Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

5 maneiras de combater a apatia no seu casamento

Alguns hábitos adquiridos com o tempo podem fazer com que a vida conjugal seja tomada pela apatia, mas através do esforço de cada um é possível retomar a alegria

É fim do dia e o casal chega em casa após um dia longo de trabalho, sentam-se para jantar, mas não há muitas coisas para contar. Depois de colocarem as crianças na cama e guardarem os brinquedos no lugar, vão para o sofá e, em uma tentativa de aproximação, trocam algumas poucas palavras, mas os olhares estão distantes e os pensamentos de cada um, em suas preocupações pessoais. Ao mesmo tempo, diante da frieza do outro, pensam: “Eu não mais interessante o suficiente para ele (a) me querer”. Eles trocam um “eu te amo” com um beijo insincero e separam-se até o dia seguinte. A apatia acabou com toda a alegria da vida conjugal.

Se você está se sentindo apático em seu casamento, isso certamente tem solução. A relação com seu cônjuge pode sim ser rejuvenescida se vocês decidirem realmente lutar por isso. Através do esforço de cada um, a apatia pode ser vencida e a alegria que um dia vocês sentiram tomará conta da casa novamente. Você está disposto a lutar pelo seu casamento e por sua família? Então, aqui estão 5 maneiras de combater a apatia:

1. Encontre o problema

Quais são os maus hábitos que vocês adquiriram com o tempo? Como você está se comunicando? Quais são seus pensamentos quando você pensa no seu parceiro? O que você acha que ele sente por você? Identifique quais foram as atitudes que fizeram com que vocês deixassem a apatia tomar conta do seu casamento.

2. Se reconecte com o seu cônjuge

Dependendo da gravidade da sua situação, uma terapia de casal ou a assistência em algum grupo religioso que o casal participe pode ser necessária. Diga ao outro como você está se sentindo. Seja sincero, mas evite a sensibilidade exagerada e nem coloque a culpa no outro. Basta dizer como você está vendo o seu casamento. Isso estabelecerá o ponto inicial de onde a solução pode começar.

3. Tome iniciativa

Organize oportunidades. Planeje o cronograma da família incluindo horários para atividades só entre você e seu parceiro. Se isso significa não poder levar o seu filho para o futebol ou a filha caçula para a aula de balé, que assim seja. Seus filhos querem pais felizes. Comece a namorar seu cônjuge novamente. Volte a ser gentil com o outro. Lembra da época em que você morria de medo dele (a) ter uma má impressão de você? Redescubra aquela pessoa dentro de você que um dia fez um esforço sincero para estar ao lado de quem ama. É provável que o seu parceiro responda do mesmo jeito.

4. Volte a sonhar junto

Qual é o seu maior sonho para sua família? Onde vocês querem estar daqui alguns anos? Construa um sonho junto com as pessoas que você ama e trabalhe para a realização dele. Lembre-se que muito mais do que bens materiais, o que faz uma família ser verdadeiramente feliz é o amor que os une, a alegria, o compromisso, a doação. Planeje viagens, sonhe com uma casa maior, mas dedique o seu maior esforço nas atitudes de amor com a sua família.

5. Entenda que o casamento exige sacrifícios pelo outro

Ao verem casais celebrando 50 ou até 70 anos de casamento, todos ficam admirados. Você consegue imaginar as brigas que eles já tiveram? Os sonhos que nunca se realizaram e as situações inesperadas que aconteceram? Um casamento feliz e duradouro não é sinônimo de um casamento fácil. Pelo contrário, os sacríficos e as dificuldades fazem parte da relação daqueles se amam verdadeiramente. Sem eles, tudo se torna apático, sem sabor. Compreender isso é um grande passo para a felicidade no casamento.

 

Com informações de All Pro Dad

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também