Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: reprodução/YouTube
Foto: reprodução/YouTube
Educação dos filhos

Menina de 10 anos evita sequestro pedindo “senha da família” ao homem que a abordou

Sua mãe havia combinado com ela uma palavra secreta que devia ser usada em ocasiões como essa

Uma garota de 10 anos surpreendeu a polícia pela estratégia que empregou ao se ver ameaçada. Maddison Raines caminhava com uma amiga perto de um parque quando uma pick-up branca encostou perto delas. O motorista, mantendo o rosto fora da visão das garotas, disse a Maddison que o irmão dela tinha sofrido um acidente sério e ele tinha vindo buscá-la. A menina imediatamente perguntou ao estranho qual era a “senha da família”.

O suspeito, não sabendo a senha, suspendeu o plano e imediatamente foi embora. Maddison e sua amiga correram para casa e contaram à avó da garota o que tinha acontecido. “Ele meio que congelou e foi embora”, contou Maddison, que vive no Arizona, ao programa Good Morning America. “Eu estava assustada, porque se eu tivesse entrado no carro, sei lá o que ele iria fazer comigo”.

Desconhecida salva menina de sequestro ao fingir ser sua mãe

Não foi, porém, a menina quem inventou a tática: a sua família, de fato, tinha acabado de implementar o uso de uma senha para situações de perigo. “Com isso, Maddison pode mostrar a outras crianças que é bom fazer essa pergunta, porque nem todo mundo é seu amigo. Acho que crianças reagem melhor a outras crianças. Assim elas podem entender que podem ser corajosas e inteligentes e fugir dessas situações”, conta a mãe da menina, Brenda James.

“As nossas crianças sabem quem pode buscá-las e quem não pode, mas sempre existem aquelas situações especiais em que podemos precisar de alguém que elas não conheçam tão bem. Por isso, criamos uma senha”, explica Brenda. Em um post no Facebook, a polícia local destacou o episódio. “Parabéns aos pais da criança por ter uma senha e por conversar com seus filhos sobre perigos relacionados a estranhos”, declarou o xerife Mark Lamb.

Assista à reportagem da ABC News sobre o caso (em inglês):

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

1 Comentário
  1. De fato todas as famílias deveriam combinar uma senha, uma frase, uma palavra! – Conheço um caso aqui em Curitiba em que tentaram o conhecido ‘sequestro relâmpago’. Ligando à família diziam que o filho sofreu um acidente e colocaram a suposta voz do filho chorrando e confirmando o acidente. O Pai pensou ter reconhecido a voz do filho, por estar em estado de choque, mas solicitou ao filho que falasse a SENHA!… Acabou ali o golpe.

Leia também