Boa ação

Motorista de aplicativo se forma após passageiro pagar suas dívidas com faculdade

Latonya Young tem 43 anos, é cabeleireira e complementa sua renda trabalhando como motorista de aplicativo em Atlanta, nos Estados Unidos

  • PorEquipe Sempre Família
  • 07/01/2020 14:15
Latonya é cabeleireira e motorista de aplicativo, e teve sua vida transformada ao conhecer Kevin Esch, um passageiro que pagou suas dívidas com a faculdade.
| Foto: Reprodução/Facebook Kevin Esch

Latonya Young, de 43 anos, é cabeleireira e complementa sua renda trabalhando como motorista de aplicativo em Atlanta, no estado norte-americano da Geórgia. E nessas idas e vindas de carro ela já conheceu dezenas de passageiros, mas um deles a marcou em especial: Kevin Esch, o homem que lhe deu a chance de realizar um sonho antigo de ingressar na área do Direito.

Tudo começou quando Latonya atendeu à solicitação de corrida de Esch, em um estádio de Atlanta e os dois começaram a conversar. Latonya então contou a ele que aos 16 anos se tornou mãe e infelizmente parou de estudar. Depois, com alguma dificuldade retomou as aulas e conseguiu ingressas na faculdade. Mas acabou contraindo uma dívida de US$ 700 (quase R$ 3 mil) com a instituição.

Em entrevista à WSB, afiliada da CNN, ela contou que não conseguia pagar o valor, porque sempre que juntava dinheiro acabava tendo que comprar algo para os filhos. “Toda vez que me preparava para pagar a dívida, meus filhos precisavam de algo e então eu dizia: ‘Ok. Vou esperar’”, explicou.

Essa situação durou até algumas meses atrás, quando ela soube que estava apta a se matricular novamente na Universidade do Estado da Geórgia, para participar das aulas que faltavam para a conclusão de seu curso técnico em Justiça Criminal. Confusa, ela perguntou como aquilo poderia ter acontecido e soube então que Esch havia quitado sua dívida. “Fiquei impressionada! Um estranho nunca havia feito nada parecido por mim”, lembrou.

Diante de tanta generosidade, Latonya se tornou uma das melhores alunas do curso. “Mantive minhas notas A e B, para mostrar a ele o quanto estava agradecida”, disse a cabeleira ao explicar ao repórter da CNN que os dois mantiveram contato depois que Esch pagou sua dívida. Em dezembro, os dois se reencontraram na formatura de Latonya.

“Havia algo na história dela que me chamou a atenção e por isso desenvolvemos uma amizade especial. Agora estou muito orgulhoso do que ela conquistou”, contou Esch. “Eu poderia ter comprado roupas novas, por exemplo, mas escolhi ajudar alguém. O que tive de retorno foi cem vezes melhor e eu faria isso mil vezes novamente”.

Reconhecimento

Durante a colação de grau de Latonya, Esch foi aplaudido por fornecer fundos para permitir que uma estudante pudesse obter um diploma universitário. “Com isso ele mudou uma vida e abriu uma porta para que um estudante da Geórgia, tivesse um futuro melhor. Vemos muitos em nosso estado que simplesmente precisam de uma chance assim para ter sucesso”, disse Andrea Jones, porta-voz da universidade.

Em uma publicação em sua página no Facebook, Esch conta que tem se surpreendido com o alcance de sua boa ação. Segundo ele, pessoas de diversos países têm entrado em contato para parabenizá-lo por seu ato de generosidade. "Sou grato por fazer parte desta história. Minha esperança é que isso possa inspirar muito mais pessoas a procurar oportunidades de fazer o bem no próximo ano", diz. "Latonya é uma lutadora e alguém que mantém sua palavra. Ela disse que me convidaria para sua formatura e assim fez. Foi uma grata experiência saber que fiz parte daquele caminho que ela percorreu no palco", finalizou.

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.