Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: L'Osservatore Romano
Foto: L'Osservatore Romano
Religião

Papa Francisco autoriza debate sobre possibilidade de homens casados virarem padres

Celibato deixaria de ser exigido em regiões com escassez de padres, como na Amazônia

A pedido do cardeal brasileiro dom Claudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, o papa Francisco autorizou o debate em torno da possibilidade de se ordenar homens casados para o sacerdócio, ao menos em regiões remotas com escassez de padres, como na região amazônica. A informação, ainda não confirmada pelo Vaticano, foi publicada pelo jornal italiano Il Mensaggero.

A proposta defendida por Hummes, que hoje é presidente da Comissão Episcopal da Amazônia, órgão da CNBB,  é a de que homens atuantes em suas comunidades possam assumir a direção de uma paróquia e administrar sacramentos, sendo liberados do celibato. A opção é chamada no meio católico como viri probati (homens provados) e o tema provavelmente estará na pauta do recém anunciado Sínodo Pan-Amazônico, convocado para 2019, e que deve reunir bispos dos países da região amazônica.

Missionários brasileiros levam fé e serviços sociais a país africano que não tem nem energia elétrica

A notícia de Il Mensaggero confirma a tendência revelada pelo próprio Francisco em março desse ano, quando disse em entrevista ao jornal alemão Die Zeit que era preciso “refletir se os viri probati são uma possibilidade”. Na ocasião, o papa justificou que “a Igreja precisa sempre reconhecer o momento certo em que o Espírito Santo pede algo”. Apesar disso, o pontífice também afirmou que tornar o celibato opcional “não é uma solução”, mas a questão da falta de padres deve ser afrontada “sem medo”.

Em 2014, dom Erwin Kräutler, bispo emérito da Prelazia do Xingu, no Pará, disse que havia conversado em privado com Francisco sobre a ordenação de viri probati e que o papa lhe teria dito que as conferências episcopais deveriam fazer propostas concretas a esse respeito. Na Prelazia do Xingu, que tem 354 mil km² – quase o tamanho da Alemanha – e 700 mil fiéis distribuídos em 800 comunidades, há apenas 27 sacerdotes. No Brasil há mais de 70 mil comunidades que, por falta de padres, não têm missa todos os domingos.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

19 Comentários
  1. ,,,,,,,homens separados serem padres? não estão em acordo com a santa igreja, separado é o mesmo que divorciado, a igreja(bíblia) não é a favor do divorcio,,se por ventura terem o casamento como nulo ai sim há a possibilidade, se viúvo tem todas as possibilidades sim, mas a fidelidade com o que é de Deus é o ponto máximo de tudo.

  2. Alguém ai já leu a BÍBLIA?, Onde está escrito que sacerdotes, (independente de padre, pastor, macumbeiro, sendo aquele que fale em nome do Senhor Jesus), não pode se casar? Se me mostrarem acredito, senão…. Viva a pederastria, e pedofilia, sorry

  3. Seria como liberar a bigamia. Quem é casado sabe que a dedicação necessária à família é incompatível com a dedicação necessária para ao sacerdócio, quem acredita que poderia fazer os dois é que fará ainda pior. “32. Quisera ver-vos livres de toda preocupação. O solteiro cuida das coisas que são do Senhor, de como agradar ao Senhor. 33. O casado preocupa-se com as coisas do mundo, procurando agradar à sua esposa.”
    I Coríntios, 7

  4. Entrando JESUS na casa de Simão (Pedro), viu a sogra deste que estava de cama e com febre. Logo lhe tocou a mão e a febre a deixou. Ela se levantou e pôs-se a servi-LO”. (Mt 8,14-15) já estava na hora do papa arrumar esse erro…. o 1 papa era casado…nas cartas aos Coríntios também fala da necessidade das esposas acompanhar seus maridos nas missões e cita o exemplo de Pedro…dizer que isso é heresia é não conhecer a própria religião que segue… são os papagaios que só repetem o que os outros falam Paulo recomenda que quem consegue ficar só que fique senão….case..o celibato surgido por conta da devassidão do Papa Alexandre..Rodrigo Bórgia…que transformou o Vaticano num bordel…LEIAM PESQUISEM ANTES DE FALAREM BOST….

  5. Esta possibilidade já existe em casos especiais de homens casados e desligados da família por serem viúvos ou separados, podendo serem diáconos e depois serem ordenados sacerdotes. O estudo em pauta poderia alargar esta situação para os Casados, um bom passo para futuramente liberarem os já sacerdotes ao Casamento. Parabéns ao Dom Claudio Hummes e à comunidade católica.

  6. Acho que padre não tem que casar. Dedicação total a igreja, a comunidade e a obra e não ter que assumir esposa, filhos e compromissos. Que casar não vire padre, vire diacono, vire pastor, vire teólogo e ajude na igreja mas não vire padre pois é padre é consagrado.
    E quem não é católico que não de palpite e vá procurar a sua turma.

Leia também