Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução: Youtube/
Caught In Providence
Reprodução: Youtube/ Caught In Providence
Virtudes e Valores

Juiz perdoa multa de trânsito de idoso de 96 anos que levava filho de 63 ao médico

Comovido com a dedicação do idoso, o juiz não esperou mais explicações para decidir encerrar o caso e perdoar a multa

O juiz do Tribunal Municipal da cidade de Providence, capital do estado norte-americano de Rhode Island, deparou-se, no último dia 28 de julho, com um caso que comoveu o público que acompanha seu trabalho judicial no programa de televisão Caught in Providence (“Pego em Providência”, em um trocadilho com o nome da cidade). O magistrado Francesco Caprio ficou conhecido por julgar de forma justa e sensível alguns pequenos delitos ocorridos em sua cidade.

Desta vez, o acusado era o aposentado Victor Coella, de 96 anos, que se apresentou na sala de audiência para ser julgado por excesso de velocidade em uma zona escolar. Acontece que, ao se defender, o idoso explicou ao juiz que dirige raramente e que sempre está dentro dos limites de velocidade, porém, no dia em que foi multado, ele estava preocupado com algo mais importante.

Anjo da guarda: rapaz conforta idosa de 96 anos assustada em avião

“Estava indo para fazer os exames de sangue do meu filho. Ele é deficiente motor”, disse Coella. “Eu o levo para fazer essas análises a cada 15 dias porque ele tem câncer”, explicou emocionado. Durante sua defesa, Coella também contou que seu filho tem 63 anos e que continua cuidando dele.

Comovido com a dedicação do idoso, o juiz não esperou mais explicações. “Você é um bom homem. Está aqui com 90 anos e continua cuidando de sua família. É algo maravilhoso que você faz”, elogiou Caprio. Ele ainda aproveitou para fazer uma brincadeira envolvendo seu próprio filho que estava assistindo ao julgamento ali no tribunal: “Agora ele vai me cobrar dizendo que quando eu tiver 90 anos ainda precisarei levá-lo aos lugares. Você colocou muita pressão sobre mim”.

Caprio então decidiu concluir o caso e perdoar a multa. “Desejo tudo de melhor para você e seu filho e que espero que o senhor tenha muita saúde ainda. Seu caso está encerrado”, decretou Caprio.

Veja o vídeo (ative as legendas):

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também