Sempre Família - Porque cuidar é fundamentalAtivo 1

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
path3371
eu para blog
Jônatas Dias Lima

Blog da Vida

Opinião e notícia sobre as causas pró-vida e pró-família

Leia o que diz o documento no qual Temer posiciona-se contra a liberação do aborto

AGU confirmou ter recebido nota técnica da presidência da república e deve emitir parecer com a mesma orientação contrária ao aborto

Agência Brasil
Agência Brasil

A Advogada Geral da União (AGU), ministra Grace Mendonça, confirmou ao jornal Estado de S. Paulo que recebeu uma nota técnica da Presidência da República na qual Temer posiciona-se contra a liberação do aborto no Brasil via STF, conforme quer a ação protocolada pelo PSOL no tribunal.

Ela também afirmou que a AGU vai elaborar seu próprio parecer para o STF seguindo a mesma orientação indicada pelo presidente, ou seja, a de ser contrária à liberação do aborto. “É praxe seguir o posicionamento do Palácio. A fala do presidente vai estar na peça que vamos trabalhar. Com esse subsídio que eles enviaram para nós, vamos trabalhar nas informações do presidente para  encaminhar ao Supremo. Até terça-feira nós enviaremos a resposta, talvez até antes”, disse à ministra à Coluna do Estadão.

A mesma coluna afirma ter tido acesso à nota técnica 38, referente ao tema, e publicou trechos do documento que tem seis páginas. Veja a seguir algumas das partes mais interessantes:

 

***

“Não se ignoram as angústias e os sofrimentos das gestantes que não desejam prosseguir em uma gravidez, mas o valor social protegido é a vida do nascituro”.

***

“Isso significa que o ordenamento jurídico brasileiro já tem dado um devido e adequado tratamento para essa delicada questão individual”.

***

“A mulher deve ser protegida e acolhida, jamais acossada. Mas a vida do nascituro deve prevalecer sobre os desejos das gestantes”.

***

“Nas democracias republicanas que se revelam sociedades civilizadas e decentes nenhum assunto é tabu inviolável e que não possa ser objeto de debates, deliberações e rediscussões permanentes. Por isso que de tempos em tempos há eleições”.

***

“Com efeito, no Parlamento já tramitam projetos legislativos sobre o tema. Os representantes políticos da sociedade brasileira têm optado pela proteção dos interesses dos nascituros. Se acaso houver mudança de orientação, essa alteração deve ser feita via debate político-parlamentar, com a devida vênia”.

***

“Entre o sacrifício da existência de um nascituro e o sacrifício dos desejos (ou interesses ou vontades) da gestante, a opção que melhor atende à moralidade social e a ética política, é aquela que preserva a expectativa de nascer do feto (ou de existir do nascituro) em desfavor dos interesses da mulher, salvo nas hipóteses normativas já enunciadas”.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também