Conhecer para evitar

5 sentimentos que podem pôr seu casamento em risco

  • Por Angélica Favretto
  • 20/11/2020 16:08
Preparamos uma lista com cinco ameaças declaradas à estabilidade do casamento e que devem ser mantidas longe do lar.
É preciso atenção a esses sentimentos para que não acabem destruindo a relação.| Foto: Rainier Ridao/Unsplash

Construir uma relação imune à ação do tempo e aos sentimentos ruins é o sonho de consumo de todo casal. Mas, como não existe mágica, é preciso um dose extra de empenho e dedicação das partes envolvidas para que o objetivo seja alcançado.

Siga o Sempre Família no Instagram!

Por isso, separamos uma lista com os cinco “pecados mortais” para o seu casamento, ou seja, pontos que são ameaças declaradas à estabilidade da sua relação e que você deve fazer o possível para manter longe do seu lar.

  1. Inveja

    Na melhor das hipóteses, a inveja fará com que nossa energia esteja concentrada no que não temos e, na pior, nos fará magoar profundamente quem está próximo da gente – em especial nosso cônjuge. Por isso, a inveja está no topo dessa lista. Ela simplesmente cultiva sentimentos negativos sobre nossas vidas e tudo que há nela.
  2. Descontentamento

    Esse tópico pode ser considerado um desdobramento do primeiro. Porque, podemos até não estar invejando alguém em particular, mas preferir estar em outro lugar, com outra pessoa, fazendo outra coisa. E isso faz com que nosso cônjuge se sinta rejeitado ou pense que não está sendo bom o suficiente para nós. O certo é tratar quem está conosco como um presente e quanto mais pensarmos assim, mais rica será a nossa relação.
  3. Raiva e amargura

    Quanto mais falta perdão em um relacionamento, mais a raiva e a amargura se instalam. E se em vez de simplesmente ficar decepcionado com algo que ele(a) fez que não te agradou, você pensar que seu cônjuge deu o melhor tentando te agradar? Ninguém erra por querer errar. Dê uma chance para viverem em graça e pare de achar que ele(a) quis te machucar. Saiba separar o que é seu (medos, inseguranças, revoltas) do que é da relação.
  4. Orgulho

    Perceber o quanto precisamos mudar pode ser a parte mais dolorida de um casamento, já que ele tem o poder de iluminar todas as áreas do nosso caráter, especialmente aquelas nas quais falhamos. O orgulho, no entanto, atrapalha esse processo de reconhecermos que precisamos melhorar a cada dia e só nos afasta de uma conexão mais pura e íntima com nosso cônjuge. Portanto, não deixe que crise raízes.
  5. Egoísmo

    Esse poderia, facilmente, ser considerado o maior causador de intrigas entre casais. Egoísmo é o oposto de amar, de se doar – bases sólidas para uma união saudável e que funcione. A ideia aqui é não apenas ter a capacidade de pensar sobre os desejos e necessidades do outro, mas ver o mundo a partir da visão dele. Diferente do egoísmo, que leva ao isolamento, a empatia e a linguagem do amor unem as pessoas.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.