Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Facebook/Alaska State Troopers
Facebook/Alaska State Troopers
Virtudes e Valores

Menina de 12 anos salva mãe que teve apagão enquanto dirigia

Apesar de assustada, Melaniah Andrade manteve a calma, ligou para a emergência e seguiu todas as instruções necessárias para salvar a vida das duas

Melaniah Andrade ainda não tem idade para dirigir, mas precisou de muita coragem para conseguir controlar e estacionar o carro em que estava com sua mãe na noite do último dia 29 de setembro, na cidade de Wasilla, no Alaska.

As duas estavam fazendo compras em uma loja de departamento da cidade quando a menina, de apenas 12 anos, percebeu que sua mãe, Nicole Johnson, de 42, estava “fora de si”. “Ela estava pegando coisas aleatórias e colocando-as no carrinho”, contou Melaniah em entrevista ao site Yahoo Lifestyle. “Fiquei perguntando o porquê e ela não me contava”.

Facebook/Alaska State Troopers
Facebook/Alaska State Troopers

Quando Melaniah e Nicole voltaram para o estacionamento para pegar o carro e voltar para casa, a garota já estava com medo do que poderia acontecer. “Minha mãe ficou olhando para o nada e não falava comigo”. Segundo a menina, Nicole começou a dirigir e, de repente, começou a chamá-la de “mãe”. Assustada, Melaniah ligou rapidamente para a emergência pedindo ajuda.

Nicole estava tendo uma crise de ausência. Segundo Gustavo Franklin, neurologista da Paraná Clínicas, nesse tipo de crise, a pessoa perde a consciência, mas não chega a desmaiar. “Ela mantém a atividade dos músculos e acaba tendo um comportamento automático”, explica Franklin. E foi exatamente isso que a mãe de Melaniah relatou depois do episódio. “Eu estava no piloto automático e não estava processando nada”, conta Nicole.

“Sinto que fiz um bom trabalho”

“Não tenho certeza do que está acontecendo”, disse a menina chorando na ligação que, depois, foi obtida pela KTUU, emissora de notícias local. Seguindo as instruções do operador, Melaniah acendeu as luzes de alerta e, em seguida, sua mãe entrou em uma rua sem saída, acelerando em direção a uma árvore. Felizmente, o carro bateu apenas em um pedaço de grama. Foi quando a garota tirou o pé de sua mãe do pedal, estacionou o carro e removeu as chaves da ignição.

Facebook/Alaska State Troopers
Facebook/Alaska State Troopers

Depois de ter sido atendida, Nicole ficou hospitalizada por três noites e, quando soube de tudo, se sentiu culpada, mas, ao mesmo tempo, orgulhosa de sua filha pela maneira incrível com que lidou com a situação. “Eu vejo que ela é muito madura e isso me deixa extremamente orgulhosa”, disse a mãe.

Alguns dias depois, a Polícia de Wasilla e as tropas estaduais do Alasca deram a Melaniah um prêmio de heroísmo por sua bravura. A garota recebeu uma placa que a parabenizava por seus “esforços extraordinários (…) em que você ligou para o 911 por uma emergência médica enquanto permanecia calma”, dizia a placa. “Sinto que fiz um bom trabalho”, afirma Melaniah.

***

Recomendamos também:

***

Acompanhe-nos nas redes sociais: Facebook Twitter | YouTube

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também