Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
collage-filmes mulheres
Cultura

10 filmes sobre mulheres admiráveis

Histórias inspiradoras para lembrar que as mulheres estão longe de serem um sexo frágil

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, fizemos uma seleção de filmes com mulheres inspiradoras. Elas são fortes, obstinadas em seus objetivos e se destacaram em seu meio. Personagens reais ou fictícias, todas trazem consigo uma importante característica, a resiliência, que é a capacidade de voltar ao estado original, ou como na maioria dos exemplos a seguir, de aprender a lidar com as dificuldades, resistindo bravamente e dando conta do recado!

 

O Corajoso Coração de Irena Sendler – cerca de 2500 crianças judias foram salvas pela assistente social Irena Sendler, durante a Segunda Guerra Mundial. O filme, baseado na história real dessa grande mulher, mostra que ela, juntamente com um grupo de mulheres assistentes sociais, conseguiu tirar de dentro do gueto de Varsóvia essas pequenas e enviá-las às famílias na Suécia, onde estavam preparadas para recebe-las. Em 2008, a verdadeira Irena faleceu aos 98 anos.

 

Estrelas Além do Tempo – o filme trata da disputa entre União Soviética e Estados Unidos pela supremacia na corrida espacial e têm como pano de fundo a situação dos negros americanos na época. A NASA não foge dessa questão, já que lá os negros trabalham separadamente. Entre eles está um grupo de mulheres, em especial três delas, que são amigas com mentes brilhantes, e que lutam diariamente para provar sua competência, que está acima de qualquer conflito racial.

 

Que horas ela volta? –  Val se muda para São Paulo, vinda de Pernambuco, para poder dar melhor condição de vida para a filha Jéssica. Na cidade, ela trabalha em período integral cuidando do filho de seus patrões e morando na casa deles, inclusive. Quase 15 anos depois, Jéssica pede a ajuda da mãe para vir à São Paulo prestar vestibular, assim como o filho dos patrões de Val irá fazer. A mãe então traz a menina, e os patrões dela a recebem, mas algumas atitudes de Jéssica, ao perceber o tratamento recebido pela mãe e as condições em que ela tem vivido todos aqueles anos, geram alguns conflitos na família.

 

Flores de Aço – há dois filmes com esse nome. Um de 1989 e o remake de 2012, que traz suas personagens principais, sendo negras. A história não difere, já que a essência dele é mostrar a força da amizade entre seis mulheres, da Louisiana, nos Estados Unidos. Juntas elas enfrentam várias situações relacionadas a casamento, filhos e trabalho, sempre encontrando-se no salão de beleza de uma delas. O remake de 2012 conta com Queen Latifah.

 

Para Sempre Aliceeste drama conta a história de Alice Howland, uma professora de linguística que, ao completar 50 anos, descobre estar com um tipo raro de Alzheimer. O início da constatação da doença, se dá quando ela começa a esquecer palavras, ao jogar palavras cruzadas, que são seu passatempo preferido. Mais algum tempo depois ela passa a esquecer os conteúdos das aulas que ministrava na faculdade e as visitas ao neurologista diagnosticam o Alzheimer, de um tipo genético, e que inclusive pode estar adormecido em um de seus três filhos. O filme passa a mostrar a adaptação dessa professora com sua família e mesmo com o mundo ao seu redor, com as limitações que passam a aparecer. 

 

Erin Brockovich: Uma Mulher de Talento – Julia Roberts interpreta Erin, uma mulher desempregada e com três filhos, que é atropelada por um médico e que entra com um processo contra ele. Por seu mau comportamento no tribunal, o advogado de Erin, Ed Masry, perde o caso. Ela tenta encontra-lo em seu escritório nos dias seguintes e ele, sentindo-se mal pelo resultado, oferece um trabalho ali mesmo em seu escritório. Erin, então, passa a se envolver cada vez mais com um dos casos jurídicos tratados pelo escritório e se torna uma ativista ambiental.

 

Histórias Cruzadas – tratando da discriminação sofrida pelos negros na década de 60, o filme é ambientado no estado do Mississipi e traz a história de Eugenia Skeeter, que retorna à sua cidade natal após concluir o curso de jornalismo, tendo como sonho se tornar escritora, mas que enfrenta a resistência da mãe que quer vê-la casada e com filhos. Um dia ela é aconselhada a escrever sobre o que a incomoda e ela vê no tratamento dado aos negros, especialmente às mulheres negras e empregadas domésticas, o gancho que precisava. Ela passa então a conversar com algumas dessas empregadas, como Aibileen, que já ajudou a criar quase 20 crianças brancas, mas que sofre a perda de seu próprio filho.

 

Um Sonho Possível – Leigh Anne Tuohy é uma designer americana, que adota Michael Oher, um jovem negro, pobre e filho de uma mãe viciada, que se torna amigo de seu filho mais novo na escola. Michael não tem onde morar e Leigh acaba levando-o para casa ao ver o potencial do rapaz nos esportes. Ela o ajuda a estudar, a ser um bom homem e cuida dele, indo contra amigos e familiares, mas tendo o apoio do marido e dos outros dois filhos. Essa escolha traz para Leigh vários conflitos e desconfiança, mas ela se mantém firme a cada novo obstáculo.

 

Joy: O Nome do Sucesso – Joy é uma mãe solteira que deixou muitos dos seus sonhos para trás quando precisou tomar conta da família, após a partida do pai. Ela mora com os dois filhos, a mãe, a avó e o ex-marido. Baseado na história real de Joy Mangano, o filme mostra que a criatividade e o empreendedorismo da moça a levam longe, mas não sem antes passar por dificuldades. Seu empenho e trabalho árduo fizeram dessa mulher uma das empreendedoras de maior sucesso nos Estado Unidos.

 

Gravidade:  essa é a primeira missão espacial da Dra. Ryan Stone e ela vai acompanhada do veterano Matt Kowalski. Durante uma as atividades extraveiculares, a nave é atingida por uma chuva de detritos, que também danifica alguns satélites, inviabilizado a comunicação com a Terra. Com a nuvem, Ryan fica à deriva, mas é resgatada por Matt. Ao voltarem à nave descobrem que todos morreram e eles começam uma tentativa de viagem até a Estação Espacial Internacional. Durante o percurso os dois conversam sobre suas vidas e Ryan conta que perdeu uma filha ainda criança. Com mais alguns outros problemas, Matt e Ryan acabam se soltando e ela acaba encontrando um módulo, em que precisa entrar e impulsiona-lo sozinha, já com pouco oxigênio, para voltar à Terra.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também