Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

7 ações dos pais que ajudam os filhos a entenderem o verdadeiro sentido da Páscoa

Não se assuste com a seriedade do assunto; se você é cristão e quer transmitir a fé desde cedo, saiba que isso é possível

Influenciadas pelo que veem e ouvem na escola, parquinho, nas ruas e televisão, não é difícil entender que para as crianças haja uma ligação entre a data da Páscoa e o ganhar chocolates. Para as famílias cristãs, no entanto, as crianças costumam aprender ainda pequenas o verdadeiro motivo pelo qual se celebra a Páscoa: a ressureição de Cristo. Mas em meio a esse turbilhão de informações que elas recebem diariamente, como os pais podem ajuda-as a compreender o real sentido da data? Calma! Pode não ser algo fácil devido aos acontecimentos que precedem a ressurreição, mas não é impossível. Confira algumas dicas:

 

– Missas e Cultos

Nos dias que antecedem a Páscoa, as paróquias da igreja católica realizam missas ou celebrações especiais. Começam na quinta-feira à noite e terminam no sábado à noite e compõe o chamado Tríduo Pascal. No domingo pela manhã também ocorre a Missa do Dia da Páscoa e muitas comunidades fazem procissões logo ao nascer do dia. Já algumas igrejas evangélicas realizam também cultos durante a semana, mas especialmente na manhã de domingo, por volta das 5 ou 6 horas da manhã, preparam o Culto da Ressureição. A participação das crianças nesse momento ajuda a mostrar o motivo de se comemorar a data.

 

– Leituras bíblicas

Em casa mesmo, com as crianças, os pais podem organizar durante os dias que antecedem a Páscoa, a leitura de trechos relacionados à data. Se já for um costume da família realizar esse tipo de estudo, será mais fácil prender a atenção das crianças. Se não, esse pode ser um bom motivo para iniciar o hábito do estudo bíblico em casa. Para auxiliar na compreensão, uma versão da bíblica que seja infantil é interessante.

 

– Via sacra/procissões

Se a paróquia a que sua família pertence promove procissões sobre paixão, morte e ressureição de Cristo, veja a possibilidade de levar as crianças para acompanhar.

 

– Apresentações teatrais em igrejas

Comumente nas igrejas católicas e evangélicas são realizados musicais ou encenações sobre a morte e ressurreição de Cristo. É prudente, contudo, informar-se sobre eventuais cenas violentas nas apresentações teatrais.

 

– Desenhos para colorir

Por que não oferecer algumas atividades de pintura, como as realizadas na escola, só que em casa? Há no Pinterest e outros sites na internet, uma grande variedade de desenhos gratuitos que podem ser coloridos e enfeitados para fixar na memória delas a história da ressureição. Um cordeiro é um ótimo exemplo de tarefa para elas.

 

– Filmes religiosos

Se elas têm o costume de em assistir filmes ou desenhos em um horário específico do dia, como por exemplo depois que chegam da escola, aproveite o momento e separe títulos que sejam religiosos e, se possível, que falem dessa data especificamente.

 

– Pulseirinha do Plano da Salvação

Costume de vária comunidades evangélicas, trata-se de fazer uma pulseira artesanal com pedrinhas ou bolinhas nas cores: preto, vermelho, branco, amarelo e verde, além de cordões ou fio para a construção da pulseira. Por meio das cores é possível contar à criança sobre o plano de salvação de Deus. A cor amarela é a representação do céu com suas ruas de ouro; a preta será a explicação de como o pecado entrou no mundo; já a vermelha mostrará a entrega de Cristo pela humanidade e o derramar de seu sangue; então o branco será o coração que agora estará limpo e sem pecado mediante o perdão, e o verde será a representação da nova vida com Cristo, um momento de crescimento. Depois, elas podem usar as pulseirinhas e contar a outras pessoas o que aprenderam.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também