Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

Como potencializar as melhores características na personalidade dos filhos, segundo Harvard

A presidente da universidade mais renomada dos Estados Unidos dá dicas aos pais que querem ver seus filhos desenvolvendo o melhor que possuem

Cada pessoa tem suas próprias características e isso a faz ser única. Essas diferenças é que definem a nossa personalidade e fazem com cada pessoa seja mais ou menos interessante aos olhos daqueles que a rodeiam. Saber potencializar os melhores detalhes em uma personalidade pode abrir muitas portas tanto em grupos sociais quanto em ambientes profissionais.

Estudiosos do assunto destacam que esse lapidar de algumas características pode começar quando as crianças ainda são pequenas e estão construindo sua personalidade. Mas, como os pais podem ser efetivos nessa tarefa? A historiadora Drew Gilpin Faust, presidente da Universidade de Harvard, citou dois pontos que são, para ela, a chave para conquistar esse objetivo. Ela falou sobre isso durante sua participação no Festival de Ideias de Aspen.

Como educar seu filho para ser um líder

O primeiro deles é fazer com que as crianças sejam pessoas interessantes. De acordo com Drew, é fundamental reconhecer as paixões de cada criança e potencializa-las. Dessa maneira ele se tornará uma referência às outras que estão próximas, e as motivará. Para isso os pais devem incentivar os filhos a encontrar aquilo que as fascina, mas também incentivá-las a absorver muito do que as pessoas próximas podem ensinar. Isso é importante porque elas crescem compreendendo que o outro pode ensinar muito e que as características pessoais podem ser somadas para um melhor resultado final. Além disso, estimular que elas se conheçam bem para compreenderem como podem contribuir com o próximo em seu desenvolvimento, é fundamental.

Já o segundo ponto apresentado por Drew diz respeito aos fatores externos e internos que influem no processo de formação dessa personalidade. Entre as influencias internas está a questão genética que já faz com que as pessoas reajam de maneira diferente aos mesmo estímulos do mundo que as cerca. Além disso, a maneira como os pais costumam reagir a determinadas situações, colabora para o desenvolvimento de quem essas crianças se tornarão. Quanto ao ambiente externo, os pais podem sugerir aos filhos atividades extracurriculares que as integrem a crianças com características similares, oferecendo a oportunidade de elas perceberem que tanto dentro de casa quanto fora existem pessoas com pensamentos próximos aos dela.

Aos pais cabe então, de acordo com Drew, reforçar os comportamentos positivos e reduzir os negativos, tanto em casa como fora dela. Dessa maneira elas podem reconhecer atitudes que  as motivem a seguir com seus objetivos.

 

Com informações de Hacer Familia.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também