Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Cuidados com o lar

5 dicas para passar roupas com perfeição

Estar atento às instruções que vêm na etiqueta das peças e manter o ferro de passar limpo são alguns dos cuidados que ajudaram no processo

Deixar uma peça de roupa perfeita e pronta para ser usada requer tempo e atenção especial. Ainda assim, não se pode negar que uma peça de roupa bem passada e alinhada muda o ânimo de qualquer pessoa. Em 2017, a fabricante de eletrodomésticos Electrolux fez até uma pesquisa sobre o tema na Suécia e comprovou a tese.

Mas como chegar à perfeição na hora de passar as roupas? Flamarion Pirtouscheg, gerente de Categoria de Produtos da Electrolux, tem algumas dicas para auxiliar nessa tarefa:

 

1- Verifique a etiqueta

Algumas pessoas costumam cortar as etiquetas das roupas, mas é preciso lembrar que elas são fundamentais para a durabilidade da peça. Na etiqueta estão informações como o método recomendado de lavagem e se o tecido pode ou não ser passado, por exemplo.

 

2- Passe as roupas em ordem de temperatura

Comece sempre pelos tecidos finos, que exigem temperatura mais baixa, e vá aumentando a temperatura gradativamente. Essa atitude evita danos por excesso de calor em tecidos mais sensíveis e ainda ajuda a economizar energia no final do mês. Pirtouscheg sugere o seguinte:

  •  Primeiro nylon e lycra, que são dois tecidos supersensíveis e que requerem muito cuidado;
  • Depois a seda, que para ter sua essência preservada deve ser passada pelo lado avesso e sempre sem vapor. A regra vale também para o veludo;
  • Na sequência vão os sintéticos, que são muito fáceis de passar. É preciso apenas que as peças estejam bem abertas sobre a tábua e trabalhar com movimentos rápidos com o ferro;
  • Então vá para as lãs e algodão, que exigem maior temperatura e que requerem umidade na hora de passar;
  • E, por fim, passe o jeans. A temperatura precisa estar alta e usar bastante vapor é a solução para facilitar o processo.

 

3- Saiba a temperatura ideal de cada tecido:

“Existe uma temperatura adequada a cada tecido; os ferros variam entre 85ºC a 230ºC e por isso é tão importante ajustar o seletor de acordo com o tecido a ser passado”, explica o especialista. Altas temperaturas em tecidos delicados vão queimar as fibras, deixar brilho e manchas, assim como temperaturas baixas ou médias não deixarão as fibras naturais como linho e jeans bem lisas. Uma única temperatura não é suficiente para atender de forma eficiente todos os tecidos, segundo ele.

 

4- Esteja atento a botões e zíperes:

Evite passar esses acessórios, porque eles reduzem o deslizamento na base do ferro. Há alguns aparelhos que já vêm com a borda “salva-botões”, por exemplo, que facilita esse processo.

 

5- Limpe o ferro com regularidade:

Pelo menos uma vez o ferro deve ser limpado, para evitar o acúmulo de resíduos nas saídas do vapor. “Para limpar, uma boa opção é usar uma mistura de 2/3 de água e 1/3 de vinagre no copo. Passar gentilmente com uma esponja na base e retirar o resíduo com pano macio e úmido”, sugere Pirtouscheg. Quanto ao reservatório de água, ele ressalta que não deve ser colocado nenhum tipo de líquido ou produto de limpeza dentro do compartimento, pois pode reduzir o tempo de vida útil do ferro. Também deve-se fazer a autolimpeza sobre a pia com cuidado, pois sairá água quente e vapor pelas saídas de vapor, também uma vez por mês.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também