Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Commons
Commons
Entretenimento

Letitia Wright, a Shuri de “Pantera Negra”: “Me apaixonei por Jesus”

Quando mergulhou na descoberta de sua fé, a atriz de 24 anos quase abandonou a carreira: “Eu havia feito dela um ídolo”, diz.

Pantera Negra, o novo filme da Marvel que está em cartaz nos cinemas, já é um enorme sucesso, faturando mais de 763,4 milhões de dólares até o fim de fevereiro. Talvez você também já tenha assistido ao filme, mas uma coisa que você provavelmente não sabe é que a atriz Letitia Wright, que interpreta Shuri, a irmã de T’Challa, poderia não ter assumido o papel devido a uma pausa na carreira para encontrar na fé o sentido de sua vida.

“Eu precisava dar um tempo na carreira, porque eu realmente havia feito dela um ídolo. Então eu a abandonei e ingressei em uma jornada para descobrir o meu relacionamento com Deus – e me tornei cristã”, contou Letitia ao programa britânico This Morning. “Isso me deu interiormente muito amor e muita luz. Eu me senti segura. É como se eu não precisasse da validação de ninguém ou de conseguir um papel. A minha felicidade não depende disso, e sim da minha relação com Deus”.

Chris Pratt, o astro de Guardiões da Galáxia, conta como se tornou cristão

“Não sou perfeita. Como cristã, você nunca é perfeita. Você trabalha todo dia, tentando permanecer conectada”, disse a atriz de 24 anos. Nascida na Guiana, Letitia deve voltar ao papel em Vingadores: Guerra Infinita, que estreia em abril, e se destacou também como a protagonista do episódio Black Museum, da série Black Mirror.

À Vanity Fair, Letitia disse que se prepara para cada cena com a oração. Ela se aproximou da fé cristã ao participar de um grupo de estudo bíblico formado por atores de Londres junto com seu colega Malachi Kirby, que também atuou em Black Mirror. Imersa na descoberta da fé, ela recusou na época um papel no filme How to Talk to Girls at Parties, estrelado por Nicole Kidman e Elle Fanning.

“Onde quer que eu vá, onde quer que ele me leve, é ali que preciso espalhar o amor de Deus”, disse Letitia em 2006 à Premier Gospel. “Porque as almas das pessoas estão morrendo. A minha alma estava morrendo e ele me salvou. Não posso guardar isso para mim. Me apaixonei por Jesus e continuo apaixonada”.

***

Recomendamos também:

****

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também