Confiança

7 coisas que acontecem quando você quebra as promessas que faz aos filhos

  • Por Equipe Sempre Família
  • 14/11/2020 07:50
Confira uma lista com sete coisas que acontecem quando quebramos promessas feitas aos filhos.
A decepção passageira não é o único efeito negativo quando quebramos uma promessa feita às crianças.| Foto: Bigstock

Normalmente fazer pequenas promessas aos filhos, mas não cumprir, parece atitude boba, algo que não causa prejuízos. Até porque, geralmente não envolve questões muito relevantes. São coisas como prometer um sorvete depois da escola ou ler uma história com eles antes de dormir.

Siga o Sempre Família no Instagram!

Só que aí a correria faz outras prioridades adiarem os planos com os pequenos. Ou às vezes o simples esquecimento não permite que o combinado aconteça. Mas, ainda que a situação venha acompanhada de um pedido de desculpas, ela muitas vezes entristece as crianças que, de imediato, nem sabem expressar o desapontamento.

E essa decepção passageira não é o único efeito negativo quando quebramos uma promessa feita às crianças. Nossas palavras têm muito poder. Confira uma lista com sete coisas que acontecem quando quebramos promessas feitas aos filhos.

  1. Eles aprendem a não confiar: se você não é confiável com pequenas atitudes, como eles podem esperar algo mais sério de você? E eles ainda podem estender essa desconfiança a outras pessoas próximas.
  2. Eles ficam desapontados: ninguém está livre de decepções na vida, mas se você pode minimizar algumas ou até evita-la, por que não? Manter a palavra é uma boa forma de fazer isso.
  3. Eles se sentem menosprezados: nada pior do que as crianças perceberem que você cumpre com a palavra quando promete algo a alguém, mas não quando se compromete com elas. Abrir mão de alguma coisa para estar com seu filho é uma maneira de dizer que ele é muito importante pra você.
  4. Eles perdem o respeito por você: não cumprir uma promessa demonstra falta de integridade. Quem faz isso com frequência, consequentemente, não será respeitado.
  5. Eles crescem achando normal não cumprir promessas: se você não quer que seu filho deixe de cumprir os compromissos que assume na vida, não deixe de cumprir a própria palavra com ele. Quem cresce nesse meio, achará normal agir assim.
  6. Eles precisam de uma explicação: se a promessa não é cumprida por um motivo importante, explique. Conversar é o melhor caminho para se desculpar. Seja qual for o motivo, deixe claro que não foi intencional e reitere como aquele momento teria relevância na vida da família. Se possível, combine novamente e dessa vez, não deixe nada atrapalhar os planos.
  7. Não deixe de pedir perdão: sempre que frustrar a expectativa das crianças, depois de se justificar, se desculpe. Em vários casos isso alivia a ansiedade. Pedir perdão é uma verdadeira lição de vida para quem pede e para quem ouve.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.