem pudesse ficar com os filhos enquanto trabalha. “Meus pais são do grupo de risco [da Covid-19] e eu não tinha outra opção”, explica. O jeito foi buscar ajuda fora e pagar pelo serviço. “Contratei uma pessoa para ajudar em casa. Ela fica com eles das 9 horas às 16h30 para evitar os horários de pico”, diz.

Andrea conta que os filhos "morrem" de saudade dela e que, mesmo a 35 quilômetros de distância, faz o possível para estar "presente" na vida de João Antônio, de 15 anos, e de Ana Sofia, de 8, durante a semana. “Nós conversamos por chamada de vídeo todos os dias na hora do almoço e quando eu chego, falamos sobre o dia de cada um, as aulas online e as atividades. Eu fiquei 11 meses desempregada, precisava dessa oportunidade”, justifica.

Já para os pais que estão em home office, o desafio é outro: manter os filhos ocupados enquanto trabalham. Por isso – de olho na produtividade dos funcionários – algumas empresas têm investido tempo e dinheiro na criação de distrações para as crianças, como é o caso da Tecnobank, que oferece soluções tecnológicas e criou um ambiente virtual com opções de entretenimento só para elas.

“A iniciativa surgiu logo depois o início da pandemia. Percebemos que uma das dificuldades dos colaboradores era dividir a atenção com os filhos, já que as aulas também foram suspensas. Entre as alternativas para melhorar essa experiência do trabalho em casa, tivemos a ideia de criar o TBKids para oferecer conteúdo para os filhos dos funcionários”, afirma a diretora de RH da empresa, Michaela Vicare.

Segundo ela, entre os conteúdos disponíveis há sugestões de canais do Youtube, livros e vídeos divididos por faixa etária, lives de contação de histórias apresentadas por um grupo de teatro, além de indicações de atividades lúdicas elaboradas por uma equipe especializada em Educação Infantil. “Assim, os pais estão ocupando as crianças e não de qualquer forma, mas com conteúdo de qualidade, educativo e elaborado por especialistas”, sustenta Michaela.

Pesquisa

A intenção de criar o ambiente virtual infantil veio depois que uma pesquisa de clima organizacional sobre home office na pandemia confirmou que mais de 30% dos funcionários da empresa convivem com crianças de até 14 anos em casa e precisam dar atenção a elas, mesmo em momentos de trabalho. Com a iniciativa, a Tecnobank está conseguindo manter a produtividade próxima dos 100%.

Pai de uma menina de 7 anos, o gerente de operações, Tiago Romio, diz que trabalhar com a filha em casa ficou mais fácil com o auxílio da ferramenta. “Nesse novo mundo de home office, a Joana tem adorado os conteúdos disponibilizados pela empresa e eu ganho mais tempo para me concentrar nas atividades”, declara.

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.