Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Educação dos filhos

Como saber quando é hora de dizer não aos filhos

Dizer não é fundamental para a boa disciplina dos filhos, mas é preciso que a negativa faça sentido para eles

Apesar de nem todos praticarem, pais e mães sabem que dizer não é fundamental para criar os filhos com disciplina, caráter e discernimento. O não também faz parte do cuidado e proteção que qualquer bom pai quer oferecer ao seu filho, afinal, pela própria saúde e segurança das crianças, é essencial que elas não façam tudo o que querem.

Por outro lado, em algumas famílias essa recusa se tornou um hábito tão automático que o não escapa antes mesmo das crianças terminarem a frase. Isso faz com que elas nem tenham tempo de compreender o motivo pelo qual seu pedido foi negado. Embora dizer não seja importante, nem sempre há uma boa razão para dizê-lo. Em certas situações, também é necessário que os pais saibam dizer sim.

Então, da próxima vez que seus filhos chegarem até você com inúmeros pedidos a respeito de coisas que eles querem fazer, pense nessas três perguntas como orientações práticas, para saber se é a hora certa de dizer não:

1. É algo antiético?

O que você permite ou não que seus filhos façam sempre deve, antes de mais nada, estar de acordo com os seus valores familiares. Seus filhos precisam entender o que você defende e o que acredita ser certo e errado. Ou seja, quando ele quiser mentir, xingar, se vingar de alguém ou simplesmente quiser fazer algo contrário a qualquer um de seus valores, não tenha dúvida: a resposta deve ser sempre não.

5 dicas práticas para ensinar sobre limites aos filhos

Muitos pais justificam deixar os filhos participarem de práticas incorretas ao adotar a seguinte mentalidade: “Bem, é melhor deixar ele fazer isso porque ele poderia estar pedindo coisas muito piores”. Nunca justifique o comportamento errado simplesmente porque é um mal menor do que qualquer outra coisa. Para isso, tenha valores claramente definidos em sua casa, isso ajudará você e seus filhos na hora de tomar qualquer decisão.

2. Isso é imprudente?

Haverá momentos em que seu filho lhe pedirá algo que não parece errado, mas que pode não ser o melhor para ele naquele momento. Ser convidado para dormir na casa de um amiguinho da escola, por exemplo, é algo super comum, mas se você não conhece bem a família desse amigo, deixar ele ir não é uma boa decisão. Ou então, o simples fato de seu filho querer ganhar um bichinho de estimação, não significa que ele tenha idade suficiente ou seja responsável o bastante para cuidar de um.

Quando os filhos procuram os pais para pedir algo, é sempre uma ótima oportunidade de ensiná-los a usar sabedoria em suas escolhas. Às vezes, isso significa ter que fazer a escolha por eles. Mas em outros momentos, é importante deixá-los fazer suas próprias escolhas e aprender com elas, mesmo que sejam erradas.

3. É nocivo?

Se você tem crianças pequenas em casa, muito provavelmente boa parte dos pedidos que ouve é para que os deixe comer doces e outras porcarias fora de hora. E por que a resposta dos pais para esses pedidos é quase sempre um não? Porque os pais, intuitivamente, sabem que são responsáveis ​​pela saúde e pelo bem-estar de seus filhos.

5 mudanças de atitude de atitude que reduzem drasticamente as birras dos filhos

Algumas das escolhas mais importantes da vida dizem respeito ao que fazemos com o nosso corpo e ao que colocamos nele, por isso é tão importante que os pais ajudem seus filhos a desenvolverem hábitos saudáveis enquanto ainda são jovens. Eles podem reclamar agora, mas um dia irão agradecer.

Mesmo depois de pensar nessas três perguntas para decidir se é o momento de dizer não, ainda haverá muitos outros momentos em que você saberá que aquela situação não é o melhor para seu filho e nem sempre terá como explicar isso a ele. Nesses momentos, apenas diga: “Eu não espero que você entenda isso, mas eu amo você e você vai ter que confiar em mim”. Qualquer bom pai ou mãe adora poder dizer sim a seus filhos quando podem. Mas ser capaz de dizer sim para a alegria de seu filho também exige que você saiba quando é a hora de dizer não para seu próprio bem.

 

Com informações de All Pro Dad

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também