Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Defesa da Vida

“Dor imensa”: Nicole Kidman fala do trauma de ter perdido dois filhos por aborto espontâneo

 “Não se fala tanto quanto se deve sobre as perdas por aborto espontâneo”, disse a atriz, que só conseguiu ter a primeira filha biológica aos 41 anos.

São poucas as estrelas de Hollywood que se atrevem a falar de suas experiências pessoais, sobretudo quando são traumáticas. Mas foi o que fez Nicole Kidman, que em uma entrevista à revista Tatler falou sobre os piores episódios da sua vida: a perda de dois filhos por aborto espontâneo.

nicole-kidman-in-tatler-magazine-july-2018-issue-6A primeira perda aconteceu em 1990, quando ela tinha 23 anos e estava casada com o ator Tom Cruise. Eles desejavam ter um filho e ela engravidou, mas o casal acabou descobrindo que se tratava de uma gravidez ectópica – quando o embrião se desenvolve fora do útero, geralmente nas trompas de Falópio. A ocorrência acaba gerando abundantes sangramentos.

“Não se fala tanto quanto se deve sobre as perdas por aborto espontâneo. É uma dor imensa para muitas mulheres”, disse a atriz australiana, que completa 51 anos este mês. “É um tema tabu na sociedade”. Apesar da perda, Kidman e Cruise construíram uma família adotando dois filhos, Isabella e Anthony. “

Vencedora do Oscar de melhor atriz de 2003, por sua atuação em As Horas, em que interpretou a escritora Virginia Woolf, Kidman teve outro aborto espontâneo em 2001, pouco antes de se separar de Cruise. A primeira filha biológica veio apenas aos 41 anos, em 2008, em seu segundo casamento, com o músico Keith Urban. Dois anos depois, o casal teve mais uma filha.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também