Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

5 maneiras de controlar a agressividade em seu filho pequeno

É compreensível que os pais percam a calma ao lidar com um filho pequeno agressivo, mas essa é a hora de respirar fundo e dar o exemplo

Algumas crianças demonstram um comportamento agressivo durante a primeira infância. Ainda pequenas elas começam a reagir com muita intensidade a seus pedidos, passam a brigar com os amiguinhos por qualquer motivo e parece se frustrar ao menor estímulo. Essas reações intempestivas podem, inclusive, tirar a paciência dos pais. Mas é importante manter a calma e buscar educa-los para que controlem esse tipo de emoção.

1. Dê um basta imediatamente

Percebeu que seu filho começou a agir de maneira mais agressiva? Não espere até que essa questão evolua. Comece aos poucos a colocar limites aos impulsos dele e mostre que aquele comportamento não é aceitável. E evite gritar com ele. Muito da postura que ele está tomando pode ser um reflexo da família.

 

2. Afaste seu filho do estopim do problema

Caso você perceba que um lugar está se tornando propício para que seu filho “exploda” em agressividade, leve-o a outro local e distraia ele. Não entre em discussões com outros pais ou crianças, tentando explicar as circunstâncias. Apenas se afaste e converse com carinho com seu filho.

 

3. Converse

Após um momento em que seu filho se mostrou extremamente agressivo, parem para conversar. Pode ser que ela resista, mas tente mesmo assim. Abaixe-se ao nível da criança, expliquei o porquê de aquela atitude ser algo tão ruim e lembre-a de que ela é uma criança amada e que tem inúmero pontos positivos.

 

4. Faça seu filho refletir pelo ocorrido

Se o seu filho teve um comportamento agressivo e não parece querer se acalmar, peça para que ela se afaste do que está fazendo e vá até um lugar determinado para pensar. Em casa pode ser um espaço onde ela possa se sentar, relaxar e refletir pelo ocorrido. Em outros lugares vocês podem ficar próximos, mas ela precisará de espaço e tempo para compreender as suas atitudes. Diga a ela que cada vez que ela se comportar daquela maneira, ela ficará mais tempo pensando.

 

5. Mantenha a calma

Perder a calma com o filho é totalmente compreensível. Mas você pode escolher em externar esse sentimento ou respirar fundo e mostra a ela como devem ser resolvidas as questões que a desagradam. Com uma voz baixa, mas firme, explique o que te incomoda naquela ação. Se você gritar tanto quanto ele, as chances de ele abrandar a voz serão mínimas. E caso você perceba que não terá controle sobre a situação, chame seu parceiro e peça para que ele acalme seu filho. Lembre-se: a sua agressividade transforma seu filho em alguém agressivo.

 

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também