Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
collage-destinos religiosos
Religião

7 destinos religiosos para visitar com a família na Semana Santa

Nesses destinos brasileiros, a Semana Santa da sua família pode ser uma experiência ainda mais especial.

Católicos do mundo todo preparam-se para viver nos próximos dias a Semana Santa, o ápice do calendário litúrgico da Igreja Católica, que se inicia no Domingo de Ramos, em que se faz memória da entrada de Jesus em Jerusalém, e se estende até o Domingo da Ressurreição, a Páscoa. É um período em que os destinos religiosos estão em alta, já que muitos fiéis procuram viver esse momento de modo ainda mais especial visitando algum santuário ou participando de alguma peregrinação.

Nesta matéria, o Sempre Família selecionou sete destinos religiosos brasileiros que podem tornar a Semana Santa da sua família uma experiência única. Confira:

 

Ouro Preto (MG)

Bigstock
Bigstock

Com suas igrejas históricas do barroco mineiro, Ouro Preto é conhecida por uma das Semanas Santas mais tradicionais do Brasil. A cidade se cobre de tapetes de flores e serragem, sobre os quais os grupos de seresta desfilam na “madrugada dos aleluias”, anunciando a ressurreição de Cristo. A programação cultural é intensa durante a semana, com ateliês, concertos, encenações e exposições. No Domingo de Ramos, é tradicional a procissão do encontro, com o sermão e a abertura dos Passos da Paixão, e na sexta-feira, a procissão do enterro – tudo isso sem contar as celebrações litúrgicas próprias da semana.

Serviço: Confira a programação da Semana Santa aqui. Ouro Preto fica a 98 km de Belo Horizonte. A cidade conta com uma boa infraestrutura de hotelaria e demais serviços.

 

Nova Trento (SC)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

A localidade de Vígolo, no município catarinense de Nova Trento, a 83 km de Florianópolis, está ligada à vida de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, uma religiosa nascida na Itália em 1865 que veio com os pais para o Brasil aos dez anos de idade e passou aqui o resto de sua vida – ela morreu em 1942, em São Paulo. Inaugurado em 2006, quatro anos após a sua canonização, o Santuário de Santa Paulina se destaca em meio à paisagem, circundado pela Capela Nossa Senhora de Lourdes, que era frequentada pela santa, e uma réplica do casebre onde começou a sua missão, com a cama em que ela e sua amiga Virgínia cuidaram da primeira enferma colocada a seus cuidados.

Serviço: O santuário fica aberto todos os dias das 7h às 18h. Há diversos hotéis na região, incluindo um gerenciado pelo próprio santuário. Acompanhe a página do santuário para ficar por dentro da programação da Semana Santa.

 

Trindade (GO)

basilica-1568768

O Santuário Basílica do Divino Pai Eterno é um dos destinos religiosos mais visitados no país. A devoção ao Pai Eterno é popular na localidade desde o fim do século XIX, quando foi encontrado um medalhão de barro com a imagem da Santíssima Trindade coroando a Virgem Maria. A igreja fica em Trindade, a 26 km de Goiânia.

Serviço: A igreja tem missas, confissões e atendimento na secretaria diariamente. A programação para a Semana Santa pode ser acessada aqui.

 

Anchieta (ES)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Na cidade capixaba fica o Santuário Nacional de São José de Anchieta, erguido no local em que o santo do século XVI, conhecido como “o apóstolo do Brasil”, viveu e morreu. A igreja é a mesma do período e entre as edificações está o quarto onde José de Anchieta vivia e onde, em 1597, morreu. A própria cidade de Anchieta é um município histórico e tranquilo, com belas praias. Existe também a possibilidade de fazer um caminho chamado Passos de Anchieta, percorrendo a pé os 100 km entre Vitória e Anchieta – o percurso, realizado em junho com acompanhamento especializado, dura quatro dias.

Serviço: A igreja fica aberta diariamente das 7h30 às 19h30 e o museu das 8h às 18h. A programação para a Semana Santa pode ser vista aqui.

 

Nova Jerusalém (Brejo da Madre de Deus  – PE)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

A 202 km do Recife, no distrito de Fazenda Nova, município de Brejo da Madre de Deus, está o maior teatro a céu aberto do mundo: uma reconstrução parcial da Jerusalém dos tempos de Jesus, com lagos artificiais, nove palcos, 70 torres e uma muralha de 3,5 km de extensão. Chamado de Nova Jerusalém, o cenário é todos os anos palco de uma encenação da Paixão de Cristo, que já contou com nomes como Francisco Cuoco, Murilo Rosa e Giovana Antonelli no elenco.

Serviço: O espetáculo, que dura cerca de 3 horas, é apresentado em todos os dias da Semana Santa, de sábado a sábado. Neste ano, em que a produção completa 50 anos, o preço do ingresso varia de 50 a 140 reais. O visitante pode se hospedar em uma pousada localizada dentro do próprio cenário. A Luck Viagens, parceira do evento, disponibiliza ônibus fretados partindo do Recife rumo a Nova Jerusalém. Mais informações e compra de ingressos aqui.

 

Aparecida (SP)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

A Basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida é a segunda maior igreja do mundo, atrás apenas da Basílica de São Pedro, no Vaticano. Localizado a 178 km de São Paulo e a 263 km do Rio de Janeiro, o santuário custodia a imagem de Nossa Senhora encontrada em 1717 nas águas do rio Paraíba do Sul por três pescadores – uma devoção que se espalhou pelo Brasil inteiro, fazendo de Aparecida a padroeira do Brasil. A própria basílica é uma atração por si só, com as obras do artista Cláudio Pastro em seu interior. Nas imediações, a cidade de Guaratinguetá guarda relações com Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, que aí nasceu e viveu.

Serviço: A programação da Semana Santa no Santuário Nacional – que fica aberto diariamente das 5h às 22h (aos sábados, até 0h, e aos domingos, de 0h às 21h) – pode ser vista aqui. Mais informações sobre o que visitar no santuário aqui. A Casa de Frei Galvão, em Guaratinguetá, abre todos os dias, exceto às terças, das 8h às 18h.

 

Salvador (BA)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Salvador merece ser destacada como meta de peregrinação para os católicos por ser a cidade de duas beatas brasileiras, a irmã Dulce e a irmã Lindalva. No Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, no Largo de Roma, é possível visitar o túmulo da religiosa e um memorial que reúne os seus objetos e conta a sua história. Já as relíquias da Beata Lindalva Justo de Oliveira estão na igreja do Instituto Nossa Senhora da Salette, no bairro dos Barris. Além disso, a própria capital baiana, com suas igrejas históricas, oferece por si mesma uma Semana Santa única.

Serviço: O Memorial Irmã Dulce abre de terça a domingo, das 10h às 17h. Acompanhe a página do santuário para ficar por dentro da programação da Semana Santa. Entre o santuário da Irmã Dulce e o Instituto Salette, uma caminhada de 1h30 passa pelos principais pontos turísticos da capital baiana.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também