Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
Virtudes e Valores

Professor adota aluno para mantê-lo em lista de espera de transplante

Damien precisa urgentemente de um novo rim e não conseguiu fazer o transplante até então, porque não tinha um lar para morar e alguém para oferecer todo o cuidado pós-cirúrgico

Quando o norte-americano Damien, de 13 anos, começou mais um ano letivo em um abrigo para menores na cidade de Denver, nos Estados Unidos, ele não esperava que antes mesmo do fim do ano, sua vida mudaria completamente, ao ganhar uma nova família para ajuda-lo a enfrentar uma doença rara chamada glomeruloesclerose segmentar (FSGS), um distúrbio renal que requer diálise 12 horas por dia.

Há alguns anos, o adolescente divide sua rotina entre o hospital, a escola e o lar, mas não imaginava que em algum momento precisaria interromper as ida às aulas, por causa do problema de saúde. Quando ele começou a estudar na AXL Academy, resolveu contar ao seu professor de matemática, Finn Lanning, que não poderia frequentar mais suas aulas devido ao tratamento intenso do distúrbio. O professor não só foi compreensível com a situação como surpreendeu o garoto com um ato de generosidade que comoveu toda a comunidade loca.

“Ela é minha menina”, diz enfermeira que adotou idosa com câncer abandonada pela família

Por conta dessa condição, Damien precisa urgentemente de um novo rim e, mesmo tendo chegado ao topo da lista de espera para um transplante algumas vezes, ele não conseguia realizar o procedimento, porque não tinha um lar para morar e alguém para oferecer todo cuidado necessário pós-cirúrgico.

O adolescente também já teve que morar em um hospital por vários meses até encontrar um abrigo para atender suas necessidades médicas, o que não foi nada fácil. Por isso ele já passou por várias instituições durante a vida e não encontrou uma que lhe desse o cuidado necessário arrastando por meses o tratamento.

Diante desse histórico, Lanning ficou sensibilizado e iniciou o processo de adoção, que passa por um período de acolhimento. Além disso, o professor passou a acompanhar Damien às consultas médicas e o ajudando com as tarefas escolares.

Solidariedade

Apesar dos obstáculos, Lanning afirma que sua prioridade é fornecer moradia estável ao menino para que ele possa receber seu novo rim e adotá-lo em seguida. “Há alguns meses, Damien está morando comigo, fazendo as atividades da escola e recentemente voltou ao topo da lista de transplantes de rim”, contou o professor à revista Rare.

Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

A condição de Damien também exige que o garoto mantenha uma dieta muito restritiva, o que impôs um encargo financeiro inesperado ao professor. “Nosso gasto com alimentos varia entre US$ 200 e US$ 300 por semana”, explica Lanning no site de vaquinha virtual GoFundMe, criado por alguns amigos para ajudá-lo. O valor arrecadado já chegou a US$ 80 mil. Ainda, alguns professores doaram uma boa quantia em dinheiro para auxilia-lo nessa nova etapa e a comunidade local doou móveis de quarto e roupas e já levantaram mais de até o momento.

“Damien é um garoto inteligente, engraçado e resiliente que está em um orfanato desde pequeno. Estou comprometido em não ser outro adulto que o decepcione”, reforça o professor. “Embora eu não tenha dúvida de que isso será muito desafiador, minha experiência em trabalhar com essa faixa etária me capacitou de maneira única a lidar com alguns desses desafios típicos de cuidar de um pré-adolescente. E a ajuda que estou recebendo tem sido providencial”, conclui.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também