Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Humble Design/Reprodução
Humble Design/Reprodução
Virtudes e Valores

Garoto de 8 anos ganha quarto decorado após 6 anos nas ruas – e a reação dele vai te emocionar

Desde que sua mãe perdeu o emprego, ele viveu nas ruas, de abrigo em abrigo, e nunca teve uma cama para chamar de sua.

Daeyers é um garoto de 8 anos que vive em Detroit, nos Estados Unidos. Desde que a sua mãe, Dionna, perdeu o emprego, quando Daeyers tinha 2 anos, os dois passaram a viver como sem-teto, rumando de abrigo em abrigo. Mas em novembro de 2017 eles finalmente foram aceitos no programa habitacional do estado de Michigan e se mudaram para o seu novo lar.

A casa, porém, veio sem móvel algum e Dionna não tinha dinheiro para comprar mais do que duas cadeiras bem simples. Daeyers e sua mãe dormiam no chão, com alguns cobertores. Foi aí que a ONG Humble Design entrou na vida deles. A organização fornece móveis e toda a decoração para casos como o de Daeyers e Dionna, que finalmente conseguiram um teto depois de anos na rua.

Casal se separa uma semana antes de se casar e deixa a festa para 150 sem-teto

Em 20 de dezembro, eles finalmente tiveram seu grande presente de Natal. O quanto aquilo fez a diferença na vida dos dois – e na vida das mais de 850 famílias que a ONG já ajudou – pode ser resumido na frase que o garoto solta ao entrar na sala de jantar: “Uau! Uma mesa!”

Na sala, havia até uma árvore de Natal com alguns presentes. Mas a grande surpresa de Daeyers – que nunca teve uma cama para chamar de sua – foi o seu quarto. Ele foi orientado a fechar os olhos ao entrar no cômodo. E a sua reação foi comovente. Assista:

Ao abrir os olhos, o garoto não escondeu a alegria. Depois de um momento de espanto, caiu no choro e se refugiou nos braços da mãe. O quarto estava completinho: uma bela roupa de cama, escrivaninha, brinquedos, quadros e material de desenho.

Agora Dionna planeja estudar para ser enfermeira. “Ver o quanto ter uma cama e o seu próprio quarto significa para Daeyers me fez perceber o que é importante na vida e me fez ser grato por tudo que tenho”, disse Tregar Strasberg, o fundador da ONG. “Ele estava muito animado por ter ganho seu próprio quarto, mas também encantado pelo que isso realmente significava para ele depois de tudo o que passou: ter um lugar para estar e simplesmente ser uma criança normal sem preocupações”.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

 

Leia também