Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock.
Crédito: Bigstock.
Finanças pessoais

Teste: suas finanças pessoais estão em ordem?

Uma boa gestão de finanças pessoais se caracteriza pela organização e pelo planejamento. No entanto, algumas vezes a correria do cotidiano e a falta de consciência nos fazem desprezar a importância de dedicar-nos a essa tarefa. Faça o teste e conheça seu perfil quando o assunto é sua saúde financeira

Uma boa gestão de finanças pessoais se caracteriza pela organização e pelo planejamento. No entanto, algumas vezes a correria do cotidiano e a falta de consciência nos fazem desprezar a importância de dedicar-nos a essa tarefa. Faça o teste e conheça seu perfil quando o assunto é sua saúde financeira.

Você estabelece um porcentual dos seus ganhos para gastar mensalmente?

  1. Sim, me baseio estritamente nesse valor mensal.
  2. Só me limito quando estou comprometido com despesas maiores.
  3. Não fixo limites e, se faltar, peço empréstimo.

Você separa mensalmente quantias específicas para cada tipo de despesa?

  1. Sim, tenho um controle dos pagamentos, datas e taxas de juros.
  2. Se não me cobram juros, não me preocupo.
  3. Não, espero que os credores me cobrem.

Quanto costuma pagar da fatura mensal do seu cartão de crédito?

  1. Pago o total da fatura.
  2. Pago o máximo que posso.
  3. Nem sempre posso pagar. Termino usando um cartão para cobrir o outro.

Você poupa para ter recursos extras quando estiver aposentado?

  1. Sim, tenho um fundo de pensão e acompanho mensalmente a conta.
  2. Ainda não, mas creio que em algum momento farei isso.
  3. Não.

Você costuma guardar algum dinheiro para emergências?

  1. Sim, tenho recursos poupados especificamente para isso.
  2. Tentei, mas acabei tendo de usar os recursos.
  3. Não, é complicado para mim.

A documentação de suas apólices de seguro, investimentos, financiamentos estão em ordem e em lugar de fácil acesso?

  1. Sim, toda a documentação está organizada por assunto, em ordem cronológica.
  2. Não estão bem separados, mas sei como encontrar o que procuro.
  3. Não, na verdade às vezes os dou por perdidos.

Ao receber um dinheiro extra…

  1. Pago dívidas e guardo o que sobrar.
  2. Compro algo de que esteja realmente precisando.
  3. Gasto sem grande preocupação.

Você cancela os cartões de crédito que não usa com regularidade?

  1. Mais que isso: trato de não aceitar cartões que sei que não usarei.
  2. Sim, cancelo qualquer cartão que não seja indispensável e assim evito gastos maiores.
  3. Não cancelo porque imagino que em algum momento poderei usá-los.

O que você faria se recebesse um telefonema oferendo uma nova oportunidade para investir com um rendimento muito acima da média do mercado?

  1. Ignoraria, pois é pouco provável que alguém fizesse uma oferta tão boa sem querer tirar proveito.
  2. Consideraria a ideia e pediria conselhos a um especialista.
  3. Aceitaria, pois ninguém enriquece sem riscos.

E se houver um problema com seu carro?

  1. Não me preocupo porque meu seguro cobrirá.
  2. Eu levarei ao meu mecânico de confiança.
  3. Me preocuparei bastante. Afinal, não estou contando com essa despesa extra.

 

Maioria de respostas A

Você está consciente de que a educação financeira é uma base para tomar as melhores decisões e deixar suas economias em ordem. Não se esqueça de que, mesmo que esse diagnóstico indique que você sabe o bastante para não viver preocupado ou mergulhado em dívidas, há sempre algo novo para aprender.

 

Maioria de respostas B

Você está consciente de que existem soluções para seus problemas financeiros, mas ainda não se apropriou delas para obter o controle necessário para evitar uma vida de preocupações e dívidas. Assim, é risco de que você se veja desamparado diante de situações adversas. Procure se informar e se organizar melhor.

 

Maioria de respostas C

Você tem muito a aprender em matéria de finanças pessoais. Ao buscar mais informação sobre o assunto e ao aplicar esse conhecimento na prática, você logo notará um maior domínio da sua vida financeira. Saberá das suas possibilidades e limitações e será muito mais fácil tomar decisões, planejar seus investimentos e fazer despesas de modo mais consciente.

Teste elaborado pela Comissão Nacional para Proteção e Defesa dos Usuários de Serviços Financeiros do México e originalmente publicado no site LaFamilia.info.
Leia também