Medicação

Quando o uso de medicamentos piora a dor de cabeça?

Dores com “hora marcada” podem ser causadas pelo abuso de medicamentos para cefaleia

  • PorMariana Ceccon, especial para a Gazeta do Povo e Adriano Justino
  • 12/03/2020 14:39
Quando o uso de medicamentos piora a dor de cabeça?
| Foto: Ben White/Unsplash

O termo cefaleia é usado para dor de cabeça de um modo geral. Entre as cefaleias há as primárias e as secundárias. Essas últimas derivam de outras causas como sinusite, crise de hipertensão arterial e até por tumor ou meningite.

Já as primárias são aquelas dores em si e somam mais de 200 tipos diferentes. Uma das que mais incomodam as pessoas é a enxaqueca. Veja quando o uso de remédios causa mais problemas do que soluções e os mecanismos não medicamentosos para amainar a dor, segundo a neurologista Cláudia Baeta Panfilio, do Hospital Pilar.

Quando é correto usar analgésicos?

O analgésico tira a dor de um modo artificial, quimicamente. Se você toma demais, chega uma hora que seu organismo não produz mais o analgésico natural e aí o dia que você não toma, dói. Não se pode usar mais do que três vezes por semana os analgésicos simples. O limite de toxicidade a ponto de causar problemas mais graves é usar analgésicos simples em até 15 dias por mês ou até 10 dias por mês no caso dos triptanos, que são medicações mais específicas. A partir disso realmente a pessoa pode ter problemas graves de saúde pelo uso da medicação.

Dá para dizer que esses medicamentos viciam?

Não é porque eles não são de uso controlado que se pode usar indiscriminadamente. Eles são ótimos para uso esporádico. Então se você vai tomar uma vez ou duas por mês, tudo bem. Mas não é para comprar um potão como nos Estados Unidos e achar que pode tomar toda hora.

Há mecanismos não medicamentosos que ajudam a sair da crise forte de enxaqueca?

Ir para um ambiente mais calmo é muito importante. Se você conseguir ficar em um lugar que tenha menos barulho e que não tenha uma luz muito intensa, ou fizer meditação e apertar em alguns pontos de compressão, isso ajuda bastante. Antigamente, as pessoas amarravam um pano na cabeça e colocavam batata na região temporal. Isso resolve porque está tudo vasodilatado e aí, ao colocar aquele geladinho ali, você faz uma vasoconstrição e ajuda a reduzir a dor. Os chás também ajudam, mas contra a náusea, como o chá de boldo, que ainda por cima melhora a absorção do remédio que você toma.

Quais são os pontos de compressão que podem ser apertados no momento da enxaqueca?

Na região temporal, ao lado de fora dos olhos; perto do nariz, entre os olhos; e na região occipital, onde acaba o osso do crânio e começa o pescoço.  Se você fizer uma massagem nessas áreas você vai ter um alívio. Você tem que ficar comprimindo por algum tempo.

Quais são outras causas secundárias em quadros de dores de cabeça diários?

Após contrair os vírus da chikungunya e dengue, muitas pessoas desencadeiam uma dor de cabeça de difícil controle, até mesmo diária, e a pessoa torna-se enxaquecosa mesmo. Se a frequência e intensidade aumentam, a causa pode ser hidrocefalia pelo aumento de pressão intracraniana ou meningite viral, que é diferente daquela que leva ao coma. Pode ser causada ainda por uma disfunção de articulação mandibular por uma mordida errada.

Necessidade de óculos leva à dor como de enxaqueca?

Erro de refração, em gente que precisa de óculos, dificilmente causa esse tipo de dor. Quando o grau de óculos está errado é uma dorzinha mais de peso, de aperto na região frontal e está relacionada à leitura. Acontece quando a pessoa fica muito tempo no computador e dá aquela dor de cabeça. Mas não é uma dor que volta a aparecer pela manhã, por exemplo.

Quando você acorda várias vezes durante a noite por dor de cabeça, qual pode ser a causa?  

Existem aquelas pessoas que acordam sempre certa hora por causa de dores na cabeça. Isso está muito relacionado com abuso de analgésicos porque a dor aparece justamente quando acaba o efeito do triptano. Também pode ter ligação com a formação de cortisol, que tem o ciclo circadiano lento ao longo do dia. Porém, a pressão intracraniana também aumenta de madrugada, de um modo geral. Falando-se em horários, a dor de cabeça por estresse tem a ver com transtorno de comportamento de personalidade e geralmente ataca no fim do dia. Já a enxaqueca vascular tem uma incidência um pouco maior, realmente, no período da manhã.

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.